Posse de Biden e primeiras medidas se destacam no noticiário

Em posse, Biden exalta democracia e valor da verdade sobre mentiras. ‘A democracia prevaleceu’. Joe Biden prega união e reverte ações de Trump. Governadores clamam por diálogo com China. 

Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta quinta-feira, 21 de janeiro de 2021.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano IV, Nº 803, de 21.01.2021

📃 *Manchetes do dia*:

“Em posse, Biden exalta democracia e valor da verdade sobre mentiras. Sem citar Trump, ausente à cerimônia, novo presidente dos EUA diz ser preciso encerrar ‘guerra civil’ que divide o país” *Manchete de capa da Folha*.

“Mudança histórica. ‘A democracia prevaleceu’. Joe Biden assume presidência dos Estados Unidos prometendo defender a Constituição e a verdade, unir o país e lutar contra a pandemia da Covid-19. Kamala Harris é a primeira vice-presidente’”. *Manchete de capa do O Globo*.

“‘A democracia prevaleceu. • Novo presidente citou o combate ao terrorismo doméstico e ao supremacismo branco como desafios • Ordens executivas foram assinadas nas áreas de saúde, ambiente e imigração • Na presença de ex-presidentes, ausência de Donald Trump foi ignorada” *Manchete de capa do Estadão*.

“Joe Biden prega união e reverte ações de Trump. Discurso de posse ressaltou a necessidade de superar as divisões na sociedade americana e mandato teve início com 15 ordens executivas para alterar medidas tomadas no governo de seu antecessor”” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Governadores clamam por diálogo com China. Sob risco de interrupção no programa de vacinação emergencial contra a covid, os 27 governadores fizeram um apelo ao governo federal para que busque um acordo diplomático que permita a importação de insumos represados na China e de vacinas da Índia” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Biden no governo. Presidente ganha força para tocar agendas econômica e externa, que afeta Brasil.” 

°”Araújo, o estorvo. Com pandemia e sem Trump, saída do chanceler é necessária, embora não suficiente.”

_*O GLOBO*_. 

“Congresso deveria voltar a fazer votação presencial. Respeitados os protocolos sanitários,eleições na Câmara e no Senado se tornariam marco da volta ao Parlamento.” 

°”Enem com abstenção recorde de 52% não pode ser considerado ‘sucesso’. Governo ignora falhas na organização e se preocupa em patrulhar conteúdo da prova.” 

_*ESTADÃO*_

°”A alternativa a Bolsonaro. O mais inepto presidente da história só se segura porque não foram reunidas condições políticas para afastamento constitucional..”

°”O renascimento de uma nação. O mundo pode respirar aliviado com a saída de Donald Trump do cargo mais poderoso do planeta.” 

°”A ameaça do procurador-geral. É inexplicável que a Procuradoria-Geral da República venha agora evocar o estado de defesa.” 

°”A China retoma o ritmo de antes da pandemia. Os dados chineses, em comparação com os de outras grandes economias mundiais, mostra um quadro menos tenebroso” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“Economia pode ter contração no primeiro trimestre. Maior disponibilidade de vacinas e competência em sua distribuição e aplicação podem mudar este quadro.” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“Com Biden, meio ambiente volta à pauta. Para evitar mais percalços, o Brasil terá de ter habilidade diplomática e adequar políticas à tendência mundial. Caso contrário, corre o risco de ser um parceiro esquecido.” 

📈 *Bolsa de Valores*

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quarta-feira, 20, em baixa de -0,82%, a 119.646 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -0,58%, a R$5,31. 

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments