Indulto natalino presidencial é destaque das manchetes da midia impressa

Indulto natalino presidencial é o destaque das manchetes da grande mídia, nesta terça-feira, 24 de dezembro de 2019.

🖋 Edição: Sérgio Botêlho

📃 Destaques do dia:

“Bolsonaro concede indulto para agentes de segurança. Medida beneficia policiais condenados por crimes sem intenção deliberada.” Manchete de capa da Folha.

“Bolsonaro extingue penas de policiais condenados por matar sem intenção. Pela primeira vez, perdão cita uma categoria específica e atende a base eleitoral do presidente”. Manchete de capa do O Globo.

“Bolsonaro dá indulto a policial preso por crime culposo. Benefício a agentes de segurança inclui condenados por ação durante folga e em operações de GLO”. Manchete de capa do Estadão.

“Presidente cai no banheiro e faz tomografia. Em observação no hospital”. Destaque de capa do O Globo.

“Projeto prevê uso de verba pública para salvar bancos. Governo propõe uso de recursos públicos, em último caso, para resgate”. Destaque de capa do O Globo.

“‘Sem articulação, não tem como o governo funcionar’. Sérgio Abranches, cientista político, criador do termo ‘presidencialismo de coalizão’ diz que Bolsonaro frustra parte de seu eleitorado e prevê que governo não conseguirá caminhar se não resolver articulação com Congresso”. Destaque de capa do O Globo.

“A vida útil de Papai Noel. Pesquisa mostra que, em média, as crianças deixam de acreditar no personagem por volta dos 8 anos”. Destaque de capa do O Globo.

“Miriam Leitão: Vida de Cristo é ensinamento sobre tolerância”. Destaque de capa dsfsadfsdfo.

“Ricardo Rangel: A polarização do ódio não deve nos contaminar”. Destaque de capa do O Globo.

“‘Padrinhos’ atendem cartinhas da garotada. Aposentada enviou correspondência para o Polo Norte quando era criança e hoje, 63 anos depois, apadrinha novos pedidos”. Destaque de capa do O Globo.

“Depois das tragédias, esperança renovada. Sobrevivente da Muzema agradece todos os dias a bombeiros por estar vivo”. Destaque de capa do O Globo.

“Dívidas crescem, e coleta de lixo está ameaçada. Prefeitura tem débitos acumulados com empresa que terceiriza caminhões para a Comlurb; valor chegaria a R$ 16,5 milhões”. Destaque de capa do O Globo.

“Primeiro temporal do verão acende alerta no Rio. Primeiro temporal do início do verão afeta transporte público e paralisa o Aeroporto Santos Dumont por uma hora”. Destaque de capa do O Globo.

“Venezuela: grupo que atacou bases esteve em Roraima. Venezuela diz que autores de ataques receberam instruções no Brasil”. Destaque de capa do O Globo.

“Decreto corta cargos e veta concursos no governo federal. Do total de cargos a serem suprimidos, 14,2 mil estão desocupados e deixam de existir imediatamente, e outros 13,3 mil serão extintos quando o servidor se aposentar; segundo o governo, o corte atinge funções obsoletas e que não devem mais ser repostas”. Destaque de capa do Estadão.

“Projeto do BC prevê dinheiro público para salvar bancos. Texto do BC altera regras para recuperação de instituições financeiras com medida vetada, hoje, pela Lei de Responsabilidade Fiscal”. Destaque de capa do Estadão.

“Presidente é levado a hospital. Bolsonaro sofreu um acidente doméstico ontem, bateu a cabeça e foi levado ao Hospital das Forças Armadas. Caso não é grave, diz Palácio.”. Destaque de capa do Estadão.

“Celebridades se destacam na oposição digital ao presidente. Nas mídias sociais, perfis como o do youtuber Felipe Neto ou da chef Paola Carosella superam políticos tradicionais e se tornam principais rivais do presidente”. Destaque de capa do Estadão.

“Sauditas condenam 5 por assassinato de jornalista. Identidade dos condenados pela morte de Khashoggi não foi revelada e julgamento dos suspeitos ligados ao príncipe herdeiro, acusado de ser o mandante do crime, foi feito a portas fechadas; para ONG, veredicto serviu para mascarar, não fornecer justiça”. Destaque de capa do Estadão.

“Engenheira é morta em assalto na Saúde. Vítima e amiga foram abordadas por dupla numa moto; criminosos conseguiram fugir”. Destaque de capa do Estadão.

“Ana Carla Abrão: Começamos a colher frutos de uma recuperação tardia, tímida, mas bem-vinda. Esse processo não começou ontem.”. Destaque de capa do Estadão.

“Humberto Werneck: Havia disputa pelo buraco da fechadura. Com a porta trancada, dava para ver que o Papai Noel tinha passado lá em casa.” Destaque de capa do Estadão.

“Metade dos brasileiros para de postar sobre política. Para evitar discussões com amigos e familiares”. Destaque de capa da Folha.

“BC propõe uso de dinheiro público para salvar bancos”. Destaque de capa da Folha.

“Painel S/A: Fabricantes fazem mais panetones”. Destaque de capa da Folha.

“País deve aderir a ação dos EUA para rivalizar com China”. Destaque de capa da Folha.

“Arábia Saudita vai executar cinco por morte de repórter”. Destaque de capa da Folha.

“Em crise devido a acidentes, Boeing demite presidente”. Destaque de capa da Folha.

“Título do potiguar Ítalo Ferreira no surfe inspira novos talentos em sua cidade natal”. Destaque de capa da Folha.

“Censura, musicais em crise, nostalgia e menos incentivos marcaram os palcos do país em 2019”. Destaque de capa da Folha.

“Primeiro ano de Salles registra queimadas e maior desastre ambiental do litoral brasileiro”. Destaque de capa da Folha.

📃 Editoriais do dia:

“Conchavo descabido. Plano de reconduzir os atuais chefes da Câmara e do Senado deve ser abortado”. Editorial da Folha.

“Apuros de Macron. Em meio a protestos contra reforma inevitável, líder francês abre mão de pensão”. Editorial da Folha.

“Refém de Lula, PT não vislumbra o próprio futuro. Partido praticamente fica à margem do debate de questões relevantes nos últimos quatro anos”. Editorial do O Globo.

“Equívoco de estimular moradias longe do Centro da cidade persiste. Lançamentos de 2019 se concentram na Zona Oeste e desperdiçam o investimento feito na região central”. Editorial do O Globo.

“A lenta retomada do emprego. O desemprego ainda será, tudo indica, um grave problema no próximo ano.” Editorial do Estadão.

“Parcimônia na edição de MPs. Governo foi pródigo em tratar por meio de Medidas Provisórias matérias que deveriam ser objeto de projetos de lei ou até mesmo emendas à Constituição.” Editorial do Estadão.

“A insatisfação com Bolsonaro. O primeiro ano de governo não foi positivo para a popularidade do presidente Jair Bolsonaro, revela a mais recente pesquisa CNI/Ibope.”. Editorial do Estadão.

📊 Mercado:

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a segunda-feira, 23, com leve queda de -0,04%, a 115.070 pontos. O dólar terminou o dia em queda de -0,34%, a R$ 4,08.

 

(Anexo 6 publica diariamente a sinopse da grande mídia impressa, com foco nas manchetes, nos editoriais e nos destaques de capa)

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu