Manchetes dos grandes jornais têm temas diversos, mas, em comum, remetem a uma questão: a reforma da Previdência

Crédito da foto: Sérgio BotêlhoManchetes dos grandes jornais têm temas diversos, mas, remetem a uma questão, em comum: a reforma da Previdência. “Governo decreta sigilo sobre estudos que embasam reforma da Previdência”, comenta a Folha. “Aposentados são maioria em um terço das cidades”, conta o O Globo. “Deixado de lado por Bolsonaro, Congresso impõe agenda própria”, revela o Estadão. E tem mais…? Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 162?Edição: Sérgio Botêlho? A 254 dias do fim do ano de 2019, hoje é domingo, 21 de abril de 2019, 111º dia do ano.? Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) é fechada nos finais de semana.?Economia:“No Brasil, 14 milhões correm risco de voltar à pobreza. Segundo Banco Mundial, o indicador no país tem alta dependência de ciclo externo.” Na coluna de Érica Fraga, na Folha.?Economia:“O tabu do mínimo. Melhor caminho para retomar a valorização do piso salarial é desvinculá-lo dos benefícios da Previdência.” Editorial da Folha.?Economia:“Crise empareda governos estaduais. Um resultado do aumento de gastos previdenciários sem controle é a penúria dos sistemas de saúde.” Editorial do O Globo.?Economia:“Ordem é conversar com as máquinas. Com times multidisciplinares, empresas como Vivo e Bradesco usam assistentes de voz com inteligência artificial para atender clientes.” Na capa do Estadão.?Economia:“A frota brasileira de veículos voltou a envelhecer. A idade média dos automóveis em circulação no País é de 9,7 anos, a maior dos últimos 18 anos. Os caminhões têm média de 11,4 anos, a mais velha desde 2007. A tendência, até 2020, é piorar. A recuperação do mercado de veículos a partir de 2017, após quatro anos de queda no período da crise, ainda não conseguiu reverter o processo de envelhecimento da frota brasileira.” Na capa do Estadão.?‍?Educação:“Percentual de negros na Uerj passa de 2% para 12%. Primeira geração fala dos desafios que enfrentou.” Na capa do O Globo.?‍?Educação:“Os jovens e as ciências. É possível modernizar esses níveis de ensino com objetividade e rigor, sem perda de tempo com discussões ideológicas.” Editorial do Estadão.? Governo:“Defesa tem maior gasto com pessoal na década, e investimento militar cai. Despesas com ativos e inativos crescem R$ 7,1 bi em 2019, reflexo de aumento salarial.” Na Folha.? Governo:“Governo decreta sigilo sobre estudos que embasam reforma da Previdência. Cidadão não tem acesso a dados econômicos e sociais que sustentam a mudança na Constituição.” Manchete de capa da Folha.? Governo:“Bolsonaro ainda faz cara feia, mas governo negocia cargos. Presidente dança valsa atrapalhada enquanto auxiliares tentam formar base aliada.” Na coluna de Bruno Boghossian, na Folha.? Governo:“Bolsonaro ‘escapa’ de hotel e pilota moto nas ruas de Guarujá. Presidente passa o feriado de Páscoa em hospedaria do Exército no litoral paulista.” Na Folha.? Governo:“Mediocridade a perder de vista. Sem a liderança da Presidência, a reforma será magra; lenta recuperação sem rupturas à frente.” Na coluna de Samuel Pessôa, na Folha.? Governo:“Gol contra da Receita. Encontro do pai de Neymar com Bolsonaro faz supor que esteja em busca de atalho inadmissível.” Editorial da Folha.? Governo:“Bolsonaro terá nova chance, ao receber nos EUA o prêmio Pessoa do Ano, de melhorar sua própria reputação e a do Brasil no exterior.” Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.? Governo:“Data é propícia para o presidente refletir e apostar numa virada. Não há melhor momento para dar uma virada do que na Páscoa. Passadas as reflexões e homenagens que se faz durante a celebração do martírio e da morte de Cristo, comemora-se hoje o renascimento, a sobrevida, a virada.” Na coluna de Ascânio Seleme, no O Globo.? Governo:“Bolsonaro incentiva aliados que criticam Mourão nas redes sociais. A coluna teve acesso a um áudio de WhatsApp em que Bolsonaro lança algumas de suas marcas registradas verbais (“valeu aí” e “é isso aí”) para agradecer e, mais grave, incentivar um aliado que lhe informara que vinha criticando Mourão nas redes sociais.” Na coluna de Lauro Jardim, no O Globo.? Governo:“O ministro que se empenha em destruir o que devia proteger. Ricardo Salles transformou o ministério num playground dos ruralistas. Sua meta é destruir o que devia proteger.” Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.? Governo:“Nova política, velha e inepta. Desorganizado e acuado, o governo do presidente Jair Bolsonaro falhou até hoje na execução de novas políticas de alguma relevância.” Editorial do Estadão.? Governo:“A política externa e o interesse nacional. É hora de corrigir a rota para fugir das tempestades.” Artigo de Alberto do Amaral Junior, professor da Faculdade de Direito da USP, na Folha.? Governo:“Plano de privatização de Guedes sofre resistência. Ajuste. Empresas que estão no topo da lista do plano de desestatização estão até contratando pessoal; maiores obstáculos ao projeto de venda de estatais vêm dos ministérios de Ciência e Tecnologia, Agricultura, Minas e Energia e Infraestrutura.” Na capa do Estadão.? Governo:“Presidente tenta governar para seus eleitores, mas Guedes não está nem aí para votos e gurus.” Na coluna de Eliane Catanhêde, no Estadão.?Internacional:“De olho em eleição na Argentina, Brasil amplia esforço por acordo do Mercosul com União Europeia.” Na Folha.?Internacional:“Doações para catedral reacenderam debate sobre grandes fortunas.” Na coluna de Dorrit Harazim, no O Globo.?Internacional:“Argélia e Sudão encaram erros da Primavera Árabe. Incerteza ronda revoltas em Argélia e Sudão.” Na capa do O Globo.?Internacional:“Demanda por obras favorece corrupção no Peru.” Na capa do Estadão.?Investigações:“Planilha tem 187 entregas de dinheiro da Odebrecht. Planilha de transportadora de valores mostra o local, a data e quem recebeu R$ 97,5 mi.” Na capa do Estadão.⚖️Justiça:“Passada a fase mais aguda da crise gestada na esteira do inquérito que apura ataques e fake news contra o STF, forças da política e de outros tribunais se organizam para blindar a cúpula da corte. O presidente, ministro Dias Toffoli, tem a empatia de Rodrigo Maia (DEM-RJ), comandante da Câmara, e de dirigentes de siglas da direita à esquerda, do PRB ao PC do B. No STJ, apesar da certeza de que houve erro crasso na dosagem dos atos, a sensação é a de que se deve respaldar o Supremo.” Na Folha.⚖️Justiça:“Salvar o que resta. Desgaste maior do Supremo fortaleceria o plano da extrema direita.” Na coluna de Jânio de Freitas, na Folha.⚖️Justiça:“Inquérito do Supremo sobre fake news pode trazer avanço em legislação, diz advogado.” Na Folha.⚖️Justiça:“O Pacificador pôs fogo no STF. A promessa de Toffoli era parolagem, mas ninguém esperava tantos incêndios.” Na coluna de Elio Gaspari, na Folha.⚖️Justiça:“Um ‘espelho’ do presidente na PGR agravaria crise institucional. Mandato de Raquel Dodge na PGR confirmou temores sobre ela, e um sucessor de fora da lista tríplice pode aprofundar crise institucional.” Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.⚖️Justiça:“Parlamentares e dirigentes do PT estão preocupados com os efeitos colaterais da confusão no Supremo. Acham que a animosidade entre os ministros, agravada pelos caminhos e descaminhos do inquérito aberto por Dias Toffoli para investigar notícias falsas e pelo episódio da censura, pode inviabilizar qualquer tentativa de análise pela Corte da prisão em segunda instância, uma das portas que Lula sonha destravar juridicamente para deixar a prisão. O julgamento, considerado nitroglicerina pura, foi adiado e não tem data para voltar à pauta do STF.” Na Coluna do Estadão.? Mídia:“Programas de áudio ganham fôlego no streaming. Programas de áudio para serem ouvidos a qualquer hora retornam com força total na era do streaming e da falta de tempo. Lá fora e no Brasil, plataformas e produtores preparam suas armas para batalhar em uma indústria que dá passos cada vez mais firmes.” Na capa do O Globo.?Política:“Caciques ainda sobrevivem à gestão Bolsonaro. No novo governo, caciques seguem com influência em cargos federais nos estados.” Na capa do O Globo.?Política:“O diálogo é necessário. O pluralismo não é um mal, mas um grande bem, que deve ser protegido e valorizado.” Editorial do Estadão.?Política:“A cidade e os bárbaros. É preciso tornar à ideia da grande aliança contra os que corroem as bases da democracia liberal.” Artigo de Luis Sérgio Henriques, tradutor e ensaísta, no Estadão.?Política:“Deixado de lado por Bolsonaro, Congresso impõe agenda própria. ‘Empoderamento’ parlamentar inclui medidas para limitar poder do Executivo.” Manchete de capa do Estadão.?Política:“Equilíbrio entre Poderes. Para políticos experientes, a postura do Congresso não é uma retaliação ao governo, mas uma forma de buscar equilíbrio entre os Poderes.” Na capa do Estadão.? Previdência:“Aposentados são maioria em um terço das cidades. Em 1.874 municípios, eles superam o número de trabalhadores formais, que financiam os benefícios do INSS. Jovens migram atrás de oportunidades.” Manchete de capa do O Globo.?Protestos:“Na mira de Bolsonaro, encontro indígena deve reunir 5.000 em Brasília.” Na Folha.? Tragédia:“A dor de lidar com a falta de respostas. Cinco parentes de vítimas relatam a angústia com o descaso de autoridades.” Na capa do O Globo.? Tragédia:“Seria trágico se a comoção do suicídio sabotasse o trabalho dos procuradores peruanos.” Mario Vargas Llosa, no Estadão.⏳Destaques históricos:“Líder da revolta anti-colonialista, Inconfidência Mineira, Joaquim da Silva Xavier, o Tiradentes, foi enforcado e esquartejado em 21 de abril de 1792.” No portal Terra. “Em 21 de abril de 1960, a cidade de Brasília, nova capital federal do Brasil, é inaugurada solenemente pelo presidente Juscelino Kubitschek.” No portal Terra.?Positivo:“Não há sinal de recessão global nos próximos 12 meses, diz presidente da maior gestora do mundo.” Na Agência Estado.?Negativo:“Jovem queima ex-namorada enquanto ela dorme e foge”. No Jornal de Brasília.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


0 0 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments