STF nega recursos baseados em covid; Amazônia terá novo controle

STF nega recursos baseados em covid; Amazônia terá novo controle. Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta quarta-feira, 15 de julho de 2020. Veja na *sinopse do noticiário*.

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano III, Nº 614, de 15.07.2020

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“STF nega recursos de presos com base na Covid em 84% dos casos. Argumento que beneficiou Queiroz é rejeitado pela Corte.” *Manchete de capa do O Globo*.

“Governo anuncia novo controle de desmatamento da Amazônia. Para conter críticas, ministro da Ciência revela sistema que faz monitoramento mais preciso da região.” *Manchete de capa do Estadão*.

“Governo autoriza recontratação com salário menor. Empresas podem readmitir funcionários cortados durante pandemia; redução salarial depende de aval do sindicato.” *Manchete de capa da Folha*.

“Cresce saque de dinheiro em estabelecimentos comerciais. Tendência alinha o mercado brasileiro a práticas adotadas há décadas em outros países. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“DF: do pico de casos de covid a novas aberturas. A partir de hoje, bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência reabrem as portas à população e reforçam a lista de atividades que voltaram a funcionar na capital. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

📃 *Editoriais do dia*:

_FOLHA_

“O lado da balança. Toffoli acirra tensões ao interferir em disputa interna no Ministério Público.” 

“PM brutal. Agressão a mulher negra em SP é sintoma do estímulo político ao abuso policial.”

_O GLOBO_

“Mazelas do excesso de militares no governo. Oficiais da ativa não devem ter cargos, para evitar arranhar a imagem das Forças Armadas.” 

“O rumo dos Correios não é definido, e o serviço continua a se deteriorar. Governo incluiu empresa em planos de privatização, nada fez, e a continuar estatal será inviável.” 

_ESTADÃO_

“Debate aberto e violência. Não há construção da justiça onde vige a lei do mais forte, que pode ser quem ataca de forma mais fulminante nas redes sociais.”

“Duplo revés. Vitória de Andrzej Duda é revés para as liberdades civis na Polônia e para a UE.” 

“A escolha do novo titular do MEC. Ribeiro sinaliza que tentará começar a consertar os estragos de seus antecessores.” 

“Reabertura da captação dá alento a empresas. Ação atrai quem busca nos países emergentes, juros mais altos do que os praticados no mercado global..” 

_VALOR ECONÔMICO_

Inflação em tempos normais e durante a pandemia. A drástica recessão tira o fôlego dos preços.” 

_CORREIO BRAZILIENSE_

“Sinalização fora de hora. A exoneração da coordenadora-geral de Observação da Terra, do Instituto Nacional de Pesquisas espaciais (Inpe), pelo Ministério da Ciência e Tecnologia só piora a desgastada imagem do Brasil em relação ao meio ambiente.” Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 14, em alta de 1,77%, a 100.440 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -0,78%, a R$5,35. 

⏳ Destaque para o dia de hoje:

Realce histórico para o 15 de julho, dia de fundação do Museu de Arte Moderna de São Paulo. 

Leia também sobre Destaques da Grande Mídia Impressa.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments