Governo e economia, Previdência, críticas do presidente a Olavo de Carvalho, caminhoneiros, Lei Rouanet, Trump e STF X FakeNews são destaques da mídia

Congresso com o Palácio do Planalto e Lago ao fundo. Crédito da foto: Sérgio Botêlho

Política econômica do governo e Reforma da Previdência são os destaques maiores das manchetes dos grandes jornais. Críticas do presidente Bolsonaro a Olavo de Carvalho, caminhoneiros, redução do teto da Lei Rouanet, Trump e inquérito do STF sobre FakeNews são outras matérias de relevo no noticiário. “Ministérios divergem sobre a devolução de concessões de aeroportos e rodovias”, informa a manchete de capa do Valor Econômico. “Governo atende Centrão e espera que CCJ vote reforma”, diz a do Estadão. “Governo aceita mudar texto para votar Previdência hoje”, destaca a da Folha. “Por votos, governo cede, mas mantém a meta da reforma”, conta a do O Globo.

? Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 164

?Edição: Sérgio Botêlho

? A 252 dias do fim do ano de 2019, hoje é terça-feira, 23 de abril de 2019, 113º dia do ano.

? Editorial: Política econômica do governo e Reforma da Previdência são os destaques maiores das manchetes dos grandes jornais. Críticas do presidente Bolsonaro a Olavo de Carvalho, redução do teto da Lei Rouanet, Trump e inquérito do STF sobre FakeNews são outras matérias de relevo no noticiário. “Ministérios divergem sobre a devolução de concessões de aeroportos e rodovias”, informa a manchete de capa do Valor Econômico. “Governo atende Centrão e espera que CCJ vote reforma”, diz a do Estadão. “Governo aceita mudar texto para votar Previdência hoje”, destaca a da Folha. “Por votos, governo cede, mas mantém a meta da reforma”, conta a do O Globo.

? Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou estável com alta de 0,01%, a 94.588 pontos, enquanto o dólar terminou o dia também em leve alta de 0,08%, a R$3,93, e o euro também em alta de 0,27%, a R$4,43.

?? Brasil:

“Camus, em viagem ao Brasil, disse: “O Brasil me faz pensar num edifício corroído por traças invisíveis. Um dia desabará”. Na coluna de Humberto Werneck, no Estadão.

?️ Cidades:

“Greve de garis {no Rio} dura pouco, mas na quinta pode ser retomada. Paralisação de garis da Comlurb prejudica limpeza em vários bairros da cidade.” Na capa do O Globo.

?Economia:

“A estagnação nas fábricas. Passados quase seis meses da apuração do segundo turno, empresários da indústria continuam à espera de um sinal de Brasília para pisar no acelerador.” Editorial do Estadão.

?Economia:

“Desconfiança e ausência de incentivo fiscal freiam doações. Para especialistas, faltam incentivos fiscais para estimular grandes fortunas a destinar mais recursos a projetos no país.” Na capa do O Globo.

?‍?Educação:

“A CPI das Universidades. Objeto da CPI é vago o bastante para ser entendido como uma tentativa de interferir na autonomia universitária.” Editorial do Estadão.

? Governo:

“Ministérios divergem sobre a devolução de concessões. Divergências entre os ministérios da Infraestrutura e da Economia estão impedindo que operadoras privadas de aeroportos e rodovias devolvam amigavelmente à União concessões consideradas problemáticas.” Manchete de capa do Valor Econômico.

? Governo:

“Sob pressão de militares, Bolsonaro critica Olavo. Após novo ataque ao vice e a representantes das Forças no Planalto, presidente afirma em nota que as declarações de Olavo ‘não contribuem’ com os objetivos do governo”. Na capa do Estadão.

? Governo:

“Teto de projeto na Lei Rouanet cairá para R$ 1 milhão. Mudanças devem ser publicadas na quarta-feira, no ‘Diário Oficial’”. Na capa do Estadão.

? Governo:

“Bolsonaro recua e critica fala de Olavo sobre militares.” Na capa do O Globo.

? Governo:

“Bolsonaro faz crítica a Olavo após reação de ala militar.” Na capa da Folha.

?Internacional:

“Relatório desconstrói governo e anima oposição a Donald Trump. Não se vê chance de impeachment, mas investigação municia bastante os Democratas para o ano que vem.” Editorial do O Globo.

?Internacional:

“A lição da Unasul. Longa crise por que passa a organização não produz qualquer resultado além de expor ainda mais a pobreza dos desígnios que inspiraram sua criação.” Editorial do Estadão.

?Internacional:

“Páscoa sangrenta. Sri Lanka sofre um dos atentados terroristas mais brutais dos últimos tempos.” Editorial da Folha.

?Internacional:

“Trump aperta sanções e Irã ameaça fechar rota de Ormuz. O governo de Donald Trump surpreendeu ontem com o aperto das sanções ao Irã e anunciou que não serão renovadas as isenções concedidas a oito países para comprar petróleo iraniano.” Na capa do Valor Econômico.

?Internacional:

“Populismo e prévia eleitoral frustram mercado argentino. O mau humor do mercado argentino é explicado pela falta de confiança no pacote econômico do governo Macri, que prevê congelamento de preços de itens da cesta básica por seis meses, visto como eleitoreiro.” Na capa do Valor Econômico.

?Internacional:

“Exemplo de tolerância entre contrários. As posições ideológicas estão tão extremadas em nossos dias que o que era considerado “o debate do século”, entre o filósofo e cientista social esloveno Slavoj Zizek, ícone da esquerda mundial, e o psicólogo canadense Jordan Peterson, representante da direita radical, cujos programas na internet atraem milhares de seguidores pelo mundo digital, foi considerado frustrante. Mesmo traçando rotas distintas, Zizek e Peterson terminaram o debate fazendo apelos à compreensão entre adversários de ideias. Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

?Investigações:

“Planilha cita R$ 3,5 mi da Odebrecht a taxista. Motorista foi apontado como portador de propina que resultou na condenação, em 2018, do ex-presidente da Petrobrás Aldemir Bendine.” Na capa do Estadão.

⚖️Justiça:

“STF fez de forma errada o que poderia ter feito certo. O STF fragilizou-se diante de investidas, muitas delas antidemocráticas, contra seus poderes.” Editorial do Valor Econômico.

⚖️Justiça:

“Toffoli vai mandar ao MPF conclusão de inquérito. Contestada pela Procuradoria, investigação apura ameaças a magistrados da Corte.” Na capa do Estadão.

⚖️Justiça:

“Empresário pede à Justiça para vender sítio de Atibaia. Fernando Bittar solicita a juiz autorização para leiloar a propriedade, pivô da 2ª condenação de Lula na Lava Jato.” Na capa do Estadão.

⚖️Justiça:

“Não se pode afetar honra, diz ministro ao explicar censura. O ministro do STF Alexandre de Moraes citou o prejuízo à honra para justificar sua decisão, depois revogada, de censurar reportagem com menção a o presidente da corte, Dias Toffoli. Moraes defendeu manter as investigações sobre fake news.” Na capa da Folha.

?Política:

“A comédia da Ucrânia e a nossa. Na Ucrânia, um humorista aproveitou a revolta com os políticos e virou presidente. Por aqui, a comédia começou depois da eleição.” Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.

? ? Política e Previdência:

“Governo atende Centrão e espera que CCJ vote reforma. Quatro pontos do texto da Previdência, que não teriam impacto financeiro, foram retirados; oposição vai à Justiça.” Manchete de capa do Estadão.

? ? Política e Previdência:

“Governo aceita mudar texto para votar Previdência hoje. Maia anuncia acordo para liberar pareceres e não atrasar trâmite da reforma na CCJ”. Manchete de capa da Folha.

? ? Política e Previdência:

“Por votos, governo cede, mas mantém a meta da reforma. Retirada de 4 pontos do texto não afeta economia de R$ 1 tri em dez anos.” Manchete de capa do O Globo.

? ? Política e Previdência:

“Governo exclui itens polêmicos da reforma. O governo encaminhou emendas para suprimir pontos de sua proposta de reforma da Previdência na expectativa de que, com isso, o texto saia menos desidratado da votação na CCJ da Câmara.” Submanchete de capa do Valor Econômico.

? ? Política e Previdência:

“Com o culpado número 1, Jair Bolsonaro, blindado, a culpa pelas derrotas da reforma na CCJ sobra para o número 2, Onyx Lorenzoni.” Na coluna de Eliane Cantanhêde, no Estadão.

? Previdência:

“Reforma da Previdência pede urgência. Economia não cresce, e desemprego aumenta ao mesmo tempo em que projeto não avança no Congresso.” Editorial do O Globo.

? Previdência:

“Ministério nega, outra vez, acesso a documentos. O Ministério da Economia se negou ontem novamente a abrir pareceres e estudos técnicos que embasaram a PEC da Previdência. Em resposta a um recurso feito pela Folha, a pasta reiterou que a consulta aos documentos é restrita a servidores públicos e autoridades.” Na capa da Folha.

? Previdência:

“Sigilo injustificável. Ministério nega de modo descabido acesso a dados sobre a reforma da Previdência.” Editorial da Folha.

? Previdência:

“Apesar de o governo alardear R$ 1 trilhão de economia com a reforma da Previdência, cálculos preliminares do Instituto Financeiro Independente do Senado (IFI) estimam que a proposta de Paulo Guedes, no melhor dos mundos para o ministro (sem alterações significativas do Congresso), trará um alento de R$ 972 bilhões em 10 anos. Para elaborar o relatório, o IFI projetou os efeitos fiscais do projeto com base no modelo da Lei de Diretrizes Orçamentárias. Até agora, a Economia não abriu as planilhas de cálculo, o que tem gerado desgaste.” Na Coluna do Estadão.

? Previdência:

“Por que guardar a sete chaves os papéis da Previdência?” Na coluna de Ranier Bragon, na Folha.

? Protestos: “Reajuste dos fretes afasta risco de greve. Após quase cinco horas de reunião entre o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e líderes de caminhoneiros, o governo conseguiu afastar o risco de uma greve da categoria.” Na capa do Valor Econômico.

dfASSA

? Protestos:

“Frete atrelado a diesel faz caminhoneiro descartar greve. Depois de encontro com o governo e a promessa de que preço de frete será fiscalizado, líderes afirmam que ‘categoria está confiante’” Na capa do Estadão.

? Protestos:

“Greve de caminhoneiros é descartada após reunião. Após reunião de quase cinco horas com o governo, categoria fecha acordo que garante fiscalização do preço do frete, além de atrelar o reajuste da tabela ao valor do diesel. Ministro diz que multas injustas serão revistas.” Na capa do O Globo.

? Segurança Pública:

“Carros são mais furtados pela manhã em SP. Segurança Pública. Pesquisa da Fecap mostra que ocorrências são também frequentes na zona leste, onde estão seis dos dez bairros com maior incidência, e acontecem mais pela manhã. Número geral de casos está em queda, mas representa cem furtos diários.” Na capa do Estadão.

? Segurança Pública:

“País tem 11% menos acidentes nas estradas no feriado. Polícia Rodoviária Federal (PRF) aponta redução de casos graves e mortes nas rodovias federais durante a Semana Santa em comparação a anos anteriores. Número de feridos e de condutores alcoolizados aumentou.” Na capa do O Globo.

Destaque histórico:

“Em 23 de abril de 1616, morre William Shakespeare, escritor inglês, autor de Romeu e Julieta, Hamlet, entre outras obras.” No portal Terra.

?Positivo:

“Cirurgia pioneira no cérebro dá sons e voz a menina 100% surda.” Na BBC Brasil.

?Negativo:

“Jornalista relata caso de racismo durante check-in para Paris. Igi Ayedun embarcou do aeroporto de Viracopos, interior de São Paulo.” No Globo.com.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments