SINOPSE DA GRANDE MÍDIA: Orçamento impositivo e novas regras da Caixa para financiamento de casa própria são os destaques das manchetes dos jornais

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 208

🖋Edição: Sérgio Botêlho

📅 A 208 dias do fim do ano de 2019, hoje é quinta-feira, 06 de junho de 2019, 155º dia do ano.

📃 Manchetes do dia:

“Orçamento impositivo vira novo revés para o governo. Câmara aprova medida que torna obrigatórias emendas de bancadas estaduais”. Manchete de capa da Folha.

“Caixa reduz juro de imóveis e aumenta foco na classe média. Taxa recuou até 1,25 ponto percentual. Banco divulga programa de renegociação de dívidas”. Manchete de capa do O Globo.

“Caixa corta juros do crédito imobiliário e renegocia dívidas. Menor tarifa passará para 8,5% mais TR; banco deve lançar financiamento indexado pelo IPCA”. Manchete de capa do Estadão.

“Caixa corta juro e renegocia financiamentos de imóveis. A Caixa reduziu ontem as taxas de juros dos novos contratos de financiamento da casa própria e lançou programa de renegociação, no valor de R$ 10 bilhões, para regularizar a situação de 589 mil famílias inadimplentes com o pagamento de prestações do crédito imobiliário”. Manchete de capa do Valor Econômico.

📃 Editoriais do dia:

“Sem noção. Bolsonaro atenta contra evidências empíricas ao tentar mudar regras de trânsito”. Editorial da Folha.

“Manifesto pela Educação. A obtusa visão de Jair Bolsonaro sobre educação é tão perniciosa que anima vozes dos mais diferentes matizes político-ideológicos a sair em uníssono em defesa da área”. Editorial do Estadão.

“Aumento de mortes por armas de fogo põe em xeque decreto de Bolsonaro. Atlas da Violência mostra que mais de 65 mil pessoas foram assassinadas no país em 2017”. Editorial do O Globo.

“Em fase decisiva, reforma precisa incluir os Estados. Os governadores já foram beneficiados por várias renegociações de dívida. É politicamente irresponsável restringir a reforma previdenciária à União”. Editorial do Valor Econômico.

“Novo plano de ajuda aos estados é paliativo. O PEF é importante para aliviar as contas, mas superação da crise fiscal só com a reforma da Previdência”. Editorial do O Globo.

“Pouco espaço para reagir. Não há espaço nas contas públicas para estímulos fiscais nem segurança, neste momento, para o Banco Central cortar os juros”. Editorial do Estadão.

“Ogro filipino. Teme-se que Rodrigo Duterte possa tentar uma fórmula de perpetuar-se no poder”. Editorial da Folha.

“Distante da Paz Celestial. Um observador desavisado esperaria que abertura ao capitalismo desencadeasse inexoravelmente liberdades políticas. Ocorreu o oposto”. Editorial do Estadão.

📊 Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) caiu 1,42%, nessa quarta-feira, 05, fechando o dia a 95.999 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,99%, a R$ 3,90, e o euro também em alta de 0,30%, a R$4,36.

🔬 Ciência:

“Louvre fala em ceder peças a Museu Nacional”. Na capa do Estadão.

💲Economia:

“Estados terão mais prazo para ajustar gastos com pessoal. Medida prevista no socorro a estados prevê prazo de cinco anos para que governadores se enquadrem no limite de despesas com pessoal definido na Lei de Responsabilidade Fiscal. A mudança vai beneficiar 14 governos locais. Governadores que maquiaram contas também terão de se ajustar.” Na capa do O Globo.

💲Economia:

“STF adia ‘big day’ para a Petrobras”. Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

💲Economia:

“Furtos custam R$ 150 mi por ano à Petrobrás. Os furtos em dutos de transporte de petróleo e derivados causam prejuízo de R$ 150 milhões por ano à Petrobrás. Para evitar mais perdas, a estatal vai lançar programa para tentar coibir os crimes. Na maior parte das vezes, o foco dos criminosos é o óleo bruto, mas também há furtos de gasolina, diesel e nafta petroquímica.” Na capa do Estadão.

💲Economia:

“O desequilíbrio estrutural da indústria faz com que qualquer imprevisto seja fatal”. Na capa do Estadão.

💲Economia:

“Caixa anuncia corte de juros no crédito imobiliário. As reduções de taxas ocorrem tanto no Sistema Financeiro da Habitação, para imóveis até R$ 1,5 milhão e que permite o uso do FGTS, como no Sistema Financeiro Imobiliário, para valores superiores. O banco também vai oferecer alternativas para renegociação de financiamento habitacional em atraso, o que atinge 600 mil famílias.” Na capa da Folha.

💲Economia:

“Fundos ativos de Guedes receberam R$ 227 mi. Fundos de investimento em participações criados pelo ministro, ainda ativos no mercado, receberam o valor do BNDES e da Previ (previdência de funcionários do BB).” Na capa da Folha.

💲Economia:

“Concessão terá seguro cambial para atrair estrangeiros. O governo estuda a inclusão de um seguro cambial nos contratos de concessões de rodovias federais. O seguro é uma forma de proteção (hedge, no jargão do mercado) contra desvalorizações abruptas do real em relação ao dólar. A medida atende a uma demanda de investidores estrangeiros”. Na capa do Valor Econômico.

💲Economia:

“Projeções para o PIB de 2019 caminham para perto de 0,5%. Diante da queda do PIB no primeiro trimestre e da perspectiva de fraco crescimento de abril a junho, um avanço de 1% da economia em 2019 já é considerado muito otimista”. Na capa do Valor Econômico.

👨‍🎓Educação:

“UFF receberá centro de pesquisa que é referência global em História. Biblioteca com mais de 20 mil títulos do Centro Fernand Braudel foi doada pela Universidade do Estado de Nova York.” Na capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Nova regra livra 1,4 milhão de motoristas de perder a carteira. O projeto que dobra o limite de pontos para a suspensão da CNH permitiria que 1,4 milhão de motoristas infratores do Rio de Janeiro e de São Paulo, que têm entre 20 e 39 pontos na habilitação, continuassem a dirigir. Estudiosos afirmam que projeto beneficia o infrator em detrimento da sociedade.” Na capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Em SP, só 6,3% dos motoristas têm mais de 20 pontos na CNH. No Estado de São Paulo, 1,5 milhão de motoristas (6,36%) acumularam 20 ou mais pontos na CNH nos últimos 12 meses e o número de documentos suspensos caiu de 560 mil para 434 mil entre 2017 e 2018. Outros 17,9 milhões não têm nenhum ponto. Dados contradizem argumentos do governo para aumentar o limite de pontos na CNH.” Manchete de capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Afrouxar regras de trânsito é projeto nefasto”. Na coluna de Ascânio Seleme, no O Globo.

🏛 Governo:

“Governo quer enxugar estrutura do ICMBio”. Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Jair Bolsonaro ao mesmo tempo respeita e despreza as regras do “sistema” político.” Na coluna de William Waack, no Estadão.

🏛 Governo:

“Amigo de Bolsonaro ganha cargo de R$ 55 mil. Reprovado na avaliação para assumir gerência executiva da Petrobras, Carlos Nagem, amigo pessoal de Jair Bolsonaro, foi nomeado assessor da presidência da estatal.” Na capa da Folha.

🌐Internacional:

“Argentina pede aceleração do acordo com EU. A principal demanda do governo argentino para o presidente Jair Bolsonaro, que chega hoje a Buenos Aires, será pela aceleração da negociação do acordo comercial do Mercosul com a União Europeia”. Na capa do Valor Econômico.

🕵Investigações:

“Dersa orientou a não fiscalizar Rodoanel Norte, diz consórcio. Consórcio contratado por R$ 19,3 milhões para fiscalizar as obras do Rodoanel Norte informou, em documento enviado ao MPF e à Dersa, que recebeu “orientação” da própria estatal para não medir os serviços executados. Um segundo documento, de outro consórcio, mostra problema estrutural em dois túneis no mesmo trecho.” Na capa do Estadão.

🕵Investigações:

“Ex-assessor de Flávio tem boom patrimonial. O policial militar Wellington da Silva declarou em 2016 ter mais da metade de seus bens em dinheiro. Ele teve salto patrimonial de 1.000% no período em que atuou na Alerj.” Na capa da Folha.

🕵Investigações:

“Hacker invade celular de Sergio Moro e troca mensagens por horas”. Na capa da Folha.

🧔 Lula:

“Caminho de Lula para o semiaberto passará por juíza linha-dura”. Na capa da Folha.

💲 Negócios:

“Ações já não pagam dívida da Odebrecht. Depois da forte queda na bolsa nos últimos dias, as ações da Braskem detidas pela Odebrecht passaram a ser insuficientes para cobrir as dívidas para as quais foram dadas em garantia”. Na capa do Valor Econômico.

💲 Negócios:

“Fiat desiste de fusão com Renault. A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) informou ontem à noite que retirou a proposta de fusão feita à francesa Renault. De acordo com comunicado da empresa, “ficou claro que não existem condições políticas na França para que uma combinação desse tipo prossiga”. Na capa do Valor Econômico.

💲 Negócios:

“Loggi chega a US$ 1 bi e é novo ‘unicórnio’. A startup Loggi, dona do aplicativo de entregas por motoboys voltado ao público corporativo, acaba de receber uma nova rodada de investimentos de US$ 150 milhões. Com isso, atingiu um valor de mercado de US$ 1 bilhão e tornou-se o nono “unicórnio” brasileiro”. Na capa do Valor Econômico.

💼Política:

”Câmara muda regra e limita vigência de MPs.” Na capa do Estadão.

💼Política:

“Comissão adia discussão sobre liberação de crédito extra para o governo”. Na capa da Folha.

Violência:

“Guerra de facções levou a recorde de homicídios. Segundo o Atlas da Violência, em 2017 o Brasil teve um recorde de 65.602 assassinatos. O aumento, de acordo com especialistas, foi causado pela guerra entre as duas maiores facções do Rio e de São Paulo, deflagrada pelo país e que levou à explosão de homicídios em estados do Nordeste e do Norte.” Na capa do O Globo.

Violência:

“75% das vítimas de homicídio no País são negras. Nessa parcela da população, a taxa de mortes chega a 43,1 por 100 mil habitantes – para não negros, a taxa é de 16 por 100 mil, segundo o Atlas da Violência.” Na capa do Estadão.

Destaque histórico:

“O Dia D da Segunda Guerra. Em 6 de junho de 1944, conhecido como o Dia D, os Aliados fizeram o desembarque na Normandia com a Operação Overlord. Este foi o ponto decisivo para a vitória contra os nazistas. Na operação, as forças aliadas tiveram 2.400 baixas contra 1.200 dos alemães. Ao final do dia, 34 mil soldados já tinham desembarcado.” No portal Terra.

👍Positivo:

“Compromisso do MPF na defesa dos direitos sociais dos povos tradicionais é reafirmado em evento no Vaticano”. Site do MPF.

👎Negativo:

“Brasil perde jovens para violência em patamar de países como Haiti, aponta Atlas da Violência”. Na BBC-News.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu