Saúde, Economia e sindicalismo são temas das manchetes de jornais e portais

Saúde, Economia, sindicalismo, Aécio, Temer, Funaro e delações premiadas são destaques na mídia
Saúde, Economia, sindicalismo, Aécio, Temer, Funaro e delações premiadas são destaques na mídia

Edição: Sérgio Botêlho 

“Tuberculose avança no rastro de problemas sociais. Doença atinge taxas recordes em Manguinhos e no Jacarezinho”, diz a manchete de O Globo. “Após dois anos de sufoco, baixa renda volta às compras. A movimentação nos shoppings populares e as vendas de produtos básicos vêm crescendo nos últimos meses”, noticia a do Estadão. “Sindicato teme perda de até R$ 3 bi sem imposto. Entidades se preparam para mudança, que entrará em vigor em novembro”, revela a da Folha. Todas, em suas versões impressas.

Os portais do Estadão e da Folha repetem as manchetes dos impressos, enquanto O Globo destaca que “Julgamentos polêmicos acentuam divisão no Supremo. Racha ideológico resulta em discussões ásperas entre os ministros sobre temas políticos e criminais”.

Demais assuntos em destaque neste domingo, 15, primeiro dia do horário de Verão:

A defesa de Michel Temer classificou a divulgação dos vídeos do depoimento do doleiro Lúcio Funaro, obtidos por via oficial pela Folha, de “criminosa”. Funaro diz que esteve por trás de pelo menos três atos de Temer. Cunha recebeu R$ 1 mi para ‘comprar’ votos do impeachment de Dilma, afirma Lúcio Funaro. Cunha repassava ‘percentual’ de propina a Temer, afirma Lúcio Funaro. Governo vê perda de votos no julgamento da 2ª denúncia contra Temer. 

Brasil em passos lentos na corrida tecnológica. Casa própria. Mercado imobiliário dá sinais de recuperação. Juros caem, mas crédito ao consumidor continua caro. Contas públicas viram ‘isca’ para atrair investidor; estados e municípios em melhor situação fiscal usam ajuste feito antes do agravamento da crise para convencer empresário a investir.

Juiz proíbe voto secreto sobre Aécio. Senadores reclamam de interferência do Judiciário no Legislativo. PF pede abertura de inquérito para investigar posse de arma por Zezé Perrella.

Oposição tenta reagir em eleição na Venezuela. Oposição na Venezuela é favorita em pleito regional.

Hélio José deixa o PMDB e diz que sofreu retaliações de Temer.

Romero Jucá passa por cirurgia em São Paulo.

MANCHETES DOS JORNAIS:

Manchete e submanchetes do jornal O Globo: Tuberculose avança no rastro de problemas sociais. Doença atinge taxas recordes em Manguinhos e no Jacarezinho/Juiz proíbe voto secreto sobre Aécio. Senadores reclamam de interferência do Judiciário no Legislativo.

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo: Após dois anos de sufoco, baixa renda volta às compras. A movimentação nos shoppings populares e as vendas de produtos básicos vêm crescendo nos últimos meses/Magistrados da italiana Mãos Limpas vêm ao País. Vinte e cinco anos após o início da Operação Mãos Limpas, a corrupção mudou na Itália, mas não diminuiu. Essa é a opinião de Piercamillo Davigo, presidente da seção criminal da Corte de Cassação (o supremo tribunal italiano), e Gherardo Colombo, ex-ministro da mesma corte. Eles falarão da experiência no Fórum Estadão Mãos Limpas e Lava Jato, dia 24/Contas públicas viram ‘isca’ para atrair investidor. Estados e municípios em melhor situação fiscal usam ajuste feito antes do agravamento da crise para convencer empresário a investir/Oposição tenta reagir em eleição na Venezuela. Venezuela às urnas. Na primeira eleição para governador desde 2012, oposição enfrenta desânimo após fracasso de protestos que pretendiam derrubar Maduro, bem como a máquina estatal que dá comida em comícios em meio a aumento da fome e da escassez/Eliane Catanhêde: Enquanto o STF não fizer sua parte na Lava Jato, as assombrações continuarão por aí/Vera Magalhães: As eleições serão uma espécie de marco a encerrar um período de transe constante.

Manchete e submanchetes do jornal Folha de São Paulo: Sindicato teme perda de até R$ 3 bi sem imposto. Entidades se preparam para mudança, que entrará em vigor em novembro/Oposição na Venezuela é favorita em pleito regional. Os venezuelanos votam neste domingo (15) para escolher 23 governadores. Hoje são 20 governistas, e a oposição ê favorita em atê 18 Estados, se não houver manipulação, como na escolha da Constituinte. Opositores temem fraude e ceticismo que leve à abstenção, informa a enviada especial Sylvia Colombo/Elio Gaspari: Patrulha presta grande serviço aos corruptos. Em 2007, vasculharam a casa do irmão de Lula. Ficou por isso mesmo. Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, mas caiu e houve busca na casa do filho do petista, onde haveria drogas. Não acharam nada. As patrulhas policiais e judiciárias prestam serviço ao pessoal que joga com as pretas. Para quem roubou, é o melhor dos mundos/Para governo, a divulgação de vídeos é ‘criminosa’. A defesa de Michel Temer classificou a divulgação dos vídeos do depoimento do doleiro Lúcio Funaro, obtidos por via oficial pela Folha, de “criminosa”. Segundo o Planalto, o propósito ê causar estardalhaço para constranger os deputados que votarão parecer sobre a denúncia contra o presidente/Baixo custo impulsiona inseminação feita em casa. A inseminação artificial caseira, feita a partir de contatos em redes sociais, se expande pelo país apesar de ser uma prática ilegal e sujeita a riscos à saúde. A prática ê atrativa por ser de baixo custo (R$ 3.000 por tentativa, contra atê R$ 20 mil em clínicas) e por possibilitar que os filhos gerados venham a conhecer os pais biológicos.

Manchete e submancetes do jornal Correio Braziliense: Corrida para o Buriti começa a ser definida/Brasil em passos lentos na corrida tecnológica/Casa própria. Mercado imobiliário dá sinais de recuperação.

Manchete do jornal Estado de Minas: O difícil recomeço. Sufocados pela dor e pela pobreza, famílias das vítimas do massacre em Janaúba tentam reconstruir a vida.

MANCHETES DOS PORTAIS DE NOTÍCIAS:

Manchete e smbmanchetes da hora de O Globo online: Julgamentos polêmicos acentuam divisão no Supremo. Racha ideológico resulta em discussões ásperas entre os ministros sobre temas políticos e criminais/Funaro diz que esteve por trás de pelo menos três atos de Temer. Cunha seria o intermediário entre doleiro e o então vice-presidente/Juros caem, mas crédito ao consumidor continua caro. Pesquisa mostra pioram condições de financiamento e na inadimplência/ PF pede abertura de inquérito para investigar posse de arma por Zezé Perrella. Espingarda foi encontrada durante busca e apreensão autorizada após delação de executivos da JBS.

Manchete e submanchetes do jornal Estado de São Paulo online: Após dois anos de sufoco, população baixa renda volta às compras. Movimentação nos shoppings populares e vendas de produtos básicos vêm crescendo nos últimos meses/Justiça mineira retira recém-nascidos de famílias em ‘situação de risco’. Vara da Infância de BH tem de explicar situação de 120 crianças tiradas das mães no hospital/Expulsões atingem só 1% dos filiados com mandato. Exclusões não têm a ver com casos de corrupção ou investigações, mas com disputas pelo controle partidário/Funaro cita ‘meta de propina’ da Caixa para o PP. Em vídeos de delação, corretor fala de um ‘valor x’ ao partido com recursos via presidente do banco estatal.

Manchete e submanchetes da hora da Folha online: Sindicato teme perda de até R$ 3 bi com fim de imposto obrigatório. Prevendo anos de penúria, entidades fazem demissões, reduzem serviços e avaliam compartilhar suas colônias; reforma trabalhista vai entrar em vigor em novembro/Cunha recebeu R$ 1 mi para ‘comprar’ votos do impeachment de Dilma, afirma Lúcio Funaro. Cunha, que também está preso, rebateu delação do operador financeiro, de quem era aliado/Funaro afirma que era avalista das propinas a políticos do PMDB. Operador relatou que arcava com prejuízo caso algum beneficiário do esquema desse um calote/Conhecido por ser explosivo, Funaro assume lado metódico/Recuo na reforma política mantém vantagem a candidatos mais ricos. Medidas para conferir maior equilíbrio ao jogo foram vetadas pelo presidente Michel Temer. 

Manchete da hora do Correio Braziliense online: Hélio José deixa o PMDB e diz que sofreu retaliações de Temer. Apadrinhados do senador pelo DF foram exonerados após ele se opor à reforma trabalhista.

Manchete da hora do Estado de Minas online: Tendas de expositores caem em feira de cervejas artesanais em Nova Lima. Policiais militares isolaram o local do incidente e pelo menos oito pessoas necessitaram de atendimento médico, mas nenhuma com ferimentos graves.

Manchete da hora do jornal Zero Hora, do RS, online: Sete desafios de Porto Alegre somam 170 anos de espera. Discutidos há décadas, problemas exigem R$ 8,3 bilhões para saírem do papel.

Manchete da hora do Valor Econômico online: Cunha repassava ‘percentual’ de propina a Temer, afirma Lúcio Funaro. Acordo de Funaro com PGR prevê dois anos de prisão em regime fechado/Governo vê perda de votos no julgamento da 2ª denúncia contra Temer/Juiz do DF determina que votação seja aberta no caso do senador Aécio/Advocacia-Geral da União defende rever prisão após segunda instância/Romero Jucá passa por cirurgia em São Paulo.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments