Lockdown vira recomendação da vez; pandemia avança no Brasil

Lockdown vira recomendação da vez; pandemia avança no Brasil. Esses são destaques da grande mídia, nesta quinta-feira, 07 de maio de 2020, na seção DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA, do Anexo 6.

*DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA*

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Cientistas pedem lockdown no Rio e no Nordeste para impedir colapso. Ministro Nelson Teich admite que fechamento total será necessário em alguns locais.” *Manchete de capa do O Globo*.

“Bolsonaro dá aval e Congresso libera reajuste para servidor. Mudanças, decididas à revelia de Guedes, reduzirão em R$ 90 bi economia de gastos.” *Manchete de capa do Estadão*.

“Conta do Auxílio Emergencial pode chegar a R$ 154 bilhões. Análise do órgão do Senado mostra que o governo deve desembolsar R$ 30 bilhões a mais do que o previsto.” *Manchete de capa da Folha*.

“BC corta juro para 3% e já prevê uma nova redução. Mercado financeiro teme que uma taxa de juros muito baixa provoque forte saída de capitais do país. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Covid 19 mata mais 615. Teich fala em lockdown. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

📃 *Destaques de capa*:

_O GLOBO_

“‘País fracassou em impedir os cenários terríveis’. Estudo aponta que dificuldades de acesso ao diagnóstico e ao tratamento, bem como sobrecarga de cientistas, vão piorar a situação”.

“Cinco casos na PF do Rio interessam a Bolsonaro. A superintendência da Polícia Federal no Rio atuou nos últimos meses em ao menos cinco casos que têm o interesse direto do presidente, de seus filhos ou pessoas próximas, como Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro.”.

“Flamengo. Três jogadores e oito funcionários estão com Covid-19”. 

“BC surpreende mercado e reduz taxa de juros a 3%”. 

“Senado conclui votação de ajuda de R$ 120 bi aos estados. Alcolumbre mantém maioria das exceções aprovadas pela Câmara e permite reajuste salarial também para professores”.

“Ação contra bicho e Cabral. Tácio Muzzi assume superintendência após atuar em investigações contra chefões do bicho e corrupção.”.

“TRF-4 mantém pena de 17 anos de prisão a Lula no caso do sítio”.

“Governo começa a nomear indicados pelo Centrão”. 

“País registra desmatamento recorde em áreas de garimpo. Área destruída na Amazônia durante o primeiro ano do governo Bolsonaro é equivalente a 10 mil campos de futebol. Recorde pode ser consequência de discurso do presidente, incomodado com ações de contenção”. 

“BNDES vai emprestar R$ 4 bi a pequenos por meio digital. Banco vai emprestar por meios digitais a microempreendedores, que enfrentam escassez de crédito nos bancos”.

_FOLHA_

“BC surpreende com corte de 0,75 pontos no juros, para 3%”.

“Centrão gerencia distribuição de cargos no governo”.

“Contardo Calligaris: Jair, o protótipo do brasileiro”. 

“Com alta e furtos na quarentena, São Paulo vive apagão de semáforos”. 

“Novo chefe da PF do Rio não é da lista de Bolsonaro”.

“Presidente vê Moro candidatíssimo e o teme para 2022”.

“Quatro estados e 8 capitais têm mais de 90% de UTI ocupadas”.

“Quase todos os estados tiveram aumento do fluxo de pessoas”. 

“Portaria torna Saeb anual e prevê uso para acesso à universidade”. 

“Vacina experimental passa a ser testada em humanos nos EUA”.

“Brasil bate outro recorde e vira 6º país com mais mortes”.

“Grande SP, Campinas e Baixada não devem ter relaxamento dia 11”.

_ESTADÃO_

“PM PODE FISCALIZAR MÁSCARA. A Prefeitura de São Paulo ainda publicou um decreto ontem, repassando à Polícia Militar a fiscalização do uso de máscaras nas ruas, que será exigida a partir de hoje.”.

“Banco Central surpreende e derruba juros para 3%. Em decisão unânime, o Banco Central anunciou corte de 0,75 ponto na taxa Selic. Os juros básicos da economia caíram para 3% ao ano, o menor índice da história no País. Em comunicado, o BC avaliou que a contração econômica será “significativamente superior” à prevista pela instituição e sinalizou que, em junho, a Selic deve sofrer novo corte de até 0,75 ponto.”.

“Após covid, País registra alta de mortes em casa”. 

“Celso Ming: O BC já antecipou que terá de continuar a cortar juros. Mas ninguém se iluda: não serão os juros no andar térreo que vão reativar a economia.”. 

“Avanço militar na Saúde. Com indicações do governo, integrantes das Forças avançam no ministério; secretários veem ‘tutela’ do Planalto”.

“Centrão recebe cargos e já vota com governo. Bolsonaro inicia partilha de postos aos partidos do bloco em troca de apoio no Congresso; Progressistas emplaca indicado para o comando do Dnocs, com orçamento de R$ 1 bilhão”.

“Para forçar isolamento, SP usará rodízio. Prefeitura deve anunciar a medida amanhã, após fracasso em bloqueio de vias”.

“‘País está pegando fogo e jogam gasolina’. Para empresária, está na hora de deixar brigas políticas de lado e unir forças para prestar informações à população”. 

“TRF manda Bolsonaro entregar exames. ‘Sociedade tem que se certificar que presidente está ou não acometido da doença’, afirma desembargador; AGU avalia recorrer da decisão”. 

“Sentença de Lula em caso do sítio é mantida. Advogado do petista reclama que julgamento virtual não permitiu manifestação da defesa, e estuda novo embargo”.

“CBF usará cafezinho para buscar infectados. Guia médico. Material produzido pela entidade para combater a covid-19 recomenda veto a vestiários e avaliação do olfato dos atletas”.

“Brasil põe região em risco, diz Argentina. Em entrevista a uma de rádio de Buenos Aires, presidente argentino volta a criticar a negligência do governo brasileiro no combate à pandemia de coronavírus, aumentando o coro de países vizinhos preocupados com a rápida disseminação da covid-19 no País”.

_VALOR ECONÔMICO_

“Planalto vai decidir sobre alta da Cide. Divergências na equipe de governo colocaram na mesa do presidente Jair Bolsonaro a decisão sobre elevar ou não a Cide, um dos tributos federais sobre a gasolina”.

“Dino diz que Bolsonaro quer ‘turvar águas’. Para governador do Maranhão, presidente hostiliza e sabota a agenda de combate ao coronavírus”.

“Trabalhador vai de avião colher uvas na Suíça. Alemanha e Suíça estão levando de avião trabalhadores temporários estrangeiros para suas colheitas agrícolas em meio à pandemia”. 

“Senado facilita reajuste de servidores públicos. Em um duro revés para a área econômica, e com o apoio do presidente Jair Bolsonaro, o Senado aprovou o texto da proposta de socorro financeiro aos Estados e municípios”. 

“Presidente já nomeia os indicados do Centrão. Aproximação também é parte de uma estratégia para tentar eleger um aliado à presidência da Câmara no ano que vem”.

“Europeus voltam a planejar viagens. Airbnb registra aumento nas reservas em vários países europeus, mas anuncia um corte de 25% no número de funcionários”.

“Teich critica ‘fila única’ e já admite possibilidade de adotar ‘lockdown’. Ministro cita a própria experiência na área oncológica para argumentar que direcionamento único pode ser menos eficiente”.

“Com isolamento frágil, mortes no Brasil já chegam a 8.536. Entre terça-feira e ontem, número de mortes registradas foi de 615”. 

 _CORREIO BRAZILIENSE_

“Expectativa nas lojas. GDF e entidades do setor apresentam hoje, a uma comissão do Judiciário, os dados sobre a pandemia do Covid-19 na cidade e o plano para abertura do comércio”.

“BC reduz juros a 3% para salvar economia”.

“Vacina. Fõrmula chinesa imuniza ratos e macacos contra o novo coronavírus”. 

“Guedes perde. Mudança em projeto impede que maioria dos servidores tenha reajuste congelado”. 

“Bolsonar deleta rastros de Moro no governo”.

📃 *Editoriais do dia*:

_FOLHA_

“Maratona inglória. Beneficiários do auxílio emergencial enfrentam filas evitáveis com organização.” 

“Máscaras e multas. SP acerta ao tornar proteção obrigatória, mas punição deveria ter valor menor.”

_O GLOBO_

“Bolsonaro sofre avarias no embate com Moro. A crise da saída do ex-juiz e a aliança com o centrão trazem de volta o verdadeiro presidente.” 

“A globalização da solidariedade em busca de vacina contra a Covid-19. União Europeia cria fundo mundial para apoiar pesquisas de combate ao novo coronavírus.” 

_ESTADÃO_

“Aliança despudorada e ruinosa. Mais uma vez, o fisiologismo, o populismo e o corporativismo venceram, com apoio do governo que prometeu abandonar a velha política..”.

“O vírus pegou uma indústria já frágil. Sem ilusões, é preciso reconhecer o mau estado da indústria – e da economia nacional – antes da chegada do novo coronavírus. Não se trata de menosprezar o impacto da pandemia, mas de olhálo sem perder a perspectiva. .” 

“A pergunta. Por que Bolsonaro queria tanto trocar o superintendente da PF no RJ? Mais cedo ou mais tarde, ele terá de responder..”. 

_VALOR ECONÔMICO_

Pandemia paralisa atividades, menos a destruição da Amazônia. A MP 910 que está no Congresso é uma obra prima da desfaçatez com que se pretende premiar grileiros, empresários desonestos”. 

_CORREIO BRAZILIENSE_

Falta sintonia. Em plena pandemia, que ceifa vidas por atacado, exige isolamento social e cava fosso abissal na economia, criam-se fatos que deixam as emergências em segundo plano.”. Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quarta-feira, 06, em queda de -0,51%, a 79.064 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 2,00%, a R$ 5,70. .

Destaque histórico:

Informações sobre o dia de hoje na história, é só clicar.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments