São Paulo e democracia, marca social e réveillon se destacam na mídia

São Paulo e democracia, governo e marca social, réveillon e união. Estes são os destaques da grande mídia, nesta quarta-feira, 01 de janeiro de 2020.? Edição: Sérgio Botêlho

? Destaques do dia:

“São Paulo é o palco da luta democrática, afirma Bruno Covas. Em tratamento contra o câncer, prefeito diz que ‘qualquer coisa’ o emociona e que solidariedade é ‘impressionante’.” Manchete de capa da Folha.“Bolsonaro reformula programas petistas em busca de marca social. Governo planeja sistema de voucher para habitação e novo nome para Bolsa Família”. Manchete de capa do Estadão.“Desejo de união em 2020. Público de 3 milhões de pessoas lota Copacabana no réveillon dos cercadinhos”. Manchete de capa do O Globo.“Bolsonaro sofre nova derrota na mudança de regras do trânsito. Toffoli suspende resolução do governo Bolsonaro que reduziu preço do DPVAT.” Destaque de capa do O Globo.“Elio Gaspari: Eleições deste ano vão filtrar recados das urnas em 2018”. Destaque de capa do O Globo.“Zuenir Ventura: Crise de amnésia faz Bolsonaro esquecer corrupção”. Destaque de capa do O Globo.“Míriam Leitão: Anos 20 começam com sombras, mas também com esperanças”. Destaque de capa do O Globo.“Ana Paula Lisboa: Conselho para o novo ano: tenha bússola, mapa e espelho.”. Destaque de capa do O Globo.“Com reajuste de 4,1%, salário mínimo será de R$ 1.039. Novo valor passa a valer a partir de hoje e representa um reajuste de 4,1%, acima da inflação”. Destaque de capa do O Globo.“Polícia identifica 1º suspeito de atentado à Porta dos Fundos. Cruzamento de imagens de câmeras de segurança e reconhecimento feito por taxista apontaram, segundo a Polícia Civil, Eduardo Cerquise como um dos integrantes do grupo que lançou coquetéis-molotovs contra o Porta dos Fundos”. Destaque de capa do O Globo.“Ghosn: ‘Não fugi, me libertei da injustiça e da perseguição’. Ex-presidente da Renault está em Beirute, mas não explicou como conseguiu sair do Japão, onde cumpria prisão domiciliar, acusado de sonegação de impostos e apropriação indébita”. Destaque de capa do O Globo.“Oferta de ações na Bolsa pode atingir R$ 200 bilhões. Caso se confirme a expectativa dos especialistas, valor de operações será novo recorde para o setor, pois vai mais do que dobrar ante 2019 quando foram feitas 42 transações (37 emissões de ações e 5 IPOs) que somaram cerca de R$ 90,2 bi”. Destaque de capa do Estadão.“‘Escapei da perseguição política’, diz Carlos Ghosn. Refugiado no Líbano depois de escapar do Japão, onde cumpria prisão domiciliar acusado de irregularidades financeiras, executivo afirmou, em comunicado, que era ‘refém de um sistema judicial fraudulento’; fuga surpreendeu até os advogados”. Destaque de capa do Estadão.“Rosângela Bittar: Eleições municipais vão testar humor dos eleitores para próxima disputa nacional.” Destaque de capa do Estadão.“‘Leandro Karnal: Entre remorso e ansiedade abrem-se o novo ano e suas possibilidades.”. Destaque de capa do Estadão.“Filiado ao PSL é suspeito de atacar Porta dos Fundos. Foragido, Eduardo Fauzi Richard Cerquise é filiado ao PSL e fazia parte da Frente Integralista Brasileira”. Destaque de capa do Estadão.“Embaixada dos EUA em Bagdá é invadida”. Destaque de capa do Estadão.“No bar, falando de saúde com homens. Enfermeiro vai aos bares em busca dos homens para levar informação, exames e solidariedade”. Destaque de capa do Estadão.“Economia ensaia ‘agora vai’ pelo terceiro ano seguido”. Destaque de capa da Folha.“65% desconhecem o que foi o AI-5”. Destaque de capa da Folha.“Agenda de candidato {Bruno Covas} vai conciliar quimioterapia e inagurações”. Destaque de capa da Folha.“Ultrapassagem define vencedor da 95ª São Silvestre na linha de chegada”. Destaque de capa da Folha.“Marcelo Coelho: Péssimo profeta, arrisco previsões”. Destaque de capa da Folha.“Elio Gaspari: 2020 poderá filtrar 2018”. Destaque de capa da Folha.“Após fuga, Ghosn afirma que era refém da Justiça japonesa”. Destaque de capa da Folha.

? Editoriais do dia:

“Travessia. Testada diante de um presidente hostil, arquitetura democrática saiu-se bem”. Editorial da Folha.“O ano que pode interromper o ciclo de más notícias. Pela primeira vez desde a grande recessão de 2015/16, há indicadores mais firmes de uma recuperação”. Editorial do O Globo.“Nova agenda no meio ambiente é caminho para atrair investimentos. Mudança de rumo no conflito com ambientalistas serviria para ajudar na retomada do crescimento”. Editorial do O Globo.“Eleição não pode parar o País. Será um grave erro deixar-se inebriar pelo relativo sucesso reformista e suspender esse trabalho em razão da mobilização com vista às eleições municipais de 2020.” Editorial do Estadão.“Inteligência artificial. O Centro de Pesquisa em Engenharia em Inteligência Artificial terá um investimento anual de US$ 20 milhões previsto para um período de dez anos e contará com cerca de 60 pesquisadores.” Editorial do Estadão.“As incertezas do comércio global. Sem solução para a guerra comercial e o Brexit, retomada do dinamismo é improvável.”. Editorial do Estadão.

? Mercado:

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não funcionou nessa terça-feira, 31.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


0 0 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments