Sinopse do noticiário (24.03.2017)

Edição: Sérgio Botêlho

 

MANCHETES DOS JORNAIS: Odebrecht comprou tempo de TV de PCdoB, PROS e PRB para Dilma. Ex-diretor diz que empresa deu dinheiro aos partidos a pedido de tesoureiro petista. Alexandrino Alencar contou ter negociado os pagamentos em reunião com dirigentes das três siglas. Manchete do jornal O Globo. (…) Senado articula versão mais branda para terceirização. Negociação envolve Planalto e Câmara, que aprovou projeto anteontem; governo teria 2 textos para costurar lei final. Manchete do jornal Estado de São Paulo. (…) Dilma sabia de caixa dois, afirma Marcelo Odebrecht. Depoimento ocorreu no TSE; ex-diretor Alexandrino Alencar deu detalhes do que seriam pagamentos ilegais a siglas aliadas. Manchete do jornal Folha de São Paulo. (…) Previdência: policiais civis do DF em situação incerta. Manchete do jornal Correio Braziliense. (…) Senado defende terceirização mais branda. Manchete do jornal Estado de Minas. (…) Senado pode alterar lei de terceirização da Câmara. Manchete do jornal Zero Hora, do RS (…) Terceirização vai depender da Justiça. Ainda que ofereça mais segurança às empresas que pretendam terceirizar funcionários, o projeto de lei nº 4.302/1998, aprovado na quarta-feira pela Câmara dos Deputados, não livra as companhias de possíveis problemas na Justiça do Trabalho. Especialistas recomendam cautela. Manchete do jornal Valor Econômico. (…) Terceirização criará vagas, mas arrecadação deve cair. Manchete do jornal DCI-Diário, Comércio, Indústria e Serviços online. (…) Senado também vai votar terceirização, afirma Eunício. Manchete do Jornal do Senado. (…)

 

MANCHETES DOS SITES DE NOTÍCIAS: Lauro Jardim: Delator diz como comprou tempo de TV para campanha de Dilma em 2014. Alexandrino Alencar, ex-diretor da Odebrecht, revelou que deu a três partidos um total de RS$ 21 milhões no caixa dois. Manchete da hora de O Globo online. (…) Marcelo Odebrecht diz ao TSE que ‘inventou’ campanha de Dilma em 2014. Empreiteiro afirma que a petista sabia do pagamento de despesas de campanha com caixa 2; ela nega. Manchete da hora do Estadão online. (…) Dilma sabia de caixa dois na campanha, diz Marcelo Odebrecht. Executivo prestou depoimento ao TSE; petista nega envolvimento com o empresário.  Manchete da hora da Folha online. (…) Mais de 5 milhões de contribuintes entregaram declaração do IR. Manchete da hora do Correio Braziliense online. (…) Estados Unidos endurecem as regras para vistos de turismo e negócios. Manchete da hora do Estado de Minas online. (…) Descontentamento. Volta dos pedágios no Rio Grande do Sul enfrenta exigências. Manchete da hora do jornal Zero Hora, do RS, online (…) Dilma sabia de caixa dois, afirma Marcelo Odebrecht. Manchete da hora do Valor Econômico online. (…) Senado propõe “atualizar” projeto sobre terceirização. Eunício diz que Casa tem função “revisora” e pode “revogar leis desatualizadas e adequá-las”. Manchete da hora do DCI-Diário, Comércio, Indústria e Serviços online. (…) Delator confirma ao TSE compra de partidos da chapa Dilma-Temer. Relato faz parte do depoimento de Alexandrino Alencar, da Odebrecht.  Manchete da hora da revista Veja online. (…) Marcelo Odebrecht afirma ao TSE que Dilma sabia de doações por caixa 2. Manchete da hora da revista Isto É online. (…) Poupar mais é a única saída para Previdência? Essa é a única solução real para o problema da aposentadoria, na opinião de Andrés Velasco, ex-ministro da Fazenda do Chile. Manchete da hora da revista Exame online. (…) BRF doou R$ 200 mil para o novo presidente da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados. Sergio Souza foi acusado pela ex-ministra Kátia Abreu de pressioná-la a manter fiscal investigado. Manchete da hora da revista Época online. (…) Operação Carne Fraca é frágil, mas uma coisa é certa: há corrupção. Manchete da hora da revista Carta Capital online. (…) Próximos 40 dias podem ser divisor de águas para a economia, diz ex-diretor do BC. Neste período, as discussões da reforma da Previdência devem ganhar força e podem ser reveladas as delações da Odebrecht. Manchete da hora da InfoMoney/Bloomberg online. (…) Supremo mantém ação penal contra Cunha na Lava Jato. Desde a cassação, processo está em tramitação na 13ª Vara Federal em Curitiba, sob o comando de Sérgio Moro. Manchete da hora do Jornal do Brasil online. (…) Marcelo Odebrecht afirma que Dilma sabia de doações por caixa 2. Manchete da hora do IG Últimas Notícias. (…) Operação Carne Fraca. Lista de ministério não cita suspeita de contaminação em granjas da BRF. Investigações revelam esquemas semelhantes em outros Estados. Forma de divulgação cria mal-estar entre PF e juiz da Carne Fraca.  Manchete da hora do UOL. (…) Tesoureiro de Dilma pediu caixa 2 para comprar partidos, diz ex-diretor da Odebrecht ao TSE. Ex-Odebrecht diz que entregou senha pessoalmente a Padilha. Edinho Silva solicitou R$ 35 milhões para 5 partidos, segundo delator. Manchete da hora do G1. (…) FHC reconhece que Aécio não é mais competitivo. . Manchete da hora do Brasil 247. (…) Agora, só falta ser preso. Odebrecht diz que Lula arrecada dinheiro quando presidente. Manchete da hora do Diário do Poder, de Cláudio Humberto (…) PT teme que depoimento de Marcelo Odebrecht complique Dilma. Manchete da hora do Blog do Camarotti. (…) De presidente para presidente. Hilberto Silva contou para o ministro Herman Benjamin que os codinomes Italiano e Pós-Itália foram dados pelo próprio Marcelo Odebrecht. Isso não é um simples detalhe.Manchete da hora de O Antagonista. (…) Sociedade civil se reúne em Brasília para discutir “saídas convergentes” para a crise. Venha discutir mudanças para ajudar o Brasil a superar as crises política e econômica e a corrupção. Participe, nesta sexta-feira (24), da segunda edição do Diálogos Congresso em Foco. Manchete da hora do Congresso em Foco. (…) Odebrecht faz de Dilma uma pobre sem-verdade. Manchete da hora do Blog do Josias. (…) Mais um duro golpe na fama de honesta de Dilma. Manchete da hora do Blog do Noblat. (…) Eu costumo ter razão, diz Trump em entrevista à Time. Das declarações de que os muçulmanos comemoraram o 11 de setembro até as acusações contra Barack Obama, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu nesta quinta-feira suas polêmicas afirmações apelando para seu “instinto”.Manchete da hora da Agência France-Press-Brasil. (…) O perfil do terrorista doméstico, o maior temor das autoridades britânicas. Manchete da hora da BBC Brasil. (…) Governo estuda mexer em aposentadoria rural e regras de transição para facilitar aprovação da reforma. Manchete da hora da Agência Reuters. (…) Dilma sabia de caixa 2. Odebrecht contou que pagou R$ 150 milhões para as campanhas de 2010 e de 2014. Valor foi negociado com o PT.. Manchete da hora do site da rádio CBN. (…) Odebrecht explica ao TSE relação intensa com governo Dilma. Delator conta como comprou tempo de TV à Dilma-Temer. Manchete da hora do site Globo.com (…) Dar argumentos aos inimigos das operações policiais cria o ambiente ideal para os criminosos. Manchete da hora da BandNews. (…) Dilma Rousseff sabia do uso de caixa dois em campanha, diz Marcelo Odebrecht. Manchete da hora do site do jornal Hora 1(05hs da manhã), da Globo. (…) . Manchete da hora do site do Jornal da Globo, que foi ao ar a zero hora desta madrugada. (…) Senado pode votar projeto para atualizar texto da Câmara sobre terceirização. Manchete da hora da Agência Brasil.

 

ALCKMIN. Alckmin busca, por 2018, apoio em áreas em que Aécio é influente. Primeira página do jornal Folha de São Paulo. (…)

 

CARNE FRACA/OPERAÇÃO. Barreira à carne vira barganha. A China já impediu a entrada de 50 mil toneladas de carne brasileira no país. O governo avalia que chineses querem usar a operação da PF como pretexto para barganhar regras e facilitar investimentos no Brasil. Primeira página do jornal O Globo. (…) JBS suspende produção de carne bovina por três dias. O grupo JBS anunciou a suspensão, por três dias, da produção de carne bovina em 33 das 36 unidades da empresa no Brasil. A suspensão é reflexo da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal, que provocou redução na demanda e bloqueio de exportações. O grupo informou ainda que todas as unidades passarão a ter uma redução de 35% na produção. Primeira página do jornal Estado de São Paulo. (…)

 

DELAÇÕES/ODEBRECHT. Em sua delação premiada, Alexandrino Alencar, ex-diretor da Odebrecht, relatou ter comprado o tempo de TV de três partidos — PRB, PCdoB e PROS — para a campanha de Dilma Rousseff em 2014, revela LAURO JARDIM. A pedido do petista Edinho Silva, tesoureiro da campanha, ele se reuniu com dirigentes das siglas e deu R$ 7 milhões a cada um. Com o PRB, a negociação, na sede da empreiteira, foi com o atual ministro Marcos Pereira (Indústria e Comércio). Primeira página do jornal O Globo. (…)Há quase unanimidade contra o sigilo das delações. Artigo de Merval Pereira, no jornal O Globo. (…) Empreiteiro: ex-presidente sabia de caixa 2. Marcelo Odebrecht revelou ao TSE que Dilma sabia que a empreiteira estava usando o caixa dois para pagar o marqueteiro João Santana, na campanha de 2014. Disse ainda que doou R$ 50 milhões na eleição como contrapartida à aprovação da MP 470, que permitiu refinanciar dívida da Braskem. Primeira página do jornal O Globo. (…) Odebrecht diz que ‘inventou’ campanha de Dilma em 2014. O ex-presidente da construtora Odebrecht, Marcelo Odebrecht, afirmou ao TSE que “inventou” a campanha de reeleição da presidente cassada Dilma Rousseff, em 2014. As declarações constam do depoimento prestado no dia 1.º, na ação que pede cassação da chapa Dilma- Temer por suposto abuso de poder político e econômico. Odebrecht disse também que a presidente cassada sabia do pagamento de despesas de campanha por caixa 2. Dilma chamou as acusações de “levianas”. Primeira página do jornal Estado de São Paulo. (…)

 

DÓRIA. Jogo do Brasil tem propaganda de Doria paga por empresário. Durante j ogo da seleção no Uruguai, placas publicitárias eletrônicas do estádio apresentaram para a audiência no Brasil a logomarca do Cidade Linda, programa do prefeito de SP, João Doria (PSDB). A exposição ocorreu graças à doação de um empresário amigo, o dono da farmacêutica Ultrafarma, Sidney Oliveira, que cedeu minutos de exposição de marca. Primeira página do jornal Folha de São Paulo. (…)

 

EDITORIAIS. Ruídos na mudança de rota na reforma da previdência. A história das reformas da Previdência pode, então, se repetir. Grupos com maior poder de pressão tendem a se impor. Editorial do jornal Valor Econômico. (…) Recuo tático. Não deixa de inspirar receio a decisão do governo Michel Temer (PMDB) de excluir de sua proposta de reforma da Previdência servidores de Estados e municípios. Trata-se de revés considerável no propósito inicial de igualar as condições de aposentadoria oferecidas a todos os brasileiros, sejam homens ou mulheres, trabalhadores urbanos ou rurais, do setor público ou privado. Editorial do jornal Folha de São Paulo. (…) Assessor muito especial. Trocam-se os nomes, para que nada mude na essência. A frase, que com algum pessimismo se poderia aplicar a muito da política parlamentar brasileira, parece ter sido seguida à letra pela Assembleia Legislativa de São Paulo. Editorial II do jornal Folha de São Paulo. (…) Volta-se ao erro de mais impostos para evitar cortes. A possibilidade de aumento de impostos já tinha sido mencionada, mas, diante da esperada — e correta — reação negativa, foi recolhido o balão de ensaio. O próprio presidente Michel Temer admite a inconveniência, assim como o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. “A decisão de aumentar impostos no Brasil não é trivial, a carga (tributária) brasileira é muito alta”, reconhece o ministro. Editorial do jornal O Globo. (…) A prudência de saber-se falível. As palavras do ministro Herman Benjamin denotam madura compreensão da função do magistrado, sempre falível. Sem dúvida, essa prudência não é uma exceção no Poder Judiciário. Editorial do jornal Estado de São Paulo. (…) Mudam as contas, fica a meta. Há sinais de melhora na economia, mas o trajeto está mais difícil do que parecia. Editorial II do jornal Estado de São Paulo. (…) .Editorial III do jornal Estado de São Paulo. (…) As relações trabalhistas. A decisão da Câmara dos Deputados de permitir a ampliação do trabalho terceirizado no Brasil, com a contratação de mão de obra terceirizada sem restrições, nas empresas privadas e na administração pública, significa o início da flexibilização das normas que regem as relações de trabalho no país. Foi dado o primeiro passo concreto para que a retrógrada legislação trabalhista, da época da ditadura do Estado Novo de Getúlio Vargas, seja finalmente modificada, visando a modernização das relações entre empregados e empregadores. Editorial do jornal Correio Braziliense. (…) Mais um recado dos aliados de Temer. Embora o governo tenha aprovado o projeto de lei que regulamenta a terceirização no País, o placar emitiu um alerta da base aliada do Planalto no Congresso para a reforma da Previdência. Na Câmara dos Deputados, o projeto conseguiu 231 votos a favor e 188 contrários, bem aquém dos 308 votos – 77 a mais – que o governo precisa para aprovar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que altera as regras para aposentadorias e pensões. Editorial do jornal DCI-Diário, Comércio, Indústria e Serviços online. (…) Precarização é risco econômico. A aprovação nesta semana pela Câmara dos Deputados do projeto de terceirização ampla levantou – como era esperado – um debate que oscilou entre o técnico, o econômico e o social, com opiniões conflitantes e apaixonadas de ambos os lados. Uma dúvida pertinente é sobre o risco de precarização do trabalho e suas consequências no mercado nos próximos anos. Engana-se quem pensa que essa é apenas uma preocupação sindical. Editorial II do jornal DCI-Diário, Comércio, Indústria e Serviços online. (…)

 

EUNÍCIO. Empresa ligada a Eunício deve R$ 8,5 mi à União. Primeira página do jornal Estado de São Paulo. (…)

 

FEBRE AMARELA. Produção em alta, estoque em baixa. Em Bio-Manguinhos, maior fabricante de vacinas do país, a produção de doses para a imunização contra a febre amarela está na capacidade máxima. Mesmo assim, por causa da demanda, não há estoque. Primeira página do jornal O Globo. (…)

 

LAVA-JATO. Guerra insana entre Gilmar Mendes e Rodrigo Janot reproduz debate sobre limites da Lava Jato. Coluna de Eliane Catanhêde, no jornal Estado de São Paulo. (…) Fachin ordena que PF interrogue Sarney, Renan, Jucá e Sérgio Machado. Fachin ordena que PF interrogue Sarney, Renan, Jucá e Sérgio Machado. Os quatro são alvos de inquérito no STF no qual são acusados pela PGR de atrapalhar a Operação Lava Jato. Destaque da hora do Jornal do Brasil online. (…)

 

LULA. STF rejeita recurso e mantém processos de Lula com Sergio Moro. Petista tentava reverter decisão de Teori Zavascki, que havia enviado para o juiz de Curitiba casos relativos ao sítio de Atibaia e ao tríplex do Guarujá. Destaque da hora da revista Veja online. (…)

 

PREVIDÊNCIA. Regra diferente cria impasse. A decisão do governo de retirar os servidores municipais e estaduais da reforma da Previdência criou um impasse. Técnicos avaliam que há risco de o governo perder na Justiça uma eventual ação por ter regras diferentes para o funcionalismo. Primeira página do jornal O Globo. (…) Nova Previdência pode excluir só professores e policiais civis. Primeira página do jornal Folha de São Paulo. (…)

 

TERCEIRIZAÇÃO. Terceirização deve aumentar emprego. Para analistas, projeto que regulamenta esse tipo de contratação facilita abertura de vagas. O projeto aprovado pela Câmara que regulamenta a terceirização do emprego, inclusive nas atividades- fim das empresas, deverá facilitar a abertura de vagas, preveem economistas e advogados especialistas em mercado de trabalho. Para eles, as empresas terão segurança jurídica e mais flexibilidade para contratar, e lembram que a terceirização, hoje, já é uma realidade no país, mas sem a devida regulamentação. Há outro projet

You may also like

Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments