Manchetes dos grandes jornais focam em ações que procedem ou que atingem o governo, na política e na economia

Manchetes dos grandes jornais focam em ações que procedem ou que atingem o governo, na política e na economia. “Em dia de derrotas, reforma de Bolsonaro fica em xeque”, diz a manchete de capa da Folha. “Congresso tira Coaf de Moro e impõe derrota ao governo”, conta a manchete de capa do O Globo. “Governo reduz previsão do PIB e fará novos cortes”, é a manchete de capa do Valor Econômico. ““Equipe econômica estuda mudança na regra do FGTS, adianta a manchete de capa do Estadão.

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 181

🖋Edição: Sérgio Botêlho

📅 A 235 dias do fim do ano de 2019, hoje é sexta-feira, 10 de maio de 2019, 130º dia do ano.

📊 Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quinta-feira, 09, em baixa de -0,83%, a 94.808 pontos. O dólar subiu 0,23%, a R$ 3,94, e o euro também subiu 0,48%, a R$4,40.

💲Economia:

“O Copom também no escuro. Espante-se quem quiser, mas o Banco Central, assim como investidores, empresários e consumidores, também se detém diante da incerteza política e econômica.” Editorial do Estadão.

💲Economia:

“No 1º trimestre, Vale tem prejuízo de R$ 6,4 bilhões.” Na capa do O Globo.

💲Economia:

“Bolsa e Tesouro Direto superam 1 milhão de investidores cada. Em ritmo crescente de adesões desde as eleições, em outubro, a Bovespa e o Tesouro Direto alcançaram ontem 1 milhão de investidores cada. A taxa de juros baixa e a expectativa pela aprovação da reforma da Previdência ajudam a explicar os números. Para analista, o desafio é convencer os brasileiros a diversificar os investimentos: 117 milhões ainda aplicam na poupança.” Na capa do Estadão.

👨‍🎓Educação:

“Passo a passo. É alentador constatar que a Secretaria da Educação {de São Paulo} parece abandonar a pasmaceira.” Editorial da Folha.

🏛 Governo:

“Governo reduz previsão do PIB e fará novos cortes. O governo vai reduzir mais uma vez sua projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2019, o que deve levar a equipe econômica a promover novo corte de gastos.” Manchete de capa do Valor Econômico.

🏛 Governo:

““Congresso tira Coaf de Moro e impõe derrota ao governo. MP que devolve órgão à Economia ainda será votada na Câmara e no Senado.” Manchete de capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Em dia de derrotas, reforma de Bolsonaro fica em xeque. Comissão ignora apelo de Sérgio Moro e retira Coaf do Ministério da Justiça.” Manchete de capa da Folha.

🏛 Governo:

“Governo não se empenha e Moro fica sem o Coaf.” Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Equipe econômica estuda mudança na regra do FGTS. O aumento da rentabilidade do fundo, que tem atualmente estoque de R$ 525 bilhões, está em análise.” Manchete de capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Equipe de Guedes prepara pacote para mudar FGTS. Ministério da Economia estuda liberar saque de contas inativas e aumentar rentabilidade do fundo.” Na capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Tiros no Planalto. Bolsonaro amplia direito ao porte de armas de modo temerário para agradar nichos.” Editorial da Folha.

🏛 Governo:

“Liberação ampla da posse de armas trará mais violência. Congresso deveria corrigir o decreto do presidente com urgência.” Editorial do Valor Econômico.

🏛 Governo:

“Muito além da lei e do razoável. O decreto do presidente Jair Bolsonaro que ampliou posse e porte de armas no Brasil é claramente ilegal.” Editorial do Estadão.

🏛 Governo:

“Decreto sobre armas pode mudar, diz Maia. Presidente da Câmara disse que tentará “reorganizar” o decreto porque viu “inconstitucionalidades”. Para juristas, texto abre possibilidade de armar o MST.” Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Câmara aponta ilegalidades no decreto das armas. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que a área técnica da Casa identificou pontos inconstitucionais no decreto do governo que flexibiliza o porte de armas. A proposta encontra resistência no Congresso, mas o Planalto descartou fazer alterações no texto.” Na capa do O Globo.

🏛 Governo:

“Com tantos problemas no País, Bolsonaro só pensa em escancarar o porte de armas.” Na coluna de Eliane Catanhêde, no Estadão.

🏛 Governo:

“Presidente aceita discutir decreto sobre porte de arma. Porta-voz afirmou que Jair Bolsonaro (PSL) aceita analisar mudanças horas depois de Rodrigo Maia (DEM-RJ) declarar que há inconstitucionalidades no decreto e que ele pode ser sustado no Congresso. A liberação de importação de qualquer produto controlado pelo Exército pegou o setor de defesa de surpresa.” Na capa da Folha.

🏛 Governo:

“O pragmatismo que o Centrão impôs a Jair Bolsonaro encontrou uma pedra no caminho: o partido do presidente. Apesar de um inédito acordo unindo o poderoso bloco a Rodrigo Maia e aos interesses do Planalto para votar em plenário a MP que tira o Coaf de Sérgio Moro, o PSL se recusou a matar no peito o mico de pregar em discurso o combate à corrupção e, na prática, virar as costas a Moro. A sigla decidiu por obstruir a votação e agora quer ver o Planalto dividir publicamente a conta do desgaste ou se empenhar de verdade em ajudar o ministro.” Na Coluna do Estadão.

🏛 Governo:

“Mais cortes. A revisão nas projeções de crescimento do País pode levar a novo corte no Orçamento – a estimativa para a alta do PIB deve passar dos atuais 2,2% para entre 1,5% e 2%. O governo já tinha anunciado o bloqueio de R$ 30 bilhões.” Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Meio Ambiente fará ‘pente-fino’ em áreas de proteção. As 334 áreas ambientalmente protegidas do País passarão por uma reavaliação do Ministério do Meio Ambiente. Segundo o ministro, Ricardo Salles, parte das unidades de conservação foi criada “sem nenhum tipo de critério técnico”. A ideia é facilitar a exploração turística e extrativista em parte desses locais – alguns têm atualmente status de proteção integral, com regras rígidas de acesso e uso.” Na capa do Estadão.

🏛 Governo:

“Bolsonaro prefere base online de Olavo a de militares.” Na capa da Folha.

🌐Internacional:

“Prisão de vice de Guaidó tem reação internacional.” Na capa do O Globo.

🕵Investigações:

“Áudio sugere repasses a dirigentes do Corinthians. Gravações telefônicas ligadas à Operação Lava Jato registram o diretor administrativo do Corinthians, André Luiz de Oliveira, conversando em 2014 com doleiro sobre o que seriam duas entregas de dinheiro da Odebrecht. Os repasses seriam destinados ao dirigente Andrés Sanchez e estariam ligados à construção do estádio de Itaquera. Oliveira e Sanchez negam.” Na capa do Estadão.

🕵Investigações:

“Carlos Bolsonaro empregou laranja por 18 anos no Rio. O vereador Carlos Bolsonaro (PSC), filho do presidente, empregou por 18 anos, em seu gabinete na Câmara Municipal do Rio, uma mulher que foi laranja de um militar na propriedade de empresas e que já serviu de faz-tudo da família Bolsonaro.” Na capa da Folha.

🕵Investigações:

“Justiça mantém condenação de Bolsonaro a pagar R$ 150 mil por declarações homofóbicas e racistas”. No O Globo.

🌪 Meio Ambiente:

“Ilhas de lixo na Baía refletem falhas no sistema de coleta dos municípios. Detritos jogados irregularmente em rios e canais da Região Metropolitana vão parar no mar.” Editorial do O Globo.

💼 👴 Política e Previdência:

“O didatismo do ministro. Paulo Guedes foi bastante didático sobre os riscos que o País corre se o Congresso não aprovar a reforma da Previdência.” Editorial do Estadão.

💼 👴 Política e Previdência:

“Reforma pode passar antes do recesso, se o governo não errar.” Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

💼 👴 Política e Previdência:

“De novato a `Gladiador` do Guedes. Deputado em 1.º mandato, Alexandre Frota (PSL-SP) virou um dos estrategistas da reforma da Previdência. Ele sugeriu a Paulo Guedes (Economia) que trocasse o termo capitalização por “poupança garantida”. “Frota atuou como gladiador”, disse o Major Vitor Hugo (PSL-GO), referindo-se à participação do ex-ator na audiência de Guedes na Câmara.” Na capa do Estadão.

👴 Previdência:

“Reforma vai poupar R$ 180 bi com pensões.” Na capa do O Globo.

👴 Previdência:

“Justiça social é ponto forte em favor da reforma. Apresentação destaca o papel da Previdência na concentração de renda, na crise da saúde e educação.” Editorial do O Globo.

🚓Prisão de Temer:

“Temer volta para prisão e aguarda recurso. Após decisão do TRF-2, o ex-presidente Michel Temer se apresentou à Justiça e voltou para a prisão ontem. Ele ficará detido na sede da Polícia Federal em São Paulo pelo menos até terça-feira, quando o Superior Tribunal de Justiça (STJ) deve julgar novo pedido de habeas corpus apresentado por sua defesa. Temer, que esteve recluso quatro dias em março, é acusado de receber propina na obra da usina nuclear Angra 3. O coronel Lima, amigo do ex-presidente, também foi preso.” Na capa do O Globo.

👥 Social:

“O apetite pela exclusão dos negros no Brasil não cessa.” Na coluna de Flávia Oliveira, no O Globo.

Destaque histórico:

“Nelson Mandela assume a presidência da África Sul no dia 10 de maio de 1994. Ele é o primeiro negro da história a assumir o cargo no país. Mandela era pacifista e fazia campanhas por uma sociedade democrática mais livre e multirracial. Em 1993, junto com De Klerk, recebeu o Prêmio Nobel da Paz.” No portal Terra.

👍Positivo:

“Grupos contrários à vacinação perdem mais uma batalha.” No Estadão.

👎Negativo:

“Federação Francesa suspende Neymar por três jogos por agressão a torcedor.“ No Estadão.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu