Sinopse: Socorro a estados, Previdência, leis de trânsito e negócios são os destaques da grande mídia impressa

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 207

🖋Edição: Sérgio Botêlho

📅 A 209 dias do fim do ano de 2019, hoje é quarta-feira, 05 de junho de 2019, 156º dia do ano.

📃 Manchetes do dia:

“Governo agiliza socorro a estados em busca de apoio à reforma. Iniciativa surpreendeu equipe econômica. Plano requer adesão a pelo menos três de oito exigências”. Manchete de capa do O Globo.

“Prefeitos ameaçam ir ao STF para ser incluídos na Previdência. As 2,1 mil cidades com regime próprio querem mesmas regras dos 3,4 mil municípios vinculados ao INSS”. Manchete de capa do Estadão.

“Bolsonaro quer tirar multa para carro sem cadeirinha. Falta de dispositivo vital para o transporte de crianças renderia apenas advertência”. Manchete de capa da Folha.

“Venda da Braskem é suspensa e piora situação da Odebrecht. Até segunda-feira, a perspectiva de venda da Braskem mantinha viva a expectativa de que, a partir dela, seria possível iniciar uma conversa no formato desejado pela Odebrecht – uma reestruturação financeira em cada companhia do grupo e acordos para recuperações extrajudiciais”. Manchete de capa do Valor Econômico.

📃 Editoriais do dia:

“STF julga foco de insegurança jurídica. Se a Corte aceitar pedidos para criar empecilhos a privatizações, investimentos serão desestimulados”. Editorial do O Globo.

“STF julga foco de insegurança jurídica. Se a Corte aceitar pedidos para criar empecilhos a privatizações, investimentos serão desestimulados”. Editorial do O Globo.

“É possível fazer boa política. Com o exercício da boa política, o governo conseguiu aprovar no Senado a MP 871. Assim deve ser numa democracia.” Editorial do Estadão.

“Eterno inconformismo. Os sindicatos poderiam olhar para a frente e repensar sua forma de atuação após o fim do imposto sindical, um dos grandes avanços trazidos pela Lei 13.467/2017, a reforma trabalhista.” Editorial do Estadão.

“A indústria se moveu. Os sinais vitais da indústria melhoraram um pouco em abril. Foi um respiro animador.” Editorial do Estadão.

📊 Mercado: A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 0,37%, a 97.380 pontos, enquanto o dólar terminou o dia em baixa de -0,82%, a R$ 3,86, e o euro, também em baixa de -0,71%, a R$ 4,34.

🎨 Arte e cultura:

Destombado, Canecão pode passar por obra. Fim da preservação, aprovada pela Alerj, abre caminho para UFRJ conceder antiga casa de shows em Botafogo à iniciativa privada.” Na capa do O Globo.

🏙️ Cidades:

“Verde contra metal pesado. Estudo mostra que a metrópole depende dos serviços de suas matas. Florestas, que cobrem 28% do Rio, têm papel fundamental na absorção dos metais pesados expelidos pelos veículos.” Na capa do O Globo.

🏙️ Cidades:

“Virada de mesa pode criar nova liga no carnaval. Beija-Flor, Mangueira, Portela, Vila Isabel e Viradouro, que foram voto vencido a favor do rebaixamento da Imperatriz, já se mobilizam em busca de uma solução. A terceira virada de mesa consecutiva pode levar à criação de liga dissidente.” Na capa do O Globo.

💲Economia:

“Para Odebrecht, cresce risco de recuperação judicial. Coma desistência da holandesa LyondellBasell de comprara Braskem, após mais de um ano e me iode negociações, a Odebrecht, controladora da petroquímica, fico umais perto de uma recuperação judicial, segundo analistas. Empreiteira contava coma venda para aliviar o caixa e fazer frente a dívida de R$ 80 bilhões.” Na capa do O Globo.

💲Economia:

“BC busca novo indexador para mercado imobiliário. O Banco Central busca um substituto para o indexador do crédito imobiliário, a Taxa Referencial (TR). Essa é uma das frentes de trabalho do governo para desenvolver um mercado privado, alavancar e baratear o crédito imobiliário no país”. Na capa do Valor Econômico.

💲Economia:

“Demanda alucinante. Carlos Slim Domit, presidente do conselho de administração da América Móvil e filho do bilionário mexicano Carlos Slim Helú, em evento na Cidade do México, previu que a demanda por capacidade de transmissão e processamento de dados em breve passará a dobrar a cada seis meses”. Na capa do Valor Econômico.

💲Economia:

“Sem os ruídos, o PIB pode crescer até 3% em 2020. Nate Silver, famoso estatístico americano, tem uma mensagem útil para quem faz previsões econômicas: não se esqueça de diferenciar sinais de ruídos. Com a dissipação de ruídos e a reforma tributária, podemos esperar uma expansão do PIB de 3% no segundo trimestre de 2020”. Na capa do Valor Econômico.

👨‍🎓Educação:

“Avaliação derruba 1/3 dos dirigentes de ensino em SP. Análise de plano de metas e competências, fruto de parceria entre secretaria de Educação e ONGs, reprovou 26 dos 91 dirigentes regionais de ensino, que comandam grupos de escolas no estado. Eles foram exonerados”. Na capa da Folha.

🏛 Governo:

“Cortes: 11% dos diplomatas de volta ao Brasil. Itamaraty corta embaixadas e chama de volta 11% dos diplomatas no exterior”. Na capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Capes bloqueia mais 2,7 mil bolsas de pós. Instituição diz que medida, anunciada ontem, gera economia de R$ 4 milhões neste ano e de R$ 35 milhões em 2020; contingenciamento já atingiu mais de 6 mil vagas”. Na capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Governo Bolsonaro congela mais 2.724 bolsas de pesquisa”. Na capa da Folha.

🏛 Governo:

“Governo faz muito pelo meio ambiente. Na questão climática, há diversas versões circulando, mas o fato é que o Brasil permaneceu no Acordo de Paris e manteve intactos todos os compromissos assumidos internacionalmente.”. Artigo de Ricardo Salles, no O Globo.

🏛 Governo:

“Manter florestas requer dinamismo econômico. Nossa agropecuária é exemplo de equilíbrio e respeito ao meio ambiente. Temos um bom Código Florestal que já deveria estar sendo cumprido, mas vem sendo atacado na justiça e fora dela.” Artigo de Ricardo Salles, na Folha.

🏛 Governo:

“Erros colocam em risco cada um de nós. Temos errado demais na questão ambiental e isso coloca em risco cada um de nós. Agenda ambiental é vasta, vai da qualidade do ar das cidades à conservação das florestas, da saúde à economia. Ignorá-la é insensatez” Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

🏛 Governo:

“Governo vai reeditar MP que altera Código Florestal. Projeto abre espaço para produtores rurais não recomporem áreas desmatadas”. Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Bolsonaro tem conflito com o próprio passado. Eleito contra o establishment parlamentar, de cujo setor mais irrelevante fez parte por 28 anos, o presidente Bolsonaro encontra dificuldade de desvincular seu passado da realidade presente que enfrenta no cotidiano do Palácio do Planalto.” Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

🏛 Governo:

“Projeto afrouxa regras de trânsito para motoristas. ‘Infração é sinônimo de perda de vidas’, afirma diretor de associação”. Na capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Bolsonaro propõe dobrar o limite de pontos da CNH. Mobilidade. Presidente entregou pessoalmente à Câmara proposta que acaba com exames toxicológicos, uma reivindicação dos caminhoneiros e promessa de campanha; no lugar de multas para quem não andar com criança em cadeirinha, haverá advertência”. Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Bolsonaro propõe perda de carteira só com 40 pontos. O presidente Jair Bolsonaro entregou ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, o projeto de lei que altera o Código de Trânsito Brasileiro. O texto aumenta de 20 para 40 o número de pontos para cassação da habilitação de motorista e de cinco para dez anos o prazo de validade da Carteira Nacional de Habilitação.” Na capa do Valor Econômico.

🏛 Governo:

“Ministério Público se choca com projeto para regras de trânsito. Bolsonaro quer eliminar multa para quem levar criança sem cadeirinha”. Na Folha.

🏛 Governo:

“‘Plano Mansueto’. Projeto de lei propõe liberar empréstimo a Estados com nível de endividamento baixo. Estados terão de cumprir medidas de ajuste fiscal para ser contemplados no novo projeto de socorro enviado ontem pelo governo à Câmara.” Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Presidente não tem noção de prioridade, afirma líder da reforma”. Na capa da Folha.

🏛 Governo:

“Minha Casa pode reduzir teto para 7 salários mínimos. Ministério do Desenvolvimento Regional quer limitar o acesso a famílias com renda mensal de até sete salários mínimos (R$ 6.986 em 2019), dependendo da localização. Hoje, o programa atende quem ganha até R$ 9.000.” Na capa da Folha.

🏛 Governo:

“Guedes anuncia pausa em concursos públicos federais”. Na capa da Folha.

🏛 Governo:

“EUA pressionam Brasil sobre Irã e política nuclear, mas sem sucesso. Secretário-assistente admite diferenças e se diz otimista com conversas após reunião em Brasília”. Na Folha.

🌐Internacional:

“Trump acena com acordo ‘fenomenal’. Presidente chama de ‘fake news’ protestos em Londres e diz que EUA e Reino Unido podem até triplicar negócios depois que britânicos saírem da UE; inclusão de Serviço Nacional de Saúde em negociações gera críticas, e republicano volta atrás”. Na capa do O Globo.

🌐Internacional:

“Trump fala em acordo para incentivar o Brexit. Diplomacia comercial. Em seu segundo dia de visita a Londres, presidente americano oferece tratado ‘substancial’ de livre-comércio com Reino Unido, se reúne com defensores do Brexit e aumenta pressão para um divórcio sem acordo com Bruxelas”. Na capa do Estadão.

🕵Investigações:

“Caso Neymar: polícia intima acusadora. Vice da CBF diz que Neymar, que será titular hoje, não tem condições psicológicas de jogar Copa América”. Na capa do O Globo.

⚖️Justiça:

“Justiça Militar atua no limite da tolerância.” Na coluna de Elio Gaspari, no O Globo.

🧔 Lula:

“PGR defende semiaberto para Lula. Parecer foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ). Decisão sobre o que ocorrerá em relação ao cumprimento de pena pelo ex-presidente será colegiada e caberá aos cinco ministros da Quinta Turma”. Na capa do O Globo.

🌪 Meio Ambiente:

“Poluição vai causar mais 10 mil mortes. Novas regras para que caminhões e ônibus menos poluentes circulem nas cidades a partir de 2023 evitarão 150 mil mortes em 28 anos, provocadas por doenças. Se as medidas entrassem em vigor em 2020, como queriam ambientalistas, evitariam a morte prematura de 10 mil pessoas”. Na capa do Valor Econômico.

💼Política:

“Na oposição, o PT aparece mais nos discursos sobre o risco da volta do “socialismo” do que incomodando o governo.” Na coluna de Vera Magalhães, no Estadão.

💼Política:

“Relator esfria ímpeto por restrição a MPs. A proposta que restringe o número de medidas provisórias do Executivo a cinco por ano pode ter a simpatia de lideranças e do presidente do Senado, mas esbarra em um obstáculo: o relator da PEC na CCJ. Para o senador Esperidião Amin (PP-SC), o texto é muito duro.” Na Coluna do Estadão.

💼Política:

“Cade vira alvo de disputa entre governo e Congresso. Poderes. Parlamentares tentam influir na escolha de novos conselheiros do órgão que combate cartéis; nomes indicados por Moro e Guedes ainda têm de passar por sabatina”. No Estadão.

👴 Previdência:

“Tributação sobre salário é contestada. Advogados têm ido ao Congresso para tentar barrar a aprovação de um trecho da reforma da Previdência que aumenta de 27,5% para 33% a carga tributária sobre a folha de salários”. Na capa do Valor Econômico.

Destaque histórico:

“Em 05 de junho de 1945, após a rendição incondicional da Alemanha (II Guerra Mundial), o poder é transferido aos governos das quatro grandes potências (EUA, França, Grã-Bretanha e URSS).” No portal Terra.

👍Positivo:

“MPF fiscaliza lançamento de esgotos clandestinos na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Na semana do meio ambiente, MPF participa de operação conjunta para identificar poluição hídrica”. No site do MPF.

👎Negativo:

“Dos 55 presos mortos em Manaus, 22 eram provisórios”. No JB.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu