Vacina no Brasil; mercado; inflação; consórcios; educação no Brasil

Mais de 40 países já começaram imunização. Após recorde em 2020, ofertas de ações devem continuar em alta. Expectativa com a inflação é a pior da gestão Bolsonaro. Consórcios voltam a atrair e venda de cotas bate recorde. Educação no Brasil é um retrato da desigualdade. 

Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta segunda-feira, 28 de dezembro de 2020. 

? Edição: _Sérgio Botêlho_

? *Manchetes do dia*:

“Mais de 40 países já começaram imunização. Primeira dose da vacina foi aplicada em 4,8 milhões; Brasil segue sem previsão’” *Manchete de capa do O Globo*.

“Após recorde em 2020, ofertas de ações devem continuar em alta. Operações têm sido impulsionadas por pessoas físicas em busca de mais rentabilidade” *Manchete de capa do Estadão*.

“Expectativa com a inflação é a pior da gestão Bolsonaro. Percentual dos que afirmam que preços subirão vai a 72%, segundo Datafolha; mercado prevê IPCA em 6% até maio” *Manchete de capa da Folha*.

“Consórcios voltam a atrair e venda de cotas bate recorde. De janeiro a novembro foram vendidas 2,77 milhões de cotas, 4,9% acima do registrado no mesmo período de 2019, de acordo com a Associação Brasileira das Administradoras de Consórcio (Abac)”. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Educação no Brasil é um retrato da desigualdade. Desempenho escolar evidencia abismo que separa brancos de negros, ricos de pobres” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Divórcio amigável. Saída do Reino Unido da UE deixa pontos em aberto, mas evita ruptura caótica.” 

°”Ciência paulista. Estado promete manter recursos da Fapesp em 2021, mas arranjo deixa dúvidas.”

_*O GLOBO*_. 

“Uso das redes sociais por facções criminosas exige resposta ágil. Plataformas digitais precisam ampliar esforços para derrubar conteúdos perigosos ou ilegais.” 

°”O risco do transporte clandestino. Fiscalização falha permite viagens em veículos precários e ameaça a vida dos passageiros.” 

_*ESTADÃO*_

°”O futuro do acordo Mercosul-UE. A escalada do desmatamento, entre outros danos colaterais, tem-se mostrado o principal entrave à ratificação do Acordo Comercial entre os dois blocos.”

°”O juiz de garantias. Faltam limites a setores da magistratura quando são contrariados seus interesses corporativos.” 

°”Encurralados. A União definiu um piso para os professores alheia às realidades dos municípios.” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“Crédito deve se desacelerar com fim do apoio do governo. Caso se confirme o abismo fiscal previsto para o início de 2021, talvez seja necessário sustentar o crédito por mais tempo para evitar novo mergulho recessivo” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“Vacina: prioridades segundo a ciência. …é imperativo que a escala oficial que se pretende tenha sido definida a partir de critérios técnico-científicos, seja rigorosamente seguida, sem privilégios injustificáveis.” 

Saiba como andam o dólar e a Bolsa de Valores de São Paulo

You may also like

Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments