GRANDE MÍDIA IMPRESSA 19.02.2022

GRANDE MÍDIA IMPRESSA 19.02.2022: Mortes passam de 130 em Petrópolis e políticos se esquivam; Casa Branca critica posição brasileira na crise da Ucrânia

*Manchetes do dia*:

“Mortes passam de 130 em Petrópolis e políticos se esquivam. Bolsonaro diz que “não temos como nos precaver de tudo”; para governador e prefeito tempestade era “imprevisível”.” *Manchete de capa da Folha*.

“Casa Branca: Brasil está do lado oposto à comunidade global. Declaração pró-Rússia causa tensão; Bolsonaro faz convite ao ditador Bin Salman*Manchete de capa do O Globo*.

“Separatistas russos fazem série de ataques no leste da Ucrânia. Conflito interno se agrava e Biden diz que Putin decidiu invadir” *Manchete de capa do Estadão*.

“Universidades podem cobrar passaporte da vacina, decide Supremo. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

“MG tem a maior alta de mortes pela Covid em seis meses.” *Manchete de capa do Estado de Minas*.

“Concessão da RS-287 faz obras iniciais e enfrenta pressões sobre a duplicação. Gestão privada da estrada completa 7 meses em fevereiro.*Manchete de capa do Zero Hora*.

“’Canalha’, ‘picareta’, ‘idiota’, ‘covarde’, ‘filho do capeta’. Um comportamento ganhou força no Brasil: a troca de ofensas pessoais entre os candidatos à presidência como parte da estratégia política visando a eleição de outubro. A prática é potencializada pelo uso das redes sociais” *Manchete de capa do Diário de Pernambuco*.

Destaques da Economia na Grande Mídia CLIQUE AQUI

*Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

Contra fake news. Razoáveis, acordos do TSE com redes, à exceção do Telegram, ainda geram dúvidas”

“O irmão Orbán. Bolsonaro se exibe para apoiadores ao lado de referência da direita autoritária.”

_*O GLOBO*_. 

“Itamaraty é conivente com o fiasco de Bolsonaro no exterior. O maior risco para França agora é repetir o desempenho medíocre do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que também assumiu com um perfil mais profissional e a missão de reparar os danos do antecessor, para acabar se tornando depois um mero “Pazuello de jaleco”.

“É urgente resolver o problema das habitações precárias. Em ano eleitoral, o déficit habitacional e a falta de políticas públicas para o setor, que empurram milhares de famílias para áreas de risco, precisam ter destaque no debate político dos candidatos a presidente, governador, deputado e senador.”

*ESTADÃO*_

“Reindustrialização com democracia. Novo presidente da Fiesp rejeita envolvimento partidárioe defende ações para reconstrução de uma indústria dinâmica”

“A teimosia é apartidária. Propostas legislativas para frear a alta de preços decombustíveis e energia ignoram experiências anteriorese partem de premissas improváveis.” 

“Populismo e dívida pública. Com bondades eleitorais e estagnação econômica, Tesouro poderá encerrar 2022 mais endividado que em 2021.”

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda de -0,57%, a 112.880 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -0,50%, a R$ 5,14..

Destaques:

Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.

Notícias sobre Turismo

Sinopse Anexo 6 edição 1146 – Ano IV – Sérgio Botêlho

You may also like

Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments