STF, Lava Jato, Senado, Previdência, governo e Carf são temas das manchetes

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 327- A 89 dias do fim do ano de 2019, hoje é quinta-feira, 03 de outubro de 2019, 276º dia do ano.

Sinopse da grande mídia impressa: STF, Lava Jato, Senado, Previdência, governo e Carf são temas das manchetes. Decisão do Supremo que impõe limites à operação Lava Jato é um dos destaques. Modulação do alcance da medida ficou para a próxima semana. Governo busca compensar desidratação da reforma da Previdência, no Senado, reduzindo concessões no Pacto Federativo. Participação de contribuintes na elaboração das súmulas do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais é restringido pelo governo.

🖋 Edição: Sérgio Botêlho

📃 Manchetes do dia:

“Maioria do STF quer limite à decisão que ameaça Lava-Jato. Toffoli adia sessão sobre alcance de nova orientação após colegas ameaçarem faltar”. Manchete de capa do O Globo.

“Governo tenta frear perdas em votação da Previdência no Senado. Paulo Guedes ordena que ‘cada bilhão’ de redução na economia prevista seja compensado no pacto federativo”. Manchete de capa do Estadão.

“Governo tenta conter crise para garantir Previdência. Senado aprova, em primeiro turno, versão desidratada da proposta de Guedes”. Manchete de capa da Folha.

“Governo limita direito de recurso contra tributação. Ministério da Economia restringiu a participação dos contribuintes na elaboração das súmulas do Carf”. Manchete de capa do Valor Econômico.

📃 Editoriais do dia:

“Continuam as ameaças à Amazônia. Redução de queimadas e ida de soldados para a região deram falsa ideia de que crise estava controlada”. Editorial do O Globo.

“Recusa da prefeitura e do estado a assumir hospitais avilta população. Crivella tenta devolver Albert Schweitzer e Rocha Faria, mas Witzel não os quer”. Editorial do O Globo.

“O parto da montanha. Congresso determina ritmo das votações da reforma da Previdência com o governo como observador distante. Talvez tenha sido melhor assim”. Editorial do O Globo.

“Perigo no mercado global. Ruim para todos, o cenário é especialmente ameaçador para o Brasil”. Editorial do O Globo.

“O dinheiro e as eleições. Continua a inclinação dos políticos de fazer campanha com recursos públicos. Que o eleitor esteja atento”. Editorial do O Globo.

“Revés na reforma. Senado reduz economia com texto da Previdência em favor de programa duvidoso”. Editorial da Folha.

“Democracia tensionada. Crise no Peru mostra riscos do embate político que testa limites da legalidade”. Editorial da Folha.

📃 Outros destaques:

“STF ratifica derrota à Lava Jato, mas deve limitar alcance”. Na capa da Folha.

“Impasse faz Supremo adiar decisão que afeta Lava Jato. Judiciário. Após definir que réus delatados têm o direito de se manifestar após réus delatores, plenário da Corte não chega a consenso sobre critérios para este entendimento”. Na capa do Estadão.

“Tribunal impõe reveses em série a procuradores”. Na capa da Folha.

“PF prende chefe do setor da Lava Jato na Receita do Rio”. Na capa da Folha.

“Achaque na Lava Jato gera prisões na Receita. Operação apura cobrança de propina de delatores para livrá-los de multas; mais de R$ 1 milhão em espécie é apreendido com os presos”. Na capa do Estadão.

“Presidente fala em “amor à primeira vista” em posse de novo procurador geral. PGR prometeu combate à criminalidade e defesa de minorias”. Na capa da Folha.

“Bolsonaro facilita posse de armas a policiais e militares. Integrantes do Exército e das forças de segurança ficam dispensados de comprovar capacidade técnica e psicológica”. Na capa do O Globo.

“Queimadas fazem dobrar internação de crianças. Saúde e ambiente. O trabalho, que considerou maio e junho, mostra que a rede pública registrou a hospitalização de 5,1 mil crianças por problemas respiratórios, em 96 municípios da Amazônia Legal; taxa de ocupação dos leitos dobrou.” Na capa do Estadão.

“Indicador ruim nos EUA e brexit derrubam Bolsas”. Na capa da Folha.

“Receio de uma recessão global afeta mercados”. Na capa do Valor Econômico.

“Caso Odebrecht amplia impacto de crise peruana. Crise que levou à dissolução do Parlamento e à renúncia da vice-presidente tem como pano de fundo tentativa dos congressistas de nomear para a Suprema Corte um juiz que, segundo analistas, poderia atrasar investigação sobre políticos corruptos”. Na capa do Estadão.

“Nova proposta de Johnson para sair do bloco desagrada à oposição e à EU. Proposta não é bem recebida nem pela oposição nem pela UE”. Na capa do O Globo.

“Robôs ameaçam metade dos empregos”. Na capa do Valor Econômico.

“Salles comemora melhora com dado que havia criticado”. Na capa da Folha.

“Faculdades preparam sua autorregulação”. Na capa do Valor Econômico.

“Para especialistas, crianças não podem ser psicopatas. Nessa fase, o mais correto é falar em transtorno de conduta”. Na capa da Folha.

“Advogado não paga a OAB e Justiça garante direito de advogar”. Na capa da Folha.

“TJ derruba liminar que impedia criação do parque Minhocão”. Na capa da Folha.

“Sem verba da prefeitura, carnaval na Sapucaí tem futuro incerto”. Na capa da Folha.

“Disputa sobre hospitais ameaça 27 mil atendimentos mensais. Enquanto estado e prefeitura não se acertam sobre hospitais, pacientes sofrem”. Na capa do O Globo.

“Justiça mantém plano de cargos da Uerj, e ajuste fiscal fica sob ameaça. Witzel não consegue barrar plano de cargos da Uerj e tem até hoje para explicar como irá compensar impacto financeiro da medida”. Na capa do O Globo.

“Presidente da Anvisa nega mudar proposta do plantio da Cannabis”. Na capa da Folha.

“Maior exportador de cacau do mundo, Costa do Marfim impõe limite à sua produção”. Na capa do Valor Econômico.

📃 Colunas e artigos:

“Necessidade de provar prejuízo é a maior polêmica no STF”. Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

“Maconha faz bem? Pensem como seria o Rio se o uso da maconha fosse legal, e sua venda ocorresse em estabelecimentos comerciais na Joana Angélica, na Dias Ferreira, na Haddock Lobo. Imaginem um Rio sem bocas de fumo. Sem jovens descamisados protegendo essas bocas armados de fuzis. Como você acha que ficaria a sua segurança e a dos moradores das favelas se as bocas desaparecessem?”. Na coluna de Ascânio Seleme, no O Globo.

“Amor à primeira vista. Augusto Aras começou como Jair Bolsonaro queria. O novo procurador-geral tomou posse ontem. No dia da estreia, defendeu a reabertura do caso Adélio Bispo.” Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.

“A CPI da democracia. … em torno desta comissão, definida como “das Fake News”, será travado um dos debates mais importantes para o futuro da democracia no país.”. Artigo de Amaro Grassi e Vinícius Wu, pesquisadores da Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV DAPP), no O Globo.

“Mesmo com perdas, reforma da Previdência é a mais ampla já feita”. Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

“STF está numa enrascada. Não há votos para as soluções propostas e não há outras para substituí-las, como no Brexit.” Editorial do Estadão.

“A Lava Jato foi colocada na casinha, com coleira e tudo. Perdura como fenômeno político e social, mas o ímpeto, o alcance e a abrangência foram severamente limitados. Não se trata de aplaudir ou detestar esse fato. Apenas, reconhecê-lo.” Na coluna de William Waack, no Estadão.

“Disputa pelo pré-sal contaminou reforma. A cobiça pelo dinheiro do megaleilão do pré-sal marcado para novembro contaminou de vez a votação da reforma da Previdência e amplificou a disputa entre os caciques do Congresso que, para complicar o cenário, está longe de terminar.” Na coluna de Adriana Fernandes, no Estadão.

“Debate precisa mudar. Momento pede reforma constitucional para cortar gasto obrigatório.” Na coluna de Zeina Latif, no Estadão.

“Até NBA entra na luta contra as fake News. Torcedores e ‘parceiros de negócios’ questionam transparência da liga”. Na coluna de Uirá Machado, na Folha.

“Bolsonaro paga o preço da antipolítica com juros e correção. Governo tropeça na reta final da Previdência e perde controle da própria pauta”. Na coluna de Bruno Boghossian, na Folha.

“A burrice e o atraso. Governo adora se espelhar em políticas de EUA e Israel, mas não quando assunto é legalizar a maconha”. Na coluna de Mariliz Pereira Jorge, na Folha.

“A Lava Jato faz água. Desfecho melancólico da operação só servirá para alimentar o desalento e o cinismo”. Na coluna de Maria Hermínia Tavares de Almeida, na Folha.

“Domínio do fato. Condenações recaem sobre dirigentes de corporações”. Artigo de Ricardo Lewandowski, ministro do STF, na Folha.

“Encruzilhada. O debate entre a manutenção ou não das regras fiscais vigentes tem nuances importantes”. Na coluna de Laura Carvalho, na Folha.

“’Difícil aderir a um programa que você não sabe o que é’, diz secretário de SP sobre escolas cívico-militares. Pasta ainda tem dúvidas sobre o projeto e pede que o Ministério da Educação preste esclarecimentos”. Na coluna de Mônica Bergamo, na Folha.

📊 Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quarta-feira, 03, em queda de -2,91%, a 101.030 pontos. O dólar terminou o dia em queda de -0,70%, a R$4,13.

Destaque histórico:

“Em 03 de outubro de 1955, Juscelino Kubitschek de Oliveira é eleito presidente da república”. Na Barsa.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu