Mensagens de ódio: Procurador quer impedir exclusão automática

O secretário de Direitos Humanos da Procuradoria Geral da República, Ailton Benedito, tenta impedir que o Facebook exclua mensagens de ódio. Defensor do presidente Bolsonaro, e crítico da esquerda, o procurador quer que a rede somente exclua mensagens provocada por terceiros.Entre as mensagens passíveis de exclusão unilateral pelo Facebook estão discurso de ódio, violência, violações de direitos humanos. E, ainda, atividades sexuais, violência sexual e conteúdo cruel.A matéria completa sob o título no O Globo. Leia no Anexo 6 Sinopse diária da Grande Mídia     

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


0 0 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments