Embate entre STF e PGR é tema absoluto das manchetes dos grandes jornais

O tema absoluto das manchetes de capa dos grandes jornais é o embate entre STF e PGR. “Dodge diz que inquérito é ilegal e confronta STF. Ministro Alexandre de Moraes ignora a decisão.”, comenta O Globo. “STF e Ministério Público entram em confronto por causa de inquérito. Raquel Dodge manda arquivar investigação que apura ataque à Corte e é desautorizada por ministros”, publica o Estadão. “STF e PGR entram em atrito um dia após caso de censura. Dodge decide arquivar inquérito aberto pelo tribunal, mas ministro Moraes diz que ele continuará”, conta a Folha. O Valor Econômico prefere destacar, em manchete, que “Governo libera Petrobras para definir seus preços”, mas, em submanchete segue a trilha dos demais: “Apuração de ‘fake news’ opõe PGR e Supremo”. Editoriais, artigos e colunas criticam inquérito do STF.

? Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 158

?Edição: Sérgio Botêlho

? A 258 dias do fim do ano de 2019, hoje é quarta-feira, 17 de abril de 2019, 107º dia do ano.

? Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 16, em alta de 1,34%, a 94.333 pontos. O dólar fechou também em alta de 0,88%, a R$ 3,90, enquanto o euro também fechou em alta de 0,59%, a R$4,40.

?️ Cidades:

“Bruno Covas aposta em república para morador de rua e sopão indoor”. Na capa da Folha.

?️ Cidades:

“Shopping e mais 4 prédios sob risco na Muzema. MP pediu à prefeitura que quatro prédios perto da Muzema fossem demolidos, mas nada foi feito.” Na capa do O Globo.

?️ Cidades:

“Vans ilegais tinham ‘olheiros’ para vigiar fiscais e driblar apreensões. Homens em motos seguem equipes da Coordenadoria de Transporte Complementar e passam informações a toda a quadrilha.” Na capa do O Globo.

? Ciência:

“Treino do cérebro pode curar doenças, diz estudo. Cientistas brasileiros desenvolveram técnica que modifica conexões e abre caminhos para tratar AVC, Parkinson e até depressão.” Na capa do Estadão.

? Denúncias:

“Operação Condor decidia assassinato de opositores”. Na capa da Folha.

?Economia:

“Os graves riscos da PEC do Orçamento impositivo. A Câmara e o Senado aprovaram emenda constitucional que determina a execução obrigatória de emendas parlamentares de bancada e de dotações para obras e equipamentos. Emendas à Constituição não podem ser feitas de maneira açodada. Menos ainda se a aprovação contiver, como parece, uma reação a um presidente da República que até agora não entendeu o papel que lhe cabe no presidencialismo de coalizão.” Artigo de Mailson da Nóbrega, no Estadão.

?Economia:

“Mercado prevê Selic em queda até fim do ano. De 34 instituições financeiras consultadas pelo Valor, incluindo bancos, consultorias e gestoras, dez estimam que a taxa básica de juros (Selic) terminará o ano abaixo dos atuais 6,5%, mesmo com as incertezas em torno da reforma da Previdência.” Na capa do Valor Econômico.

?Economia:

“Estatal pode receber até US$ 20 bi pelos investimentos no pré-sal. Detalhes do leilão de excedentes da cessão onerosa na área do pré-sal serão definidos hoje em reunião do Conselho Nacional de Política Energética. Entre outras questões, serão fixados o bônus de assinatura e o excedente em óleo (participação mínima destinada à União).” Na capa do Valor Econômico.

?Economia:

“Anarcocapitalismo é evolução sutil do liberalismo clássico”. Artigo de Hélio Beltrão, na Folha.

?Economia:

“Se Posto Ipiranga fechar a conta irá para todo o Brasil”. Na coluna de Elio Gaspari, na Folha.

?Economia:

“Otimista, setor tenta se reinventar. Basílio Jafet, presidente do Secovi, diz que expectativa de ampliação de vendas de unidades residenciais novas é entre 5% e 10%.” Na capa do Estadão.

?Economia:

“Líderes querem reajustar mínimo acima da inflação. Articulação. Proposta do governo, que garante a correção do piso salarial de 2020 apenas pela inflação, pode comprometer a tramitação da reforma da Previdência, avaliam parlamentares; Maia tenta ‘solução meio termo’ para evitar reajuste real mais expressivo.” Na capa do Estadão.

? Governo:

“LDO {Lei de Diretrizes Orçamentárias} mostra governo inseguro. Se os fatos confirmarem as projeções, o Brasil continua mal e assim ficará até 2022.” Editorial do Estadão.

? Governo:

“Caprichos ambientais. Jair Bolsonaro e Ricardo Salles procedem de forma errática e emocional.” Editorial da Folha.

? Governo:

“Governo libera Petrobras para definir seus preços. O governo anunciou ontem um pacote de medidas para acalmar os caminhoneiros e assumiu o compromisso de não interferir na formação dos preços dos combustíveis, para tranquilizar os mercados.” Manchete de capa do Valor Econômico.

? Governo:

“Governo promove retrocessos em série na agenda ambiental. Falta equilíbrio e bom senso ao governo na questão ambiental.” Editorial do Valor Econômico.

? Governo:

“Desmonte e exonerações marcam gestão de Salles no Meio Ambiente”. Na capa da Folha.

? Governo:

“Caminhoneiro terá crédito para comprar pneu e manter veículo. Pacote de auxílio à categoria inclui R$ 2 bi para reparar estradas e cartão para pagar combustível.” No Valor Econômico.

? Governo:

“Para Guedes, Bolsonaro estava com o ouvido na pista ao intervir no diesel”. Na capa da Folha.

? Governo:

“Contra greve, governo dá crédito de R$500 mil a caminhoneiros”. Na capa da Folha.

? Governo:

“Presidente não decide preço do diesel, diz Guedes. Governo anuncia crédito de R$ 500 milhões e mais R$ 2 bilhões para manutenção de estradas; categoria fica insatisfeita com as medidas.” Na capa do Estadão.

? Governo:

“Petrobras avaliará quando vai subir diesel. Após interferência no preço do diesel, governo afirma que decisão cabe à companhia.” Na capa do O Globo.

?Internacional:

“Mobilização pela Notre-Dame. Especialistas afirmam que a reconstrução da Notre-Dame pode levar “décadas” e ter valor incalculável. Macron prometeu acabar a obra em 5 anos. Industriais, empresários bilionários e pessoas comuns já doaram mais de ¤ 800 milhões (R$ 3,52 bilhões) para ajudar a restaurar a Catedral de Notre-Dame, em Paris, e estima-se que a marca do bilhão de euros seja facilmente superada.” Na capa do Estadão.

⚖️Justiça:

“Dodge diz que inquérito é ilegal e confronta STF. PGR pede fim a investigação após censura a site e bloqueio de perfis em redes sociais que ofenderam o Supremo. Ministro Alexandre de Moraes ignora a decisão.” Manchete de capa do O Globo.

⚖️Justiça:

“STF e Ministério Público entram em confronto por causa de inquérito. Raquel Dodge manda arquivar investigação que apura ataque à Corte e é desautorizada por ministros.” Manchete de capa do Estadão.

⚖️Justiça:

“STF e PGR entram em atrito um dia após caso de censura. Dodge decide arquivar inquérito aberto pelo tribunal, mas ministro Moraes diz que ele continuará”. Manchete de capa da Folha.

⚖️Justiça:

“Apuração de ‘fake news’ opõe PGR e Supremo. O inquérito instaurado por iniciativa do Supremo Tribunal Federal para investigar casos de injúria e “fake news” contra integrantes da Corte se transformou em queda de braço entre o relator do processo, ministro Alexandre de Moraes, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.” Submanchete de capa do Valor Econômico.

⚖️Justiça:

“A sensatez da AGU. Decisão da AGU de não recorrer em 50% das ações previdenciárias tem um impacto positivo no âmbito do Poder Judiciário.” Editorial do Estadão.

⚖️Justiça:

“O STF decreta censura. Não há outras palavras para descrever a decisão de Alexandre de Moraes. Num Estado Democrático de Direito, a informação é livre. Não cabe à Justiça determinar o que é verdadeiro.” Editorial do Estadão.

⚖️Justiça:

“O Grande Censor. Em inquérito anômalo, ministro do STF atropela tradição da corte e suspende publicações.” Editorial da Folha.

⚖️Justiça:

“A imagem do STF é valiosa demais para ser vilipendiada”. Na coluna de Helio Schwartsman, na Folha.

⚖️Justiça:

“Sucessão de erros no Supremo pode criar crise institucional. O agravante é que todos os movimentos dos ministros envolvidos são relacionados com o interesse deles próprios de se protegerem.” Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

⚖️Justiça:

“Reação à censura aumentou rejeição ao processo de Toffoli dentro do STF.” Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

⚖️Justiça:

“Moraes não cabe mais na toga: quer ser juiz, delegado e promotor”. Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.

⚖️Justiça:

“Se a PGR recorrer ao plenário, vai expor entranhas do Supremo.” Na coluna de Carolina Brígido, no O Globo.

⚖️Justiça:

“Para advogados e juristas, há excessos e irregularidades no processo.” Na capa do O Globo.

? Meio Ambiente:

“Decreto de Doria reduz peso de universidades em órgão de preservação”. Na capa da Folha.

?Política:

“Maia e Doria estão cada vez mais afinados. De olho na eleição presidencial de 2022, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), estão cada vez mais alinhados politicamente e têm procurado se distanciar de forma gradual do presidente Jair Bolsonaro.” Na capa do Valor Econômico.

?Política:

“Impeachment de Crivella antecipa sucessão. Processo contra prefeito abre corrida municipal fora de época.” No Valor Econômico.

? ? Política e Previdência:

“Congresso precisa entender gravidade da crise. Escaramuças contra a reforma da Previdência refletem a ignorância, e má-fé, diante da situação do país.” Editorial do O Globo.

? ? Política e Previdência:

“Centrão e oposição começam a negociar mudança na reforma. Líderes queriam retirar capitalização da PEC ainda na CCJ, mas Maia impediu manobra.” No Valor Econômico.

? ? Política e Previdência:

“Governo atua para manter texto e votar Previdência. Para agilizar tramitação, promessa é ceder em pontos do texto na comissão especial. Estratégia busca garantir que votação do parecer ocorra hoje. Proposta do centrão era retirar desconstitucionalização e mudanças no FGTS.” Na capa do O Globo.

? Saúde:

“Encefalite causada por vírus da chicungunha preocupa médicos. Sem estatísticas, cientistas estudam relação do vírus com a doença neurológica.” Na capa do O Globo.

? Segurança Pública:

“Mortes causadas por policiais põem em questão projeto de Moro. Crescimento desses óbitos reforça a necessidade de cuidado diante do argumento da legítima defesa.” Editorial do O Globo.

? Segurança Pública:

“Nunca houve milícias ‘do bem’, general. As tais milícias não surgiram para fazer o bem, como declarou o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva. Mas, sim, como uma atividade mafiosa, criada a pretexto de combater o traficante inimigo. Quem entende sabe. Caso do juiz Walter Maierovitch, que as definiu como sendo “organizações criminosas de matriz mafiosa, que difundem, como a Cosa Nostra, o medo para obter controles de territórios e social.” Artigo de José Nêumanne Pinto, no Estadão.

? Segurança Pública:

“Feriado será teste para estradas sem radares. Estradas. A estimativa é de que pelo menos 1,3 mil radares e lombadas estejam fora de operação; Dnit informou que, além de modernização e substituição dos equipamentos, serão reavaliados todos os pontos de instalação, o que pode atrasar a reativação.” Na capa do Estadão.

Destaque histórico:

“No dia 17 de abril de 1790, morreu Benjamin Franklin, diplomata e inventor norte-americano, nascido na Filadélfia, Estados Unidos. Franklin foi quem descobriu a bioeletricidade e inventou os pára-raios, usados até hoje, após uma experiência com uma pipa em uma tempestade.” No portal Terra.

?Positivo:

“Menina de 9 anos alfabetiza vendedor de picolé de 68; cena comove web.” No Correio Braziliense.

?Negativo:

“Mercado das armas artesanais (e ilegais) avança no Brasil”. Na BBC-Brasil.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments