TSE nega, mais uma vez, antecipar inelegibilidade de Lula

O Tribunal Superior Eleitoral negou, pela segunda vez, a antecipação da inelegibilidade do ex-presidente Lula. Dessa vez, o pedido veio de um advogado de Goiás e a ação foi extinta pelo presidente da Corte, ministro Luiz Fux.

Da primeira vez, uma ação movida pelo Movimento Brasil Livre (MBL) foi negada pela ministra Rosa Weber, também do TSE. A situação de inelegibilidade de Lula somente vai ser apreciada no TSE após 15 de agosto, data final para registro de candidaturas.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments