Jornais destacam conflitos na Venezuela. Mas, tem muito mais…

Manchetes de capa dos grandes jornais do país destacam os conflitos dessa terça-feira, 30, na Venezuela. “Ação para derrubar Maduro desencadeia repressão, e Venezuela tem futuro incerto”, diz a do O Globo. “Líder da oposição tenta depor Maduro, mas ditador reage”, conta a da Folha. “Guaidó tenta derrubar governo; Maduro resiste”, mostra a do Estadão.

? Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 172

?Edição: Sérgio Botêlho

? A 244 dias do fim do ano de 2019, hoje é quarta-feira, 01 de maio de 2019, 121º dia do ano.

? Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 0,17% a 96.353 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,23%, a R$3,94, e o euro também em alta de 0,48%, a R$4,40.

?Economia:

“Emprego em crise: Falta vaga para um em cada 4 trabalhadores brasileiros, diz IBGE.” Na capa do O Globo.

?Economia:

“Desempregados levam quase 1 ano em busca de trabalho.” Na capa do Estadão.

?Economia:

“Mercado subutiliza 1 a cada 4 trabalhadores, aponta IBGE.” Na capa da Folha.

?Economia:

“Ford e sindicato fazem acordo para fechamento de fábrica no ABC.” Na capa da Folha.

?‍?Educação:

“Ensino superior e planejamento. Além de problemas administrativos e falhas nas plataformas digitais, erro cometido pela Univesp em seu projeto de expansão foi de planejamento.” Editorial do Estadão.

? Governo:

“MP que facilita atividade empresarial é assinada”. Na capa do O Globo.

? Governo:

“MP da liberdade econômica potencializa as reformas. País tem chance de sair da péssima colocação em rankings mundiais sobre o ambiente de negócios.” Editorial do O Globo.

? Governo:

“MEC corta 30% da verba das universidades federais.” Na capa do O Globo. “Bloqueio de verba de universidades ignora desempenho.” Na capa da Folha.

? Governo:

“Para Bolsonaro, juros de bancos públicos são altos”. Na capa do Estadão.

? Governo:

“Falta a Sérgio Moro uma bancada que o defenda no Congresso dos que querem reduzir seu tamanho, obtido na Lava Jato.” Na coluna de Vera Magalhães, no Estadão.

? Governo:

“Salvo-conduto de Bolsonaro a ruralista esbarra na Constituição”. Na capa da Folha. “Legítima defesa. Proposta revela não só a feição populista do governo como a ignorância do presidente da legislação penal vigente.” Editorial do Estadão.

?Internacional:

“Ação para derrubar Maduro desencadeia repressão, e Venezuela tem futuro incerto. Guaidó convoca tropas, mas cúpula se mantém fiel ao regime. Blindados avançam contra manifestantes; há 78 feridos. 25 militares se refugiam na embaixada brasileira.” Manchete de capa do O Globo.

?Internacional:

“Guaidó tenta derrubar governo; Maduro resiste. Opositor venezuelano mobilizou parte dos militares, mas não obteve apoio da cúpula das Forças Armadas.” Manchete de capa do Estadão.

?Internacional:

Líder da oposição tenta depor Maduro, mas ditador reage. Movimento encabeçado por Juan Guaidó tem apoio parcial de militares; cúpula se diz leal a regime.” Manchete de capa da Folha.

?Internacional:

“Bolsonaro não cogita intervenção militar no país.” Na capa do O Globo. “Brasil não pretende intervir”. Na coluna de Roberto Godoy, no Estadão.

?Internacional:

“Grupo de Lima se reúne sexta-feira sem a presença de Ernesto Araújo.” Na coluna de Bela Megale, no O Globo.

?Internacional:

“Ação fracassa, mas Maduro está no fim.” Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

?Internacional:

“Juan Guaidó é presidente legítimo ou golpista?”. Na coluna de Pedro Doria, noi O Globo.

?Internacional:

“Guerra civil seria terrível para país e seus vizinhos”. Na coluna de Guga Chacra, no O Globo.

?Internacional:

“Novos protestos mostram ditadura mais debilitada”. Editorial do O Globo.

?Internacional:

“‘Opositor fracassou’”. Na capa do Estadão. “O destino dos opositores. O problema do chavismo agora não é mais responder à intentona. É o que fazer com os opositores Juan Guaidó e Leopoldo López.” Na coluna de Carlos Romero, no Estadão.

?Internacional:

“Novos protestos mostram ditadura mais debilitada. Indefinição na Venezuela reforça saída de Maduro como única opção para evitar mais violência”. Editorial do O Globo.

?Internacional:

“O que surpreende é por que uma insurreição tardou tanto a explodir”. Na coluna de Clóvis Rossi, na Folha.

?Internacional:

“Preço do ovo, salário e petróleo contam um pouco da vida no país vizinho.” Na coluna de Vinícius Torres Freire, na Folha.

?Investigações:

“Léo Pinheiro diz que Lula pressionou OAS para ajudar ex-assessora.” Na capa da Folha.

?Investigações:

“Laranja ostentação. PF vê indícios concretos de fraude em candidaturas do PSL, mas Bolsonaro mantém ministro.” Editorial da Folha.

Obituário:

“Cantora nunca separou o palco do palanque”. Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.

? Previdência:

“Sem reforma, sobra o atoleiro. O governo continua preso no atoleiro das contas públicas. Há cada vez menos verbas até para a operação da máquina pública no dia a dia.” Editorial do Estadão.

? ?‍? ? ?Protestos:

“1º de Maio da oposição. Oposição quer transformar a festa do Dia do Trabalho, hoje em SP, em grande ato contra o governo. Centrais sindicais estarão juntas pela primeira vez.” Na capa do Estadão.

Destaque histórico:

“O Dia do Trabalho foi criado em 1889 por um Congresso Socialista realizado em Paris. A data foi escolhida em homenagem à greve geral que aconteceu em 1º de maio de 1886 em Chicago, principal centro industrial da época. Os trabalhadores protestavam contra as condições desumanas de trabalho.” No portal Terra.

?Positivo:

“Contrariando MEC, ranking mostra melhora em universidades federais.” Na Exame online.

?Negativo:

“Dívida bruta sobe em março para R$ 5,431 trilhões, 78,4% do PIB.” Na Agência Brasil.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments