Pressão de governadores mantém tropas federais no CE; Bolsas e vírus

*Sinopse do noticiário*. Pressão de governadores mantém tropas federais no CE; Bolsas e vírus; Bolsas e vírus. Estes são os destaques da grande mídia, neste sábado, 29 de fevereiro de 2020, na sinopse diária do Anexo 6.

? Edição: Sérgio Botêlho

? Destaques do dia:

“Pressão de governadores faz Planalto manter ação no CE. Grupo recorre a Congresso e Supremo, e Bolsonaro prorroga operação até dia 6.” Manchete de capa da Folha.

“Bolsas revivem tensão de 2008 com expansão do coronavírus. Mercados de Brasil, EUA e Europa despencam; dólar tem 8ª alta seguida.” Manchete de capa do O Globo.

“Coronavírus acelera saída de capital da Bolsa para o exterior. Até quarta-feira, o investidor estrangeiro havia retirado R$ 35 bilhões. Epidemia elevou aversão a risco e intensificou movimento iniciado com queda de juros no País.” Manchete de capa do Estadão.

“OMS eleva risco de epidemia para ‘muito alto’. Decisão foi tomada após a disseminação da Covid-19 por múltiplos países nos últimos dias; apenas ontem, Belarus, Lituânia, Azerbaijão, Nigéria, Nova Zelândia e México confirmaram seus primeiros casos da doença.” Destaque de capa do O Globo.

“Bolsonaro decide manter tropas no Ceará até dia 6. Governadores falam em enviar reforço de PMs, e Bolsonaro mantém soldados no Ceará.” Destaque de capa do O Globo.

“Desalento sobe, e desemprego tem queda. Índice recua para 11,2% em janeiro. Presidente comemora resultado. País ainda tem 11,9 milhões em busca de trabalho.” Destaque de capa do O Globo.

“Israel vai às urnas pela 3ª vez. Nova eleição sem favorito põe premier em situação favorável.” Destaque de capa do O Globo.

“Onda de migrantes às portas da Europa. Medida é reação do presidente Recep Tayyip Erdogan ao ataque de forças da Síria que matou 33 soldados turcos em Idlib, na quinta-feira; governos de Grécia e Bulgária enviam reforço militar para impedir entrada de imigrantes ilegais na Europa. ” Destaque de capa do Estadão.

“OMS eleva nível de alerta. Doença já foi registrada mais de 50 países, com cerca de 83 mil casos e 2,8 mil mortes. Entidade global, porém, não decretou pandemia, classificação defendida pelo Ministério da Saúde. Especialistas dizem que faz sentido cautela antes de mudança de patama.” Destaque de capa do Estadão.

“Suspeitos serão buscados. SP e Salvador tiveram casos do tipo; Justiça do Rio chegou a determinar internação compulsória de turistas franceses.” Destaque de capa do Estadão.

“Tensão no Einstein. Hospital recebeu 1º infectado por coronavírus do País e teve de lidar com medo e desinformação por parte de pacientes e funcionários. ” Destaque de capa do Estadão.

“Genoma é sequenciado. Amostra é parecida com a de genoma sequenciado na Alemanha; trabalho dá pistas sobre dispersão e mutação do coronavírus.” Destaque de capa do Estadão.

“Governo quer rever acordo com Congresso sobre o Orçamento. Poderes. Bolsonaro tenta rever acordo com Congresso sobre destinação de recursos direcionados por parlamentares; temor é de que crise desta semana contamine economia.” Destaque de capa do Estadão.

“Seis governadores oferecem PMs para ajudar Ceará. Seis governadores se dispõem a enviar suas tropas; Bolsonaro atende a Camilo Santana e prorroga permanência do Exército. ” Destaque de capa do Estadão.

“UNIVERSO TEM MAIOR EXPLOSÃO DESDE O BIG BANG. Ophiuchus. Fenômeno deu origem a cratera gigantesca. Astrônomos descobriram a maior explosão vista no universo desde o Big Bang. Ela ocorreu a cerca de 390 milhões de anos-luz de distância.” Destaque de capa do Estadão.

“Adriana Fernandes: Críticos apontam que o governo dá “pedalada social” ao represar concessões de Bolsa Família e de benefícios do INSS.” Destaque de capa do Estadão.

“Óleo de navio atinge raio de 1 km no MA. Cálculo inicial aponta mancha de 330 litros, vazados de navio que carrega minério; Ibama e Petrobrás enviam barcos para conter danos. ” Destaque de capa do Estadão.

“Justiça trava lei migratória de Trump. Tribunal desconsidera medida que exige dos imigrantes ilegais esperar no México antes de obter permissão para entrar nos EUA.” Destaque de capa do Estadão.

“Sérgio Augusto: Tanta coisa ruim aconteceu num 15 de março, que melhor seria consagrá-lo como o Dia Internacional da Urucubaca..” Destaque de capa do Estadão.

“Ameaça de coronavírus agora é muito alta, diz OMS. ” Destaque de capa da Folha.

“Entre robôs e tradição. Tecnologia e legado marcam colheita em vinhedos no Rio Grande do Sul.” Destaque de capa da Folha.

“Ibama detecta óleo vazado de navio que encalhou.” Destaque de capa da Folha.

“FED fala em cortar juros após semanas de perdas.” Destaque de capa da Folha.

“Grupo de PMs é suspeito de escolar contrabandistas. ” Destaque de capa da Folha.

“Empresas investem em neurociência para estimular bem-estar no trabalho.” Destaque de capa da Folha.

? Editoriais do dia:

“Menos escorchante. Juro do cheque especial cai com limite do BC; agenda deve buscar mais competição.” Editorial da Folha.

“Nova geração de remédios. País passa a contar com regulação para terapias gênica e celular; câncer é alvo.” Editorial da Folha.

“INFORMAÇÃO É VACINA CONTRA O PÂNICO. Epidemia de coronavírus que se torna mundial requer ação intensa de todos contra fake news.” Editorial do O Globo.

“Prefeitura não pode abrir mão de subvencionar escolas de samba. Marcelo Crivella se equivoca ao dizer que carnaval não ficou ‘um milímetro pior’ sem verba pública.” Editorial do O Globo.

“A pequenez da Presidência. Bolsonaro parece agir como se tivesse ciência de sua inaptidão para exercer o elevado cargo e, assim, não vê alternativa a não ser rebaixar a instituição para nela caber.” Editorial do Estadão.

“Facebook em busca do autocontrole. Quando os dois problemas mais controvertidos sobre as mídias sociais, o sigilo dos dados e a sua manipulação, se juntam – como no escândalo da utilização de dados dos usuários do Facebook pela Cambridge Analytica na campanha eleitoral de Donald Trump –, o resultado é explosivo.” Editorial do Estadão.

“Abaixo da linha da miséria. Ação na Cracolândia exige combinar repressão ao tráfico a assistência médica e social.”. Editorial do Estadão.

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a sexta-feira, 28, em alta de 1,15%, a 104.172 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,29%, a R$ 4,49.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments