Deputado do PSL pode sofrer processo por quebra de decoro parlamentar

A pedido do PSDB, o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) pode ser investigado por quebra de decoro parlamentar. O pedido foi encaminhado ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados pelo PSDB, segundo o Valor Econômico.

Segundo a representação peessedebista, o parlamentar pesselista afirmou que o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckimin, era um “assassino de policiais” além de envolvido com milícias, segundo o parlamentar governista.

A relatoria caberá a um entre três deputados sorteados para o caso: Rosa Neide (PT-MT), Célio Moura (PT-TO) ou Márcio Jerry (PCdoB-MA).

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu