Recorde de mortes por Covid-19; 8 milhões têm auxílio indevidamente

Recorde de mortes por Covid-19; 8 milhões têm auxílio indevidamente. Esses são destaques da grande mídia, nesta quarta-feira, 03 de junho de 2020, na seção DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA, do Anexo 6.🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“30 mil histórias. Recorde de mortes em 24 horas no país põe em xeque as medidas que afrouxam distanciamento.” *Manchete de capa do O Globo*.“TCU diz que 8,1 milhões podem ter recebido os R$ 600 indevidamente. Ao mesmo tempo, 2,3 milhões de pessoas estariam sem o benefício, apesar de terem direito.” *Manchete de capa do Estadão*.“Brasil supera 30 mil mortos de Covid-19; SP bate recorde. Em marcas inéditas, ministério confirma 1.262 óbitos em 24h, 327 deles no estado.” *Manchete de capa da Folha*.“Um terço das classes A e B pede auxílio emergencial. Segundo pesquisa, 3,9 milhões de famílias mais ricas têm algum membro recebendo a ajuda emergencial criada para apoiar pessoas pobres na pandemia. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.“”É o destino de todo mundo”. A pandemia do coronavírus avança assustadoramente no Brasil. Com um presidente que insiste em dar o mau exemplo, como participar de aglomerações. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.📃 *Editoriais do dia*:
_FOLHA_
“Os militares e a lei. Em inúmeras crises na redemocratização; Forças da ativa sempre honraram a Carta.” “Muitos para trás. Falta de protocolo para repatriação na pandemia compromete ação do Itamaraty.”
_O GLOBO_
“A violência é inimiga da democracia. Depredação e vandalismo em Curitiba chamam a atenção para cuidados a se tomar na crise política.” “Radicalismo antiambiental estimula lobby contra o acordo Mercosul-UE. Política de Bolsonaro se torna pretexto para programas protecionistas de cartéis europeus.” 
_ESTADÃO_
“‘Traidores da Pátria’. Deveria ser desnecessário enfatizar essa obrigação, mas, nestes tempos estranhos, nunca é demais lembrar que descumprir ordem emanada do STF equivale a desrespeitar a Constituição.”“O espantalho de capitais. Presidente assusta o investidor, provoca alta do dólar e prejudica a economia.” “Reformas negligenciadas. Apesar do discurso eleitoral de reformas do Estado, a pauta foi esquecida pelo governo de Jair Bolsonaro.” “Riscos ao suprimento de energia no futuro. Queda mundial nos investimentos pode prejudicar o abastecimento com o fim do isolamento e consequente aumento da demanda.” 
_VALOR ECONÔMICO_
Cenário de incertezas pune o mercado de trabalho. Há o receio de que a falta de visibilidade em relação à recuperação da economia a curto prazo leve a novas demissões.” 
_CORREIO BRAZILIENSE_
“Manifestações só dentro da lei. Manifestar-se livremente é direito garantido pela Constituição Federal a qualquer cidadão, mas sempre obedecendo a lei e a ordem.” Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 02, em alta de 2,84%, a 91.046 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -3,30%, a R$ 5,21.

Destaque histórico:

Informações sobre o dia de hoje na história, é só clicar.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


0 0 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments