CNI considera que queda da Selic reduzirá custo do crédito

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) avalia como positivo o novo corte da taxa básica de juros (Selic) de 0,25 ponto percentual, pelo Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central. Na avaliação da CNI, a baixa taxa de inflação permite a manutenção de uma política de redução de juros e aumento da liquidez como forma de estimular o consumo e o investimento. A Selic caiu para 2% ao ano.

“A continuidade do afrouxamento monetário deve contribuir para a queda no custo do crédito. Neste momento, de intensa necessidade de financiamento por parte das empresas, para a manutenção dos empregos e para o pagamento de despesas fixas, o crédito pode ser determinante entre uma empresa abrir ou fechar suas portas nos próximos meses”, explica o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade.

Segundo a CNI, a redução da taxa básica se justifica pela retração na atividade econômica causada pela crise do novo coronavírus, que provocou a queda nos preços de diversos bens e serviços. Desta forma, a decisão do Copom não compromete o cumprimento da meta de inflação para 2020, definida em 4% ao ano pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments