Renda Cidadã, Fundeb e precatórios; emergências; dívidas no GDF

Renda Cidadã, Fundeb e precatórios; emergências; dívidas no GDF. Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta quarta-feira, 30 de setembro de 2020. Veja na sinopse do noticiário.
BIRÔ DE IMPRENSA, Ano III, Nº 690, de 30.09.2020
🖋 Edição: Sérgio Botêlho
📃 Manchetes do dia:
“Novo Bolsa Família. Governo pode desistir de tirar da educação para Renda Cidadã. Secretário diz que reação do mercado a uso de precatórios foi ‘alerta’’” Manchete de capa do O Globo.
“Especialistas apontam saídas. Para tentar atenuar as resistências à proposta do governo para bancar novo programa de renda, lideranças de partidos negociam fixar em até 4% porcentual para pagamento de dívidas no Orçamento de 2021; parlamentares ainda rejeitam uso do dinheiro do Fundeb” Manchete de capa do Estadão.
“Apesar de críticas, governo mantém o Renda Cidadã. Ao menos 1 milhão de pagamentos de precatórios por ano seriam postergados ” Manchete de capa da Folha.
“PEC propõe criar benefício para casos de ‘emergência’. Texto não deixa claro se, em caso de emergência, o governo poderá descumprir o teto de gastos. ” Manchete de capa do Valor Econômico.
“GDF aposta em desconto para receber dívidas. No primeiro semestre, a proposta foi rejeitada por deputados distritais. Agora, o governador Ibaneis Rocha (MDB) articula para recolocar a criação do Programa de Regularização Fiscal do Distrito Federal na pauta da Assembleia Legislativa. ” Manchete de capa do Correio Braziliense.
Editoriais do dia:
FOLHA
°”Risco de insolvência. Bolsonaro e Guedes geram desconfiança ao apostar em pedalada para custear novo programa social.”
°”Direito de lembrar. No debate sobre esquecimento que se inicia no Supremo, liberdade de expressão deve prevalecer.”
O GLOBO
°”Renda Cidadã traz novo fiasco para Bolsonaro. Proposta de expandir Bolsa Família esbarra na lei e revela dificuldade política do governo.”
°”País precisa de governança mais eficaz para proteger meio ambiente. Legislação que protegia restingas e manguezais, revogada pelo Conama, deveria ser restabelecida.”
ESTADÃO
°”A chanchada da Renda Cidadã. O arranjo defendido por Jair Bolsonaro, por seus aliados e pelo ministro Paulo Guedes é apenas uma coleção de remendos de baixíssima qualidade.”
°”O lado sombrio da pandemia. Com a perda de renda, é como se a vida tivesse andado dez anos para trás.”
°”A vaga no Supremo. Notável saber jurídico e reputação ilibada são condições para o bom funcionamento do STF.”
°”Pandemia ainda devasta emprego e renda. Nesse cenário, estudo da OIT mostra que os estímulos fiscais geraram reação positiva nítida no mercado de trabalho”
VALOR ECONÔMICO
°“Renda Cidadã nasce entre ilegalidades e críticas. Bolsonaro e Guedes podem assim terminar o ano sem Renda Cidadã, sem reforma tributária e sem CPMF”
CORREIO BRAZILIENSE
°“Retrocesso ambiental. O governo continua sua política de desmantelamento da política de preservação ambiental construída, a duras penas, nas últimas décadas”
📈 Bolsa de Valores
Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 29, em queda de -1,15%, a 93.579 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,05%, a R$ 5,64.
⏳ Destaque para o dia de hoje:
Destaque religioso para ROMARIA DA PENHA.
Leia mais sobre Destaques da Grande Mídia Impressa.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments