Impasse para as vacinas da Fiocruz e Butantan; Biden inicia presidência nos EUA

Ignorado pela Índia, Brasil apela à China para receber vacina. Fiocruz adia entrega das primeiras doses até março. Biden inicia guinada contra modelo populista de Trump. Mourão reconhece erros no combate à pandemia. Impasse diplomático complica vacinação. 

Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta quarta-feira, 20 de janeiro de 2021.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano IV, Nº 802, de 20.01.2021

📃 *Manchetes do dia*:

“Ignorado pela Índia, Brasil apela à China para receber vacina. Auxiliares de Bolsonaro culpam Ernesto pelo impasse diplomático; Maia busca diálogo com embaixador chinêsf” *Manchete de capa da Folha*.

“Fiocruz adia entrega das primeiras doses até março. Atraso afetará a imunização de pessoas em grupos de risco’”. *Manchete de capa do O Globo*.

“Biden inicia guinada contra modelo populista de Trump. Democrata toma posse na presidência dos EUA com a missão de recolocar um país dividido no caminho da normalidade” *Manchete de capa do Estadão*.

“Mourão reconhece erros no combate à pandemia. Vice-presidente diz estar pronto para “entrar em campo” caso o Ministério das Relações Exteriores fracasse nas negociações para conseguir insumos chineses para fabricação de vacinas contra covid-19”” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Impasse diplomático complica vacinação. Iniciado o programa de vacinação emergencial nos estados e no DF, o Brasil enfrenta uma dificuldade de proporções continentais no combate à covid-19. O país está refém da China e da Índia para a obtenção de vacinas e insumos essenciais à continuidade do programa de imunização.” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Pazuello e as Forças. Incômodo com ministro reforça importância de limites para militar em posto civil.” 

°”Estradas no limbo. Mesmo com pandemia, queda na fiscalização com radar lança dúvida sobre segurança.”

_*O GLOBO*_. 

“Joe Biden traz a esperança de um novo começo. Desfazer o legado nefasto de Donald Trump e unir um país rachado ao meio não será tarefa simples.” 

_*ESTADÃO*_

°”Crimes de responsabilidade. A cada dia, mais pessoas admitem que a conduta de Jair Bolsonaro durante a pandemia pode configurar crime de responsabilidade..”

°”Progressos e indefinições no saneamento. Consumar a regulamentação do Novo Marco é uma pauta urgente.” 

°”Reação forte, mas incompleta. Apesar da reação, País ficou em novembro abaixo do nível pré-crise, segundo o BC.” 

°”Confiança da indústria oscila, mas ainda é alta. Fator que provavelmente terá afetado a confiança do empresariado foi o fim das medidas financeiras de emergência” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“Biden quer marcar logo sua diferença com o passado. A armadilha é que o sucesso dos enormes impulsos econômicos não poderá ocorrer rápido demais.” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“Dupla missão. Antes de mais nada, caberá às novas mesas diretoras agir com rigor para combater a politização das ações contra a pandemia, dentro ou fora do Congresso, e a persistente onda de negacionismo que emerge das camadas obscuras das redes sociais e se alastra como praga ou pior do que o próprio vírus.” 

📈 *Bolsa de Valores*

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 19, em queda de -0,5%, a 120.636 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,72%, a R$ 5,34.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments