Plano de vacinação; filhos de pais sem instrução e o ensino superior; recursos para a pandemia; mercados globais no supernovembro; Caixa lançará microcrédito

*Plano de vacinação; filhos de pais sem instrução e o ensino superior; recursos para a pandemia; mercados globais no supernovembro; Caixa lançará microcrédito*. Esses são destaques dos grandes jornais, nesta quarta-feira, 25 de novembro de 2020. Veja na *sinopse do noticiário*.

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano III, Nº 746, de 25.11.2020

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Plano de vacinação deve ficar pronto na próxima semana. Taxa de transmissão no país volta a subir e já e a maior desde maio. Mortos passam de 170 mil.’” *Manchete de capa do O Globo*.

“Só 5% dos filhos dos pais sem instrução acabam ensino superior no País. Estudo aponta falta de mobilidade social como raiz da persistência da pobreza no Brasil” *Manchete de capa do Estadão*.

“Governo não gasta recursos aprovados para a pandemia. Câmara lista pelo menos dez ações da gestão Bolsonaro que não avançaram” *Manchete de capa da Folha*.

“Mercados globais reagem e vivem um ‘supernovembro’. Ibovespa supera a marca de 109 mil pontos e atinge o maior patamar em nove meses. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Caixa pretende lançar microcrédito em março. Após a monumental experiência de providenciar o pagamento de um auxílio financeiro emergencial a 68 milhões de brasileiros, a Caixa Econômica Federal está empenhada em ampliar a presença no país.” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Na reta final. Covas tem 55% no Datafolha, e Boulos, 45%; disputa tem contornos geracionais.” 

°”A farsa se esvai. EUA iniciam transição, o que desmonta encenação de Trump seguida por Bolsonaro.”

_*O GLOBO*_

°”Eleição municipal comprova êxito do fim das coligações. Medida reduz a pulverização de legendas, melhora a governança — e eleitor volta a ser dono do voto.” 

°”Congresso precisa parar de jogar tudo no colo do Judiciário. Mesmo justificável, recurso à Justiça no apagão do Amapá reflete tendência do Legislativo à omissão.” 

_*ESTADÃO*_

°”Um ministro sem rumo. Paulo Guedes, da Economia, tem uma vaga ideia de onde está, ignora para onde vai e desconhece, portanto, como chegar lá.”

°”O valor da cooperação global. G-20 mostrou que Trump já é passado, e não só pela menção ao esforço global contra a pandemia.” 

°”Lições do ‘apagão’ no Amapá. Mais do que uma crise energética, o que aconteceu ali foi uma crise humanitária.” 

°”Para o governo, o pior já passou na arrecadação. Arrecadação de tributos federais em outubro foi a melhor para o mês desde 2016, tendo alcançado R$ 153,938 bilhões”. 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“Fim de crédito emergencial causa apreensão para 2021. Mesmo sem a pandemia, micro e pequenas empresas sempre tiveram dificuldade de acesso ao crédito” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“Exemplo a seguir. Cresce, no Brasil, a reação ao racismo escancarado e estrutural que não foi sepultado depois que os escravos foram libertados pela Lei Áurea, mas deixados à própria sorte pelos poderosos da época, no prelúdio do império, cujo regime escravocrata era um dos últimos do mundo.” 

📈 *Bolsa de Valores*

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 24, em alta de 2,24%, a 109.786 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -1,07%, a R$ 5,38.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments