Previdência militar e pacote de Moro são destaques da mídia impressa

Previdência militar e pacote de Moro são destaques da mídia impressa, nesta quinta-feira, 05 de dezembro de 2019. Chegamos ao 339º dia de 2019 e, portanto, bem próximos de ver encerrado mais um ano. Isto, porque estamos a apenas 26 dias para o réveillon 2019-2020.

🖋 Edição: Sérgio Botêlho

📃 Destaques do dia:

Previdência militar

“Reforma de militares passa no Senado com alta de salários. Regras valerão também para PM e bombeiros nos estados. Aumentos entrarão em vigor em janeiro se Bolsonaro sancionar a proposta até 31 de dezembro”. Manchete de capa do O Globo.

“Senado aprova nova Previdência de militares”. Manchete da hora da Folha online.

“Ribamar Oliveira: Opção preferencial pelos militares”. Destaque de capa do Valor Econômico.

Pacote de Moro

“Câmara aprova pacote anticrimes de Moro sem as principais propostas. A prisão, após segunda instância, foi um dos itens rejeitados pelos deputados”. Manchete de capa do Estadão.

“Pacote de Moro passa na Câmara seu suas bandeiras”. Destaque de capa da Folha.

“Moro: ‘Não há espaço para retrocesso no combate à corrupção”. Destaque de capa do O Globo.

Vigilância em reserva

“Infratores pedem, e Salles suspende ação de fiscais em reserva. Após reunião em novembro, ministro do Ambiente parou vigilância na Chico Mendes (AC), onde desmate subiu 203%”. Manchete de capa da Folha.

Paraisópolis

“Ministro fala em ‘erro grave’ sobre ação de PM em favela”. Destaque de capa da Folha.

“Palco da tragédia. Em Paraisópolis, orquestra e balé se mantêm graças a doações privadas”. Na capa do O Globo.

Fundo eleitoral

“Congresso quer tirar da Saúde por fundo eleitoral”. Destaque de capa da Folha.

“PT e PSL devem obter R$ 727 milhões de fundo para as eleições de 2020. Siglas elegeram as maiores bancadas no último pleito; total distribuído será de R$ 3,8 bi”. Destaque de capa do Estadão.

Rio

“Prefeitura do Rio pode atrasar fornecedor para quitar 13º”. Destaque de capa do O Globo.

2ª instância

“CCJ do Senado vai votar projeto sobre 2ª instância”. Destaque de capa do O Globo.

STF/dados sigilosos

“STF conclui julgamento e aprova repasse de dados sigilosos”. Destaque de capa da Folha.

“STF autoriza repasse de dados sem restrição. Corte determina que MP mantenha informações sob sigilo e impõe limite a pedido de relatórios”. Destaque de capa do O Globo.

Balanços empresariais na mídia impressa

“Presidente diz que pode reeditar MP que retira balanços de jornais”. Destaque de capa da Folha.

Lula e Dilma

“Quadrilhão do PT. A Justiça absolveu ontem os ex-presidentes Lula e Dilma da acusação de formação de organização criminosa”. Destaque de capa do Estadão.

Fundação Palmares

“Juiz susta nomeação na Fundação Palmares”. Destaque de capa do Estadão.

“’Gabinete do ódio’ usa verba pública, diz Joice”. Destaque de capa do Estadão.

Licitação de jornais no Planalto

“ABI irá à Justiça para que Folha não seja excluída de licitação”. Destaque de capa da Folha.

Casamentos homoafetivos

“Casamento homoafetivo salta 360% após eleição de Bolsonaro em 2018”. Destaque de capa da Folha.

“Casamentos gays crescem após eleição”. Destaque de capa do Estadão.

Bolsa de Valores

“Bolsa Brasileira alcança 110 mil pontos e bate novo recorde”. Destaque de capa da Folha.

Produção Industrial

“Produção industrial registra melhor outubro desde 2012”. Destaque de capa da Folha.

“Indústria tem 3ª alta; Ibovespa bate recorde”. Destaque de capa do Estadão.

Alíquotas previdenciárias

“Ato federal obriga estados e municípios a subir alíquotas previdenciárias de seus servidores”. Destaque de capa da Folha.

Trump

“Trump se irrita e deixa cúpula da OTAN. Irritado com piadas de líderes globais, Trump abandona cúpula da Otan”. Destaque de capa do Estadão.

Mercosul

“Bolsonaro prega pragmatismo, mas condiciona relação com Argentina”. Destaque de capa do O Globo.

Negócios

“JBS lança megaprojeto com investimentos de R$ 13 bi. Em um lance que pode dobrar o tamanho da Seara, o grupo vai investir R$ 8 bilhões em recursos próprios nos próximos cinco anos”. Manchete de capa do Valor Econômico.

Conferência do Clima

“Salles quer ‘monetizar’ floresta. Ministro do Meio Ambiente pretende reabrir discussão controversa durante conferência climática da ONU, em Madri”. Destaque de capa do Valor Econômico.

Comércio Brasil-México

“Livre-comércio com o México reduz negócios. Nos sete primeiros meses sem tarifas ou cotas, a entrada de produtos contemplados no acordo caiu 34% sobre igual período de 2018”. Destaque de capa do Valor Econômico.

📃 Editoriais do dia:

Economia

“PIB deve ser comemorado sem excessos. O crescimento de 0,6% no trimestre anima as expectativas, mas falta muito para uma retomada forte”. Editorial do O Globo.

“O valor da credibilidade. Erro em um indicador importante como a balança comercial pode colocar em dúvida demais números.” Editorial do Estadão.

“A longa escalada da indústria. Produção cresceu, mas terá de avançar com mais firmeza para voltar ao nível de 2018”. Editorial do Estadão.

 “Economia dá mais um passo de uma longa e lenta retomada. Com investimento baixo, de 16,3% do PIB e uma indústria inerte é difícil deixar de ter um crescimento medíocre”. Editorial do Valor Econômico.

“2ª marcha. Após decepções, dois últimos trimestres indicam alguma aceleração da economia”. Editorial da Folha.

Educação

“Aquém do básico. Fiasco do Brasil em exame de ensino mostra urgência da busca por qualidade”. Editorial da Folha.

Radares e acidentes

“Aumento de acidentes de trânsito era esperado após retirada de radares. Afrouxamento na fiscalização reduziu número de multas e fez crescer o de vítimas”. Editorial do O Globo.

Balanços em jornais

“Caducou a arbitrariedade. Medida provisória editada para prejudicar jornais perdeu a validade. Num Estado de Direito, não merece vigência nenhuma agressão à liberdade de imprensa.” Editorial do Estadão.

📊 Mercado:

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 04, em forte alta de 1,23%, a 110.301 pontos. Enquanto isso, o dólar terminou o dia em leve baixa de -0,07%, a R$.

⏳ Destaque histórico:

“Em 05 de dezembro de 2012, morria o grande arquiteto brasileiro, Oscar Niemeyer, aos 104 anos, a 10 dias de completar 105.” Mais informações sobre o dia de hoje na história, é só clicar.

 

(Anexo 6 publica diariamente a sinopse da grande mídia impressa, com foco nas manchetes, nos editoriais e nos destaques de capa)

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu