Acertos e desacertos são naturais na democracia

Sérgio Botêlho

Importante destacar duas votações que ocorrerão, nesta quarta-feira, 22, na Câmara dos Deputados, ambas, tanto do interesse do governo, quando do parlamento e da sociedade como um todo.

Uma delas é a reforma administrativa, que mudou a nomenclatura ministerial que vigorou no país até o final do ano passado, no governo do ex-presidente Michel Temer.

A proposta, em forma de Medida Provisória, reduziu o número de ministérios, e andava meio parada, a sua tramitação, em virtude de desacertos entre o chamado Centrão e o governo.

Nessa terça-feira, 21, os entraves foram em sua grande parte derrubados, e, agora, a MP será votada, pois está perto de ter sua validade vencida. Caso contrário, voltaria à mesma situação do ano passado.

Agora, atenção, nem tudo ficou acertado entre o Centrão e o governo pois é muito possível que, a contragosto de setores governamentais, os parlamentares façam com que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF), volte ao Ministério da Economia.

Na reforma ministerial de origem, feita pelo governo Bolsonaro, a Coaf passou à órbita do Ministério da Justiça, quer dizer, do ministro Sérgio Moro. Mas, agora, pode passar ao comando do ministro Paulo Guedes.

A outra proposta a ser votada nesta quarta-feira, 22, diz respeito à reforma tributária, reclamada por agentes econômicos, União, estados e municípios. Mas, tem uma particularidade na proposta a ser votada, hoje: essa proposta a ser deliberada pelos deputados é da própria Câmara, de autoria do deputado Balela Rossi, líder do MDB, e não a do governo, que ainda está em gestação no Ministério da Economia.

Quer dizer: nem tudo são flores, ainda, nas relações entre governo e Congresso, o que pode ser observado nessas questões da reforma tributária, da Coaf e, ainda, das mudanças que os deputados pretendem imprimir na reforma da previdência.

Absolutamente natural na democracia.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments