Problemas econômicos, Bolívia, Irã, política e Justiça são temas da mídia

Problemas econômicos, Bolívia, Irã, política e Justiça são temas em destaque nas capas da mídia impressa, nesta segunda-feira, 18 de novembro. Chegamos ao 322º dia de 2019 e, portanto, bem próximos de ver encerrado mais um ano. Isso, porque estamos a apenas 43 dias para o réveillon 2019-2020.

🖋 Edição: Sérgio Botêlho

📃 Manchetes do dia:

Economia

“Avanço do déficit anual para US$ 31 bi preocupa indústria. Déficit comercial da indústria de transformação alcançou US$ 31,5 bilhões nos 12 meses encerrados em setembro. A estimativa é que o resultado de 2019 fique próximo disso”. Manchete de capa do Valor Econômico.

“Fluxo cambial negativo será recorde no ano. Em outubro, o fluxo registrou saída líquida de US$ 8,49 bilhões, elevando o déficit anual a US$ 21,46 bilhões”. Destaque de capa do Valor Econômico.

“Crédito para caminhoneiro não é usado. Sete meses depois, a linha de crédito de R$ 500 milhões aberta pelo BNDES efetivou apenas 12 empréstimos, que totalizam R$ 350 mil”. Destaque de capa do Valor Econômico.

“‘Efeito Amazon’ ajuda a conter inflação no país. Aplicativos de serviços e plataformas de comércio eletrônico podem estar puxando a inflação para baixo”. Destaque de capa do Valor Econômico.

“Reforma tributária do governo prevê imposto federal sobre consumo. Proposta inclui substituição do PIS e da Confins pelo novo tributo, além de mudanças no Imposto de Renda e no IPI e desoneração da folha de salários das empresas”. Manchete de capa do Estadão.

“BC busca dobrar crédito para microempresa. BC quer dobrar volume de operações em 4 anos”. Destaque de capa do O Globo.

“Investimento no país fica à sombra do continente”. Destaque de capa da Folha.

“Valor do dólar reflete instabilidade do país”. Destaque de capa da Folha.

Política

“MDB, PSDB e PSD dominam pequenos municípios sob risco de extinção. Proposta ameaça 1,2 mil municípios e sofre rejeição de partidos e no Congresso Nacional”. Manchete de capa do O Globo.

Bolívia

“Bolívia sofre agora crise de abastecimento. Bloqueios em estradas provocam desabastecimento na Bolívia”. Destaque de capa do O Globo.

“Insatisfação de salário apressou queda de Evo. Insatisfeitos com as denúncias de fraude eleitoral e sem poder fazer ‘bicos’ por causa do aquartelamento para conter distúrbios, policiais da localidade iniciaram movimento que se espalhou pela Bolívia e ajudou a forçar a renúncia do presidente”. Destaque de capa do Estadão.

“La Paz fica sem gasolina, diesel, pão, leite e carne”. Destaque de capa da Folha.

“Bolívia segue em convulsão com aumento da violência. Desde o início da eleição em 20 de outubro, 23 morreram e 700 ficaram feridos, segundo informe da Defensoria do Povo da Bolívia”. Destaque do Valor Econômico.

Infraestrutura

“Arenas à espera de um legado. Na Barra, arenas que seriam desmontadas estão abandonadas”. Destaque de capa do O Globo.

Segurança pública

“Moro aposta no combate a facções para marcar gestão. Gestão de ex-juiz da Lava Jato na Justiça intensifica política de isolamento de chefes de organizações em presídios federais; PF dá prioridade a ações contra crime organizado”. Destaque de capa do Estadão.

Irã

“Iranianos vão às ruas contra alta da gasolina. Um policial morreu e dezenas de manifestantes foram detidos ontem no Irã durante protesto contra o aumento do preço da gasolina, medida que recebeu o apoio do guia supremo do país, o aiatolá Ali Khamenei.”. Destaque de capa do Estadão.

“Irã tem pior onda de protestos em dois anos. O aiatolá Ali Khamenei, líder supremo, afirmou que não voltará atrás na decisão de elevar os preços dos combustíveis. O subsídio aos combustíveis custa ao Irã o equivalente a US$ 69 bilhões por ano”. Destaque do Valor Econômico.

Óleo nas praias

“Universidade diz ter achado navio suspeito. A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) informou ontem ter identificado o navio que seria responsável pelo vazamento de óleo no litoral do nordeste. O nome da embarcação e a sua bandeira não foram divulgados, mas não se trata de nenhuma das cinco apontadas pela Marinha como as principais suspeitas pelo derramamento. O cargueiro teria partido da Ásia em direção à África.”. Destaque de capa do Estadão.

Fake news

“TSE propõe regra para tentar conter fake News. Medida, que está me discussão, pune candidato ou partido que compartilhar informação sem checagem prévia”. Manchete de capa da Folha.

Lava Jato

“Entrevista da 2ª. Eduardo El Hage. Senado deveria ser contrapeso aos abusos do STF”. Destaque de capa da Folha.

Lula

“Lula critica Moro e a Lava Jato em discurso no Recife”. Destaque de capa da Folha.

Pobreza

“Governo de SP tem R$1 bi engavetado para combate à pobreza”. Destaque de capa da Folha.

📃 Editoriais do dia:

Economia

“Informalidade crescente. São 38,8 milhões de trabalhadores que atuam na informalidade, o maior contingente já registrado no País.” Editorial do Estadão.

“IBC-Br confirma a lenta recuperação da economia. Está ao alcance do governo acelerar as medidas de ajuste da economia, que a tornam mais forte para absorver choques”. Editorial do Valor Econômico.

Brasil-China

“China com realismo. Governo acerta ao adotar pragmatismo nas negociações com o gigante asiático”. Editorial da Folha.

Clima

“Água alta, fogo também. Veneza tem mais enchentes; Pantanal, Austrália e Califórnia sofrem sob chamas”. Editorial da Folha.

Alcântara

“Preso ao passado, PT ficou isolado no acordo com os EUA. Até antigos aliados do partido aprovaram convênio para uso do Centro Espacial de Alcântara”. Editorial do O Globo.

Justiça

“Falta demonstrar ao mundo a solidez do pacto de combate à corrupção. OCDE relembra ao Brasil que o país assumiu compromissos na luta contra crimes do colarinho branco”. Editorial do O Globo.

Federação

“Nova chance para a Federação. Irresponsabilidade, populismo e frouxidão dos princípios federativos têm marcado relações entre poder central e governos estaduais e municipais.” Editorial do Estadão.

DPVAT

“Insensibilidade. Extinção do DPVAT está em linha com mentalidade de um governo que nem sempre mostra sensibilidade social”. Editorial do Estadão.

📊 Mercado:

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) reabre nesta segunda-feira, 18, após o final de semana fechada.

⏳ Destaque histórico:

“Em 18 de novembro de 1814 morria Aleijadinho, batizado como Antônio Francisco Lisboa, o mais importante artista barroco brasileiro. Também em 18 de novembro de 1960 o brasileiro Eder Jofre se sagrava campeão mundial de boxe na categoria peso galo.” Mais informações sobre o dia de hoje na história, é só clicar.

(Anexo 6 publica diariamente a sinopse da grande mídia impressa, com foco nas manchetes, nos editoriais e nos destaques de capa)

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu