Sinopse do noticiário (10.06.2019)

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 212

🖋Edição: Sérgio Botêlho

📅 A 204 dias do fim do ano de 2019, hoje é segunda-feira, 10 de junho de 2019, 161º dia do ano.

📃 Manchetes do dia:

“Novo prazo para MPs dificulta ação do governo. Só 12 de 206 medidas editadas desde 2015 obedeceram a cronograma”. Manchete de capa do O Globo.

“Maia e Alcolumbre afirmam que eles e Bolsonaro têm de se aturar. Presidentes da Câmara e do Senado dizem que governo não tem base sólida, mas deve sobreviver”. Manchete de capa da Folha.

“Número de alunos da cota racial cresce 39% nas federais. A Lei de Cotas ampliou em 39% a presença de estudantes pretos, pardos e indígenas vindos de escolas públicas nas instituições federais de ensino superior entre 2012 e 2016”. Manchete do Valor Econômico.

“Legislativo e Judiciário têm sobra de R$ 7,7 bi nos Estados. Como esses Poderes são imunes a cortes nos repasses e contingenciamentos, dinheiro pode ser gasto em benefícios”. Manchete do Estadão.

📃 Editoriais do dia:

“Assembleias sem transparência e relevância. No conjunto, os 1.059 deputados estaduais do país custam mais de R$ 20 bilhões por ano aos cidadãos”. Editorial do O Globo.

“Mudanças no Código de Trânsito terão alto custo para a sociedade. Projeto de Bolsonaro propõe dobrar de 20 para 40 limite de pontos para perda da carteira de habilitação”. Editorial do O Globo.

“O Supremo se corrige. A decisão do STF dispensando autorização legislativa para a venda do controle de subsidiárias reparou sua intromissão em assunto exclusivo das estatais”. Editorial do Estadão.

“Privatização na lei. STF decide que venda de subsidiárias de estatais não depende do legislativo”. Editorial da Folha.

“Freios e contrapesos. Aprovado projeto de lei que acaba com a possibilidade de um ministro do Supremo Tribunal Federal tomar decisões monocráticas”. Editorial do Estadão.

“Inflação no rumo certo. Depois de um salto no começo do ano, a inflação voltou aos trilhos e está de novo no rumo da meta de 4,25%”. Editorial do Estadão.

“Maconha com ciência. Anvisa debate sobre a regulamentação do uso da erva para fins medicinais no Brasil”. Editorial da Folha.

“Cumprir regra de ouro será desafio para governo até 2022. Para 2020, a projeção de déficit é de R$ 264,9 bilhões e segue na casa de R$ 150 bilhões nos dois anos seguintes”. Editorial do Valor Econômico.

📃 Mais destaques do dia:

“Site diz que Lava-Jato e Moro atuaram em conjunto. The Intercept Brasil divulga conversa entre procurador da República e ministro da Justiça tratando de ações da Lava-Jato; eles afirmam que foram alvos de ‘hackeamento’ ilegal e negam irregularidade”. Na capa do O Globo.

“Moro discutiu Lava Jato com procurador do caso, diz site. O Intercept Brasil publicou conversa do então juiz Sérgio Moro com o procurador Deltan Dallagnol nas quais discutem questões da Lava Jato. Também há procuradores criticando o PT e o STF.” Na capa da Folha.

“PF investiga invasão de telefones de Moro e do MP. Investigações têm como foco apurar ataques contra celulares de procuradores e do então juiz Sérgio Moro; site divulgou supostos conteúdos”. Na capa do Estadão.

“Moro colaborou com MPF para ajudar Lava-Jato, diz site. O site “The Intercept” publicou ontem uma série de informações, baseadas supostamente em mensagens trocadas entre integrantes da força-tarefa da Operação Lava-Jato em Curitiba, sugerindo que o então juiz Sérgio Moro, responsável pelo caso, participou de articulações com o procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) no Paraná.” No Valor Econômico.

“Novo prazo para MPs dificulta ação do governo. Só 12 de 206 medidas editadas desde 2015 obedeceram a cronograma.” Na capa do O Globo.

“Relator pode propor nova regra de transição. Após reunião com líderes e bancadas, Samuel Moreira indica mudanças no texto da Previdência e adia entrega para quinta-feira”. Na capa do Estadão.

“Estados evitaram alterar Previdência de seus servidores. Governadores evitam elevar alíquota e recorrer à previdência complementar”. Na capa do O Globo.

“Entidades redigem textos de emendas à Previdência. Para manter privilégio ou incluir categorias em regimes especiais, entidades de classe redigiram propostas apresentadas por ao menos dez deputados com emendas suas à reforma da Previdência”. Na capa da Folha.

“Domingo de dez gols das seleções do Brasil. No último amistoso antes da Copa América, o Brasil masculino goleou Honduras por 7 a 0 no Beira-Rio. Em Grenoble, na França, a equipe feminina começou sua caminhada no Mundial com 3 a 0 sobre a Jamaica. No Brasileiro, o Botafogo venceu o CSA (2 a 1) e entrou no G4. No Fla-Flu, 0 a 0.” Na capa do O Globo.

“Salário da Vale aquece economia em Brumadinho”. Na capa da Folha.

“Com Toffoli, julgamento virtual avança no Supremo. Tecnologia. Número de casos analisados em sessões online cresceu 16,5% na gestão Toffoli; ferramenta é considerada essencial para fazer a fila de 36 mil processos andar”. Na capa do Estadão.

“Bolsonaro cobra aprovação de crédito suplementar. Presidente diz que oposição trabalha contra aval a projeto que garante recursos para pagar Bolsa Família e outros benefícios sociais. Votação que liberaria R$ 249 bilhões não ocorreu por falta de acordo em comissão”. Na capa do O Globo.

“Receitas da ‘indústria da multa’ são desconhecidas. Não há dados completos sobre todas as receitas de infrações de trânsito, que o presidente Jair Bolsonaro chama de “indústria da multa”. O assunto ficou em evidência na última semana, quando Bolsonaro enviou ao Congresso proposta para flexibilizar o Código Nacional de Trânsito”. Na capa do Valor Econômico.

“G-20 quer taxar gigante digital e multinacional. Gigantes digitais como Facebook, Google e Amazon deverão ter que pagar impostos onde estão os seus usuários, segundo novas regras internacionais que devem ser impostas a essas empresas”. Na capa do Valor Econômico.

📊 Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) volta a funcionar nesta segunda-feira, 10.

Destaque histórico:

“Guerra dos Seis Dias. No dia 10 de junho 1967, termina a Guerra dos Seis Dias. Israel se apodera do território egípcio situado ao leste do Canal de Suéz. O país ainda derrota o exército da Jordânia e ocupa a península de Sinaí. Durante o conflito, a Força aérea israelense atacou e destruiu a Força aérea egípcia no chão.” No portal Terra.

👍Positivo:

“Conferência internacional da OIT discute futuro do trabalho. No ano em que comemora 100 anos de sua criação, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) realiza, a partir de hoje (10), sua 108ª conferência, em Genebra (Suíça).”. Na Isto É online.]

👎Negativo:

“Juízes ‘punidos’ com aposentadoria receberam R$ 10 mi em 6 meses”. Na Record.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu