País passa de mil mortos em 24h; setor elétrico reclama de socorro

País passa de mil mortos em 24h; setor elétrico reclama de socorro. Esses são destaques da grande mídia, nesta quarta-feira, 20  de maio de 2020, na seção DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA, do Anexo 6.DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Sem ministro, país passa dos mil mortos diários. Interino há 5 dias, general Pazuello nomeia 9 militares para Saúde.” *Manchete de capa do O Globo*.“Mais de mil mortes por dia e 1 a cada 7 novos casos no mundo. Com 271.628 infectados, País registra propagação da covid-19 em ritmo mais acelerado do que o de outras nações.” *Manchete de capa do Estadão*.“Pela 1ª vez, país supera mil mortes por Covid-19 em 24h. Com 1.179 vítimas registradas ontem, coronavírus já é a maior causa de mortalidade hoje no Brasil.” *Manchete de capa da Folha*.“Setor elétrico vê problemas no ‘socorro’ oficial. Definição do valor do empréstimo ao setor e qual tratamento será dado para o problema econômico das distribuidoras geram incertezas. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.“1.179 mortes em 24h. O Brasil ultrapassou pela primeira vez a marca de mil óbitos por covid-19, num intervalo de 24 horas. E chegou ao total de 17.971 mortos. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

📃 *Destaques de capa*:

_O GLOBO_

“Ramagem levou ex-chefe da PF do Rio a Bolsonaro. Ex-chefe da PF do Rio desmente Bolsonaro e diz ter sido convidado por Ramagem”.“Maia admite adiar eleição, mas sem esticar mandatos. Presidente da Câmara, no entanto, não prevê prorrogação de mandatos. A votação, mesmo em nova data, seria ainda em 2020. Como é necessária alteração da Constituição, deputados e senadores vão começar discussão”.“Weintraub usou advogados do MEC em causa própria. Lotados no Ministério da Educação, profissionais atuaram em ações de interesse privado do ministro entre abril e maio do ano passado. MEC afirma que honorários foram pagos de forma particular, e especialistas veem possível improbidade”. “Governo vai ‘suavizar queda’ de auxílio de R$ 600, diz Guedes. Em reunião com representantes do setor de serviços, ministro descarta prorrogar benefício emergencial, mas defende que valor não seja zerado de uma vez após fim do pagamento das três parcelasf”. “Família leva 17 horas para achar menino morto em ação policial. Família acusa policiais civis e federais de entrarem atirando numa casa onde grupo de meninos jogava videogame”.“EUA reprovam citação da OMS sobre patentes. A OMS aprovou por unanimidade resolução que apoia a quebra de patente de futura vacina contra a Covid-19, para garantir acesso “universal, rápido e equitativo” à imunização. O governo dos EUA, que já ameaçara deixar a OMS, rejeitou trecho do texto sobre propriedade intelectual.”.“Rio quer internar paciente de Covid-19 antes de agravamento. PACIENTE DEVE BUSCAR MÉDICO AOS PRIMEIROS SINTOMAS”.“Um desleixo que contamina. Infectologista alerta para risco de contaminação; Comlurb pede bom senso”. “Merval Pereira: Militares aderem à marcha de insensatez de Bolsonar”. “Elio Gaspari: Demissão de Queiroz e sua filha tem cheiro de vazamento”.“Míriam Leitão: Presidente abre balcão no MEC para blindar seu mandato”.
_FOLHA_
“Maia vê quase unanimidade para adiar eleições….sem contudo prorrogar mandatos. ”.“Ministros pedem apoio do Centrão a privatizações”.“‘Não quero pessoas infectando nosso povo’. Donald Trump, presidente do EUA, sobre chance de vetar voos oriundos do Brasil”. “Vinícius Torres Freire: Subnotificação na capital paulista é menor do que se especula”. “Flávio repassou R$ 500 mil do fundo a advogado investigado”.“General põe coronel de número 2 e 9 militares na Saúde”.“Senado dá aval para mudar data do Enem”.“Regina Duarte recorre a Zambelli para deixar governo”. “Bolsonaro recebe dirigentes para falar de volta do futebol”. “Menino de 14 anos morre em ação da PF no Rio”.“Trump ameaça sair da OMS pode divergências sobre coronavírus”.“Decreto congela reajuste tarifário de energia”.“Emissões de carbono caem 17% no mundo com confinamento”. “Elio Gaspari: O mistério de Queiroz persiste”. “Hélio Schwartsman: Uma solução para o exame. Eliminar a redação nos daria 2 meses adicionais para a realização do exame”._ESTADÃO_“Congresso estuda adiar eleições para o fim do ano. Em meio à crise da covid-19, Alcolumbre, Maia e ministros do STF buscam solução para a disputa sem prorrogação dos atuais mandatos; primeiro turno pode ocorrer em novembro”.“Poupança digital compulsória dificulta auxílio”.“A PRIMEIRA CRISE DAS STARTUPS. Pandemia impõe retração de receita e demissões a empresas iniciantes, acostumadas a crescer mesmo em tempos difíceis”. “São Paulo registra mais de 5 mil mortos. As cidades do Estado de São Paulo atingiram ontem um total de 5.147 mortes pelo novo coronavírus.”. “O novo cenário dos teatros. Concertos voltam na Alemanha, mas cinemas e teatros ainda correm risco ao redor do mundo”.“Rosângela Bittar: Bolsonaro detém prerrogativas de governar, que não usa. Mas usa e abusa de instrumentos, como a autoridade, que não tem.”.“Gonzalo Vecina: O que fazer para não passar por um genocídio? Isolamento social até ocorrer queda do número de casos e mortes.”.

_VALOR ECONÔMICO_

“235 mil empregos. Walmart contratou 235 mil trabalhadores nos EUA para lidar com crescimento das vendas durante a pandemia, segundo presidente-executivo do grupo”.“MS descarta afrouxar isolamento. Governador afirma que não é hora de flexibilizar protocolos e defende “unidade” no combate à covid-19”.“Bracher defende juro baixo pós-crise. Para o presidente do Itaú Unibanco, enfrentamento dos impactos da pandemia requer o uso de recursos públicos, mas será necessário que os juros se mantenham baixos por longo período”.“Bolsonaro sugere e empresa demite sem indenizar. Onda de desligamentos é liderada por empresas que se eximem de pagar indenizações aos trabalhadores e as delegam a governadores e prefeitos”. “Indústria de motos reabre em Manaus. A volta das operações é lenta e varia conforme a estratégia de cada montadora; trabalhadores terão de se adaptar à nova realidade”.“Pandemia é chance para repensar papel do Estado, dizem especialistas. Para economista, debate sobre serviços públicos tem de ir além da redução de pessoal e de custos”.“Pandemia é chance para repensar papel do Estado, dizem especialistas”.“Somos uma sociedade fundada no ódio não às minorias, mas à maioria. Sem nos reconhecermos no outro, jamais vamos superar a desigualdade que nos define como país”“Conjuntura. Nova leva de revisões vê recuo de até 7,4% do PIB. Instituições ampliam o pessimismo em relação à recessão da economia brasileira neste ano”.“Brasil pede adesão a acordo anticorrupção da OMC. País deve abrir seu mercado de compras governamentais a companhias estrangeiras e, ao mesmo tempo, dar acesso a empresas brasileiras a um mercao de US$ 1,7 trilhão”.“Brasil pede adesão a acordo anticorrupção da OMC”.“Equipe econômica pediu MP que reduz responsabilidades. Na análise jurídica da equipe econômica, a lei em vigor não conceituava adequadamente o que seria erro grosseiro e decidiu-se deixar isso claro”.“Reunião traça planos para economia pós-pandemia. Reformas estruturais, facilitação do ambiente de negócios, promoção de investimentos, integração global, proteção dos mais vulneráveis e novo mercado de trabalho estão na lista”.“Indicadores sociais. Distância do hospital dificulta assistência a morador de favela”.“IBGE mostra que no fim do ano passado havia 13,1 mil favelas no país, com 5,12 milhões de domicílios. Distância do hospital dificulta assistência a morador de favela”.“‘Feriadão’ paulista é tentativa de evitar ‘lockdown’. Para Adriano Massuda, faltam elementos para saber quando será o pico da pandemia”.“Para secretário, São Paulo tenta a última cartada. PM vai fiscalizar se serviços e comércio não essenciais abriram as portas”.“Presidente diz que será assinado hoje novo protocolo sobre uso de hidroxicloroquina”.“Bancos e bolsa funcionam normalmente em São Paulo. B3 deve interromper as atividades em 11 de junho, data original do feriado de Corpus Christi”. “Política. Saída de Moro abre caminho para criação do Ministério da Segurança. Atual ministro da Justiça não vê problemas em dividir ministério”.“Centrão não deve ficar com a Saúde. Principal tendência ainda é a de que Bolsonaro escolha um médico renomado”.“Carlos Oliveira reconhece encontro com Bolsonaro. Atual diretor-executivo da PF disse que esteve com o presidente antes de assumir a superintendência no Rio”.“Serviços de inteligência são alvejados na crise. Setor é essencial no processo decisório governamental”.“Judiciário. Defesa de Eike vê avanço em tratativas para delação. Anexos sobre corrupção no Rio foram aceitos por Rosa Weber”. 

 _CORREIO BRAZILIENSE_

“Deputados aprovam máscara obrigatória e multa de R$ 300”.“Enem é adiado pelo Senado; MEC vai consultar inscritos”.“Ibaneis reassume o controle da volta do comércio. Justiça entende que só o GDF tem informações para determinar a reabertura de lojas durante a pandemia. Setor produtivo defende retomada de mais atividades, com cautela.”“PF e o caso Queiroz: Marinho depõe hoje.”“Servidores contra a volta às repartições”“Casamento via internet. O amor entre dois médicos foi oficializado numa cerimônia virtual por causa da pandemia. Separados por 2mil km e sem poder viajar, Eliana e Célio celebram as bodas de uma relação que nasceu há 15 anos, em Brasília.”“A luta das empresas em busca de crédito. O governo federal assegura que há dinheiro disponível para ajudar o micro e pequeno empresário neste período de crise econômica provocada pela pandemia, porém claramente os recursos não chegam àqueles que precisam”.📃 *Editoriais do dia*:
_FOLHA_
“Vício petista. Em SP, Tatto faz promessa irrealista; sigla se arrisca a falar só a convertidos.” “O caso da Suécia. Defender estratégia do país escandinavo no Brasil desconsidera quadro diverso.”
_O GLOBO_
“Bolsonaro constrói o seu estelionato eleitoral. A distribuição de cargos e orçamentos ao centrão começa a definir o destino deste governo.” “Lobby de servidores, com apoio do governo, aumenta as desigualdades. Em meio à pandemia, criou-se mais um privilégio ao funcionalismo, cujas remunerações já estavam acima dos padrões.” 
_ESTADÃO_
“A cloroquina e o crime de responsabilidade. À plena luz do dia, Jair Bolsonaro utiliza-se do cargo para causar dano à saúde da população, em escancarado exercício abusivo do poder.”“Um TRF desnecessário e inoportuno. Em meio à pandemia, políticos e magistrados querem criar uma corte cara e desnecessária.” “O verdadeiro Bolsonaro. Cresce a mobilização da sociedade civil para enfrentar a vocação autoritária do governo.” “Prudência para não piorar o déficit primário. Se novas despesas se tornarem permanentes, muitas atividades do governo poderão ser interrompidas no ano que vem.” 
_VALOR ECONÔMICO_
Indicadores de bem-estar já eram ruins e vão piorar. Covid-19 lega aos sobreviventes problemas que se arrastam por anos e vão seguir pressionando os serviços de saúde.” 
_CORREIO BRAZILIENSE_
“A esperança contra o vírus. Enquanto o país assiste, impotente, ao implacável avanço da pandemia do novo coronavírus — o Brasil está atrás apenas dos Estados Unidos e da Rússia no triste ranking do número de infectados pela covid-19 —, uma boa notícia surgiu. Os resultados da primeira vacina testada em humanos contra a doença que já matou quase 20 mil brasileiros e mais de 300 mil pessoas no mundo são promissores.” Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 19, em queda de -0,56%, a 80.742 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,73%, a R$ 5,76.

Destaque histórico:

Informações sobre o dia de hoje na história, é só clicar.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


0 0 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments