Sinopse 06.07.2019: reforma, criminalidade e empréstimos bancários são os destaques das manchetes

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 238 – A 178 dias do fim do ano de 2019, hoje é sábado, 06 de julho de 2019, 187º dia do ano.

Sinopse dos grandes jornais impressos que circulam nacionalmente

🖋Edição: Sérgio Botêlho

📃 Manchetes do dia:

“Previdência. Bolsonaro quer mais ‘correções’ na reforma, mas técnicos resistem. Equipe econômica avalia que ceder a policiais federais pode elevar pressão de outros grupos”. Manchete de capa do O Globo impresso.

“Governo usa dados sem rigor para medir crimes. Informações, repassadas pelos estados desde 2018, não cumprem critérios básicos de padronização”. Manchete de capa da Folha impressa.

“BC deve facilitar uso de imóvel como garantia de empréstimo. Objetivo é aumentar o acesso ao crédito; modalidade tem taxas mais atrativas e prazo maior para pagamento”. Manchete de capa do Estadão impresso.

📃 Editoriais do dia:

“Deve-se apressar a votação em plenário. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem razão ao desejar que a Casa vote a reforma até o recesso”. Editorial do O Globo.

“Os pesos e medidas que Trump usa na sua política externa personalista. Diplomacia do presidente dos Estados Unidos é errática e imprevisível como ele mesmo”. Editorial do O Globo.

“Passo previdente. Sob pressão, comissão da Câmara preserva o essencial da reforma da aposentadoria”. Editorial da Folha.

“Atenção ao pedestre. Pesquisa mostra pico de movimento às 12h em SP, com 52% de deslocamentos a pé”. Editorial da Folha.

“A reforma avança. Se o governo não atrapalhar, é provável que o projeto com as mudanças na Previdência seja finalmente implementado, para que o País possa afinal mudar de assunto”. Editorial do Estadão.

“Internação compulsória. Regra deve ser a adoção de políticas voltadas ao aprimoramento dos profissionais de saúde e das condições de acolhimento de dependentes”. Editorial do Estadão.

“Como a população se desloca. Há necessidade de planejamento para oferecer melhores condições aos deslocamentos”. Editorial do Estadão.

📃 Outros destaques:

“Benefício a setor rural tira R$ 84 bi da reforma. Destaque aprovado por pressão da bancada ruralista na Câmara, na madrugada de ontem, devolveu ao setor agrícola a isenção da cobrança previdenciária sobre exportações. Com isso, a reforma perdeu R$ 84 bilhões da economia prevista em dez anos. Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a questão das regras de aposentadoria de policiais deverá ser um dos pontos de maior tensão das discussões no plenário.” Na capa do Estadão.

“Verba de emendas e impasse de policiais ameaçam Previdência. A previsão do governo de votar a reforma no plenário da Câmara na próxima semana esbarra na falta de dinheiro para emendas a deputados e no impasse sobre regras apoliciais. Teme-se faltar votos para a aprovação.” Na capa da Folha.

“Trabalho infantil perpetua pobreza, dizem especialistas. Analistas reagiram à declaração do presidente de que não vê problema no trabalho infantil. Para eles, esse tipo de atividade compromete a aprendizagem escolar, o que acaba perpetuando o ciclo de pobreza. De acordo com o IBGE, há mais de cem mil crianças entre 5 e 9 anos nessa situação no Brasil.” Na capa do O Globo.

“Por ‘linhão’, empresa oferece R$ 49 mi a índios. Indenização tenta tirar do papel linha de transmissão de energia Manaus-Boa Vista”. Na capa do Estadão.

“Moro orientou Deltan a incluir prova contra réu da Lava Jato, aponta mensagem”. Na Folha.

“Aha uhu o Fachin é nosso, disse Deltan após encontro com o ministro do STF”. Na Folha.

“Moro é aplaudido de pé por empresários em SP e volta a minimizar teor de mensagens”. Na Folha.

“Bolsonaro diz que caberá ao ‘povo’ julgar Sergio Moro. Após divulgação de novos trechos de supostas mensagens trocadas com a equipe da Lava Jato, na qual o ex-juiz sugere inclusão de prova contra réu, Jair Bolsonaro saiu em defesa de seu ministro: “O povo vai dizer se estamos certos OU não”. Na capa da Folha.

“‘Povo vai dizer se Moro está certo’, afirma presidente. Após a revelação de novas conversas atribuídas a Sergio Moro, Jair Bolsonaro disse que vai levar o ministro à final da Copa América para que “o povo” diga se ele está certo ou não. Nos diálogos, segundo a “Veja”, Moro foi contra a delação de Eduardo Cunha e pediu a inclusão de provas da acusação.” Na capa do O Globo.

“Ministério de Moro confirma que Bolsonaro foi informado de apuração sobre laranjas”. Na Folha.

“Políticos cogitam Moro vice em eventual chapa com Bolsonaro”. Na capa da Folha.

“Bolsonaro fará 90 nomeações em 35 tribunais até fim do mandato, em 2022”. Na Folha.

“Governo faz acordo para pôr cerca de mil radares em rodovias federais”. Na capa da Folha.

“Bolsonaro recebe lista tríplice para PGR, mas não se compromete em segui-la”. Na Folha.

“Candidatos à PGR tentam se aproximar do Planalto. Bolsonaro recebe lista com os três nomes mais votados por procuradores, mas não dá garantia de que vai seguir indicações”. Na capa do Estadão.

“Após visita da ONU, Maduro liberta presos. No dia em que a comissária da ONU Michelle Bachelet divulgou relatório de sua visita à Venezuela, o governo de Nicolás Maduro libertou 22 presos políticos, entre eles a juíza María Lourdes Afiuni e o jornalista Braulio Jatar.” Na capa do Estadão.

“Doria fará projeto-piloto com policial da reserva dentro de escola”. Na capa da Folha.

“Bonita por sua história e natureza. Paraty e a Ilha Grande, na Costa Verde fluminense, ganharam da Unesco o título de Patrimônio Cultural e Natural Mundial, em um reconhecimento inédito para o país. O desafio a partir de agora é preservar a região, sob o risco de ter o prêmio revogado.” Na capa do O Globo.

“Título inédito. Paraty agora é o único patrimônio cultural e natural na América do Sul.” Na capa do Estadão.

📃 Colunas e artigos:

“Trabalho infantil não enobrece, avilta. Bolsonaro foi eleito por circunstâncias que não lhe dão carta branca para governar só para seguidores originais”. Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

“Onde está a prioridade? Àqueles que pedem mais prisões, perguntamos: onde queremos a nossa juventude —presa ou na escola?”. Artigo de Rodrigo Pacheco é defensor público-geral do Rio de Janeiro, no O Globo.

“As outras batalhas da Previdência. O Ministério da Economia está iniciando outra batalha para reduzir o custo da Previdência, o da excessiva judicialização. Em2017, a Previdência pagou R$ 92 bi de benefícios cumprindo decisões judiciais, isso foi 15% de todo o gasto previdenciário.” Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

“Fragmentação da direita já compete com a da esquerda. Em 6 meses de Bolsonaro, campo conservador tem divisão e pedidos de autocrítica”. Na coluna de Fábio Zanini, na Folha.

“Novas mensagens elevam pressão sobre Moro; juristas veem ‘falta grave’”. Na coluna Painel, da Folha.

“A lei, o povo e o inimigo do povo. Tudo é anormal nas mensagens que evidenciam o conluio entre juiz e Estado”. Na coluna de Demétrio Magnoli, na Folha.

“CPI de Fake News pode dar pena maior a ameaça. Escolhido para presidir a CPI mista de Fake News, Alexandre Leite (PSDB-SP) vai se espelhar na lei de terrorismo para coibir ameaças nas redes sociais.” Na Coluna do Estadão, no Estadão.

“Os números da Lava Jato mostram ser justificado o incômodo que sentem pessoas acostumadas à impunidade. Não temos receio das conversas que tivemos. Receamos distorções.” Artigo assinado por Deltan Dallagnol, Paulo Galvão e Antônio Carlos Welter, procuradores do MPF na Operação Lava Jato, no Estadão.

“A saída é negociar. Entre vários dos dirigentes partidários e do Congresso existe hoje o entendimento de que as relações com Jair Bolsonaro vão piorar muito no segundo semestre.” Na coluna de João Domingos, no Estadão.

📊 Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a sexta-feira, 05, em alta de 0,44%, a 104.089 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,47%, a R$ 3,82, e o euro fechou em baixa de -0,12%, a R$4,28.

Destaque histórico:

“Em 06 de julho de 1942, Anne Frank e sua família se escondem no “Anexo Secreto” acima do escritório de seu pai em um armazém de Amsterdã.” Na Wikipedia.

👍Positivo:

“No Rio, agressores de mulheres terão de usar tornozeleira eletrônica”. No JB.

👎Negativo:

“Irã elevará nível de enriquecimento de urânio a nível que desejar, diz Rouhani”. No JB.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu