Reforma da Previdência: vai começar a batalha para valer

Bolsonaro com os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Crédito da foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados.

Sérgio Botêlho

Vencido o período carnavalesco, cujos últimos sons serão ouvidos neste final de semana, entra em cena, definitivamente, o processo político que envolve o debate e a votação da Reforma da Previdência.

Favoráveis e contrários, sob o olhar atento dos indecisos, estarão ocupando o protagonismo do cenário político e serão vitais na definição do que afinal será aprovado ao fim e ao cabo das discussões.

Na linha de frente da defesa política do projeto estarão o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), em atuação conjunta com os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Enquanto isso, a oposição, ao lado de sindicatos e associações de classes diversas, estará na linha de frente contrária. No centro do palco, uma montanha de parlamentares indecisos a esperar o desfile de argumentos, de um e do outro lado, além dos sinais que virão das ruas.

Uma coisa é certa: todos terão – os contrários, os favoráveis e, em algum momento, os muito pelo contrário – de expor claramente suas posições.

 

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments