Copa e crise política e econômica: transitoriedade e permanência

Sérgio Botêlho

Enquanto o país tenta absorver o tropeço da seleção brasileira em sua estreia na Copa do Mundo, quando empatou com a forte seleção suíça, o mundo político e econômico nacional continua batendo na porta da Nação.

O resultado em Rostov espelha fatos naturais do futebol, alinhados com falhas da arbitragem, nervosismo da estreia e queda da produção do escrete comandado por Tite. Nada que possa ser considerado desastroso, por enquanto.

Contudo, a realidade nacional é algo que continua a preocupar e já apresenta sinais de desastre em meio a um processo eleitoral que somente vai parar com as eleições de outubro e a escolha do novo presidente, governadores, senadores e deputados.

O perigo real tem a ver com o populismo que costuma marcar as presenças dos candidatos nos palanques, interrompendo qualquer tipo de atitude que possa representar perda de votos aos candidatos. O principal reflexo desse momento eleição está no Congresso Nacional.

Nada que esteja para ser votado, e tenha qualquer laivo de impopularidade, passa. Na melhor das hipóteses, dorme nos arquivos comandados pelas mesas diretoras das duas Casas esperando os vindos de novembro, quem sabe.

O processo eleitoral também contribui para que os parlamentares tenham maior preferência pelas suas bases, onde vão buscar os votos de que necessitam para se reeleger, a fim de retomarem, a partir de 2019, seus mandatos.

Não se discute a absoluta supremacia democrática sobre qualquer outro tipo de regime político, no mundo. Contudo, é necessário promover, urgentemente, uma reforma político-eleitoral no país, no sentido de conceder a propostas e programas prioridade no debate eleitoral, e, acima de tudo, vincular, de vez, os mandatos aos partidos.

Dessa forma, é preciso que, logo em 2019, a reforma político-eleitoral de que se necessita seja votada, já, para as eleições municipais de 2020, pois, sem que isso ocorra, não haverá salvação para o país nem horizonte previsível para as ações da Lava Jato.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu