GRANDE MÍDIA IMPRESSA 03.04.2022

GRANDE MÍDIA IMPRESSA 03.04.2022: Defesa repassou R$ 401 milhões do orçamento secreto a aliados. Governo defende sem lei garimpo em terra indígena.

*Manchetes do dia*:

“Defesa repassou R$ 401 milhões do orçamento secreto a aliados. Verba militar financiou capela funerária e reforma em câmara de vereadores” *Manchete de capa do O Globo*.

“Governo defende sem lei garimpo em terra indígena. Contestações judiciais da AGU avalizam atividade em áreas não demarcadas” *Manchete de capa da Folha*.

“Acordo firmado pelo TSE não é garantia contra desinformação. Contrato com redes sociais e aplicativos foi considerado brando” *Manchete de capa do Estadão*.

“Centrão se fortalece e esquerda fica menor. Dados consolidados pela Justiça Eleitoral e pelos partidos mostram crescimento de 55% nas bancadas dos três principais partidos do Centrão – PL, PP e Republicanos – na Câmara dos Deputados, depois da janela eleitoral, que se encerrou na última sexta-feira.” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

“3 X 1. Tri. Mais uma festa do Galo.” *Manchete de capa do Estado de Minas*.

Destaques da Economia na Grande Mídia CLIQUE AQUI

*Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

Voo turbulento. Gestão Doria teve feitos relevantes, que não se reverteram em apoio ao candidato”

“Simples e errado. Incluir mais empresas no regime de tributação favorecida ampliaria distorções.”

_*O GLOBO*_. 

“Sem unidade de ideias, esquerda ganha espaço América Latina. Por aqui, as virtudes e os vícios dos governos de Lula são todos conhecidos. Seus planos para um terceiro mandato seguem sendo mistério. Mesmo favoritos, Petro e Lula ainda não têm vitória garantida. Nem se sabe se, caso vitoriosos, proporcionarão a seus países uma lua de mel ou um inferno astral.

“Constituição está ao lado da Amazônia, não de Bolsonaro.  Espera-se um resultado incisivo condenando a cumplicidade de Bolsonaro com a destruição e recolocando a pauta ambiental brasileira no trilho. Novas manobras jurídicas do bolsonarismo para adiar a conclusão do julgamento seriam inaceitáveis .”

*ESTADÃO*_

“Catástrofe contratada. A vingarem as propostas e ideias de Lula e Bolsonaro, por ora favoritos na corrida presidencial, o Brasil tem um encontro marcado com desastre maior a partir de 2023”

“CVM sob risco de paralisia. Com verba reduzida para menos da metade, a Comissão de Valores Mobiliários, órgão fiscalizador do mercado de capitais, perde capacidade de ação.” 

“Desafio climático é pior para os pobres. O custo de adaptação à nova realidade ambiental é maior para os países pobres. Eles precisam de apoio mundial.”

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não funciona aos finais de semana.

Destaques:

Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.

Notícias sobre Turismo

Sinopse Anexo 6 edição 1146 – Ano IV – Sérgio Botêlho

You may also like

Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments