Marco regulatório do saneamento é sancionado, com vetos

Marco regulatório do saneamento é sancionado, com vetos. Esse é um dos destaques da grande mídia impressa, nesta quinta-feira, 16 de julho de 2020. Veja na *sinopse do noticiário*.

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano III, Nº 615, de 16.07.2020

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Marco regulatório é sancionado, abrindo caminho a investimentos. Bolsonaro vetou renovação por mais 30 anos de contratos de empresas públicas.” *Manchete de capa do O Globo*.

“Nova política de defesa vê risco de conflitos na América do Sul. Ações do regime venezuelano são consideradas no Ministério da Defesa foco de tensão.” *Manchete de capa do Estadão*.

“Fim do auxílio vai pressionar desemprego, mostra estudo. Perda de trabalho informal é mais que o dobro do formal; procura por vaga é adiada com benefício.” *Manchete de capa da Folha*.

“Liquidez e juros baixos dão força a megaofertas de ações. Investidores têm se interessado em comprar mais ativos de risco, em volume acima da média registrada antes da crise. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Governo quer nova CPMF e deve acabar com deduções do IR. Esse tributo seria uma espécie de “CPMF digital” e incidiria sobre transações eletrônicas, com alíquota de 0,2% a 0,4%. No início da noite, o ministro Paulo Guedes confirmou a informação.” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

📃 *Editoriais do dia*:

_FOLHA_

“Batalha inglória. Mais que contestar críticas, militares deveriam deixar o comando da Saúde.” 

“O sexo do ensino. Supremo age bem ao derrubar normas que restringiam menções a gênero nas escolas.”

_O GLOBO_

“A difícil missão da defesa do meio ambiente. Hamilton Mourão precisa superar vários obstáculos na proteção da Amazônia, e o mais difícil é Bolsonaro.” 

“É sensata a proposta de escolas de samba para adiar o carnaval. No atual cenário, não faz sentido planejar uma festa em que as aglomerações são inexoráveis.” 

_ESTADÃO_

“O custo da evasão escolar. Levantamento estima que o prejuízo total causado pela evasão escolar seja de R$ 214 bilhões por ano, o que equivale a 3% do Produto Interno Bruto.”

“Uma retomada com muitas baixas. Reação e quebradeira coexistem num quadro especialmente difícil para firmas pequenas.” 

“Pensando o futuro. No vácuo de liderança governamental, tranquiliza ver a ação de setores da sociedade civil.” 

“Soja e milho puxam valor da produção agrícola. Números são uma demonstração da pujança da agropecuária brasileira, que alcançou altos níveis de eficiência.” 

_VALOR ECONÔMICO_

Efeitos colaterais do excesso de militares no governo. Sob ordens de Bolsonaro, Ministério da Saúde se tornou irrelevante quando mais era necessário.” 

_CORREIO BRAZILIENSE_

“Resposta acertada. Vem, pois, em boa hora a flexibilização nas regras de contratação de profissionais. A Portaria 16.655, baixada pelo Ministério da Economia na terça-feira, autoriza o reaproveitamento do trabalhador demitido há menos de 90 dias desde que mantidos os termos do contrato anterior.” Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quarta-feira, 15, em alta de 1,34%, a 101.791 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,71%, a R$ 5,38.

⏳ Destaque para o dia de hoje:

Realce do calendário para o 16 de julho: Dia do Comerciante

Leia mais sobre Destaques da Grande Mídia Impressa.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments