Justiça, Lula, Congresso Nacional e economia são os destaques das manchetes dos jornais

Primeira Hora – Anexo 6

SINOPSE DE 12 DE JULHO DE 2018

Edição: Sérgio Botêlho 

JORNAIS:

Manchete e destaques do jornal O Globo: Justiça proíbe Lula de fazer campanha na prisão. Juíza nega pedido do ex-presidente para gravar vídeos e dar entrevistas. Decisão cita Lei da Ficha Limpa, que impede condenado em segunda instância de concorrer. O ex-presidente Lula sofreu um revés ontem com a decisão da juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara de Execuções Penais de Curitiba, que negou pedido da defesa para que ele pudesse participar da convenção do PT, além de gravar vídeos ou dar entrevistas dentro da prisão. Lula cumpre pena por corrupção e lavagem de dinheiro. A magistrada citou a Lei da Ficha Limpa, que impede condenado em segunda instância de disputar eleição. A defesa do petista vai recorrer ao TRF-4. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu que o STJ e o CNJ investiguem o desembargador Rogério Favreto, que mandou soltar Lula no domingo/

Ministério Público acusa Crivella de improbidade em ação civil pública. Uso da máquina municipal em favor de igrejas evangélicas é investigado desde o ano passado. Investigações iniciadas no ano passado pela 5ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Defesa da Cidadania, que apontam uso da máquina do município em favor de igrejas evangélicas, levaram o Ministério Público do Estado a ajuizar ação civil pública contra o prefeito Marcelo Crivella, por improbidade administrativa. Reportagem do GLOBO que revelou reunião secreta entre o prefeito e líderes evangélicos embasa parte do inquérito. A promotoria pede que o prefeito se abstenha “de conceder privilégios para a utilização de serviços e espaços públicos por pessoas ligadas ao seu grupo religioso”, entre outros pedidos liminares que, se desrespeitados, podem levar a seu afastamento. Relatório do TCM sobre o primeiro ano de gestão Crivella aponta déficit de R$ 1,6 bilhão no caixa do Rio/

Tarifa de energia pode subir. Mudanças na tarifa social e repasse do custo de “gatos” incluídos no projeto de lei sobre a venda das distribuidoras da Eletrobras no Norte e Nordeste, aprovado na Câmara, podem levar a aumento médio de 5,2% na conta de energia/

Trump exige mais gastos com defesa. No início da cúpula da Otan, o presidente Donald Trump disse que a Alemanha é refém da Rússia por causa do gás, e acusou aliados de investir menos em defesa que a meta fixada, de 2% do PIB/

Editorial: É preciso disciplinar decisões individuais de juízes. Projeto que impede concessão de medida cautelar em ação sobre constitucionalidade respeita o Congresso e amplia as bases da segurança jurídica.

Manchete e destaques do jornal Estado de São Paulo: Pautas aprovadas no Congresso têm custo superior a R$ 100 bi. Governo faz apelo para que Câmara e Senado adiem votações e estuda medidas para aumentar a arrecadação e cortar gastos; objetivo é pelo menos fechar as contas de 2019. Nas últimas semanas, Câmara e Senado aprovaram projetos que aumentam gastos ou abrem mão de receitas cujo impacto pode ultrapassar os R$ 100 bilhões nas contas públicas nos próximos anos. Em alguns casos, como na manutenção de benefícios à indústria de refrigerantes da Zona Franca de Manaus, foi revogado um decreto presidencial. O governo estuda medidas que aumentem receita e reduzam gastos, como o adiamento do reajuste salarial dos servidores e a tributação dos fundos exclusivos para clientes de alta renda. O objetivo é pelo menos fechar as contas de 2019. O ministro Eduardo Guardia (Fazenda) fez apelo para que as votações da “farra fiscal” sejam barradas. O esforço é para que não ocorram votações antes do recesso parlamentar. O Congresso aprovou MP que permite adoção de preços mínimos para fretes rodoviários. Multas aplicadas durante a paralisação dos caminhoneiros foram anistiadas. O texto vai para sanção presidencial/

Cai veto a reajuste de servidor. Após pressão de servidores públicos, o Congresso derrubou dispositivo na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 que proíbe aprovação de reajuste ao funcionalismo federal no ano que vem/

Planalto tenta evitar que PP apoie Ciro. O Planalto ameaça tirar cargos do PP caso o partido apoie o pré-candidato Ciro Gomes (PDT). Com DEM, Solidariedade e PRB, o PP faz parte do “Centrão”. Em SP, o PT propôs ao PSB retirar a candidatura de Luiz Marinho em troca do apoio nacional do partido, informa a Coluna do Estadão/

Juíza veta campanha de Lula da prisão. A juíza federal Carolina Moura Lebbos negou ontem pedido do ex-presidente Lula para participar de entrevistas e debates e vetou a saída do petista da prisão para ir à convenção do partido. Em outra frente, a presidente do STJ, ministra Laurita Vaz, negou 143 habeas corpus em favor de Lula/

William Waack: O aparelhamento do Estado preocupa menos que o esfrangalhamento das instituições/

Editorial1: Ainda há juízes isentos em Brasília. Felizmente, o que começou como patética aventura, a tentativa de tirar Lula da cadeia, termina com a afirmação da ordem jurídica e da autoridade da Justiça/

Editorial2: Abusos no Rio de Janeiro. Nos últimos dois anos, foram recorrentes os calotes da administração estadual, incluindo atrasos no pagamento dos salários.

Manchete e destaques do jornal Folha de São Paulo: Brasil amplia venda de aço para os EUA após novas tarifas. Em junho, primeiro mês de vigência da sobretaxa de 25%, exportação do produto quase triplicou em relação a 2017. As siderúrgicas brasileiras ampliaram as vendas de aço para os EUA em junho,o primeiro mês de vigência da taxa de 25% criada pelo governo Trump a fim de reduzir a importação do produto. O Brasil se livrou do aumento, mas se comprometeu a limitar as exportações à média dos últimos 3 anos. Em relação a junho de 2017, as vendas de aço aos EUA quase triplicaram. Na comparação com maio, quando a produção caiu por causa do impacto da greve dos caminhoneiros, as exportações aumentaram 395%, segundo dados do Ministério da Indústria levantados a pedido da Folha. O movimento se deve à recomposição das vendas após um maio atípico no Brasil, mas tem relação também com a explosão do preço dos produtos siderúrgicos no mercado americano. Empresário diz que, com a sobretaxa, o aço passou a ser vendido aos EUA por valor 25% maior/

Dodge pede ao STJ inquérito sobre juiz que soltaria Lula. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Superior Tribunal de Justiça a abertura de inquérito sobre a conduta do juiz federal Rogério Favreto, do TRF-4, que deu ordem para soltar o ex-presidente Lula (PT). Laurita Vaz, presidente do STJ, negou 143 pedidos padronizados de habeas corpus para Lula/

Senado aprova frete e anistia multas da greve de caminhões. Foi aprovada a medida provisória que estabelece preço mínimo para o frete. A proposta, que segue para sanção presidencial, inclui a anistia de multas aos caminhoneiros durante a paralisação/

Análise – Ronaldo Lemos. Nova lei de dados é tão importante quanto o Código do Consumidor/

Editorial1: Dados sob proteção. Com a desejável sanção, país terá lei para punir a manipulação abusiva de informações pessoais/

Editorial2: Mais 3,6 bilhões. Acréscimo de humanos a habitar o planeta dentro de 82 anos não significará o fim do mundo.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu