Greve dos petroleiros, ações creditícias e água no Rio de Janeiro

Greve dos petroleiros, créditos e água no RJ. Estes são os destaques da grande mídia, nesta terça-feira, 18 de fevereiro de 2020, na sinopse diária do Anexo 6.

? Edição: Sérgio Botêlho

? Destaques do dia:

“Greve de petroleiros atrai oposição e caminhoneiros. Maior ato desde os anos 90 mobiliza 21 mil e afeta refinarias, segundo sindicato.” Manchete de capa da Folha.

“BC vai regular cobrança na portabilidade de crédito. Banco Central vai regular cobrança na portabilidade de crédito.” Manchete de capa do Valor Econômico.

“Captação e tratamento de água serão privatizados, diz Witzel. Governador quer ainda leiloar a expansão Guandu 2 separadamente.” Manchete de capa do O Globo.

“BC planeja uso de imóvel como garantia para mais de um empréstimo. Nova modalidade teria potencial para injetar até R$ 500 bilhões em mercado de crédito no longo prazo.” Manchete de capa do Estadão.

? Editoriais do dia:

“Governo de menos. Gestão Bolsonaro carece de planos e articulação; não raro, para o bem do país.” Editorial da Folha.

“Síria versus Turquia. Confronto em torno da cidade de Idlib gera nova catástrofe humanitária na região.” Editorial da Folha.

“Coronavírus contamina a economia. Executivo e Congresso não podem menosprezar efeitos da redução de velocidade da economia chinesa.” Editorial do O Globo.

“Furto de estátua histórica na Glória é símbolo de um Rio abandonado. Falta de zelo com monumentos públicos é apenas parte do desleixo com a conservação.” Editorial do O Globo.

“A aposta no consumo. As famílias estão mais animadas para consumir e essa é a melhor novidade. Uma recuperação poderá dar um empuxo aos negócios..” Editorial do Estadão.

“As preocupações da ONU. O estado de espírito da ONU é de uma apreensão moderadamente otimista.” Editorial do Estadão.

“Multiplicação de partidos. Hoje há 77 partidos em formação, número excessivo tendo em conta que já existem 33 em funcionamento.”. Editorial do Estadão.

“Aposta de gastos menores no setor financeiro. Só em 2019, os brasileiros pagaram aos cinco maiores bancos cerca de R$ 29 bilhões em tarifas de pacotes e serviços de conta corrente.” Editorial do Valor Econômico.

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a segunda-feira, 17, em alta de 0,81%, a 115.309 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,45%, a R$ 4,33.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments