Lava Jato e eleições municipais: houve punição nas urnas?

É fácil constatar que houve punição nas eleições municipais a envolvidos na Lava Jato. No entanto, a punição foi seletiva. Ou seja, houveram partidos punidos e outros que não

É fácil constatar que houve punição nas eleições municipais a envolvidos na Lava Jato. No entanto, a punição foi seletiva. Ou seja, houveram partidos punidos e outros que não foram. Dentre os políticos citados estão presentes de vários partidos, tais como: PT, PSDB, PMDB, PSB, PP, PTB, DEM, PDT, PCdoB e SD, entre outros. Para tanto, seguem os dados referentes a tais partidos.

O PT elegeu 630 prefeitos e 5.067 vereadores em 2012, em 2016 foram 256 prefeitos e 2.795 vereadores, uma queda de 59,4% e 44,8% respectivamente. O PSDB elegeu 793 prefeitos e 5.355 vereadores em 2016 frente a 686 prefeitos e 5.146 vereadores em 2012, um crescimento de 15,6% e 4,1%. O PMDB conquistou 1.028 prefeituras frente a 1.015 em 2012, crescimento de 1,3%, nos vereadores houve queda de 3,5%, passando de 7.825 para 7.551. O PSB saiu de 434 para 414 prefeituras, queda de 4,6%, e de 3.484 para 3.625 vereadores, alta de 4%. O PP subiu de 474 para 495 prefeituras, alta de 4,4%, enquanto caiu 2,3% em número de vereadores, de 4.840 para 4.730. O PTB teve suas prefeituras reduzidas em 12,1%, passando de 298 para 262, enquanto o número de vereadores caiu 12,7%, de 3.484 para 3.042. O DEM saiu de 276 para 265 prefeituras, queda de 4% e perdeu 9,7% de vereadores, saindo de 3.209 para 2.898. O PDT subiu de 304 para 334 prefeitos, alta de 9,9%, e de 3.563 para 3.756 vereadores, alta de 5,4%. O PCdoB saiu de 51 para 80 prefeituras, alta de 56,9% e de 952 para 998 vereadores, subindo 4,8%. O SD não participou das eleições em 2012, mas conquistou 62 prefeituras e 1.432 vereadores.

A partir desses dados é possível ver que houve punição nas urnas e ela ocorreu especialmente para o PT. Com exceção do PCdoB, que pode ter ocupado parte do espaço deixado pelo PT, não dá para dizer que os outros partidos foram premiados nas eleições, mas também é possível afirmar que eles não foram punidos. Se as eleições serviriam para punir os partidos envolvidos, era de se esperar que o PP, um dos partidos com mais políticos na Lava Jato, tivesse sua participação reduzida, mas ela permaneceu estável.

Assim, é possível perceber que a Lava Jato e o combate à corrupção provocaram uma única vítima: o PT. Não que o partido não devesse ser punido nas urnas, mas somente ele deveria? Tal resultado pode ser visto como uma técnica de propaganda, a chamada lei de simplificação e do inimigo único. Tal técnica é muito utilizada na área de publicidade e propaganda, em especial a política. A simplificação pode ser vista por meio do slogan utilizado em uma determinada campanha, o que na política pode ser também visto como a palavra de ordem. O inimigo único torna-se por colocar a responsabilidade em uma única pessoa e/ou organização pelos males ou prejuízos existentes. Um bom exemplo disso foi a relação de Hitler com os judeus.

Para aperfeiçoar a democracia brasileira, cabe perguntar: o Brasil ganha ou perde com a tentativa de encontrar uma organização como culpada de todos os males, bem como ganha ou perde em tentar encontrar um político que se proponha a salvar e/ou reunificar o país?

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.