Governo Bolsonaro, polícia e negócios são destaques da mídia

Governo Bolsonaro, polícia e negócios. Estes são os destaques da grande mídia, nesta sexta-feira, 06 de dezembro de 2019.

🖋 Edição: Sérgio Botêlho

📃 Destaques do dia:

Governo

“Defesa e Ciência não poderão sofrer cortes, decide Bolsonaro. Presidente blindou despesas das duas pastas, que incluem construção de submarinos e compra de aeronaves”. Manchete de capa do Estadão.

“Os setores de saúde, educação e transportes podem receber tratamento específico no projeto de reforma tributária em estudo pelo governo. Uma das propostas é que o novo tributo que substituirá o PIS e a Cofins incidentes sobre produtos e serviços – batizado como Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) – tenha algum tipo de isenção para esses três setores.”. Destaque de capa do Estadão.

“Bolsonaro recua e revoga licitação da Presidência que excluiu a Folha. Decisão foi publicada no Diário Oficial da União oito dias depois de o edital ter sido anunciado”. Manchete da hora da Folha online.

“Sob críticas, ministro da Energia deve ser trocado. Congressistas reclamam da falta de interlocução com o titular da pasta”. Destaque de capa da Folha.

“Reforma faz INSS suspender análises de aposentadorias”. Destaque de capa da Folha.

“Moro quer reincluir itens rejeitados no pacote anticrime”. Destaque de capa do O Globo.

Polícia

“Doria recua e admite rever protocolo de ações da PM. Após repercussão de Parisópolis, governador muda o tom e diz estar chocado com vídeos de agressões”. Manchete de capa da Folha.

“Gestão Doria quer gravar ações policiais. Doria muda discurso e quer gravar todas as ações da PM.”. Destaque de capa do Estadão.

“Polícia investiga morte de humorista no Morro do Dendê”. Destaque de capa do O Globo.

Negócios

“Títulos com ágio de 169% rendem R$ 1,6 bi a S. Paulo. Negociação de Cepacs feita pela Prefeitura reflete aquecimento do mercado imobiliário paulistano”. Manchete de capa do Valor Econômico.

“Startup criada em 2011 com US$ 100 vale US$ 1,3 bilhão. Fundada em 2011, startup paulistana está perto de alcançar 2 bilhões de downloads de seus jogos para celular; aporte de US$ 60 milhões é liderado pelo fundo Benchmark, que já investiu em Uber e Twitter, e será usado para expansão de equipe pelo mundo”. Destaque de capa do Estadão.

Educação e saúde

“Educação e saúde discutem novas alíquotas. Acordos nos bastidores do Congresso avaliam tratamento diferenciado para facilitar unificação de tributos”. Destaque de capa do Valor Econômico.

Política externa

“Maia busca conciliação em visita à Argentina. Presidente da Câmara tenta baixar o tom de conflito entre Bolsonaro e Fernández”. Destaque de capa do Valor Econômico.

MST

“MST reduz invasões e avança nos negócios. Cooperativas ligadas ao movimento produzem toneladas de grãos, além de frutas, hortaliças, leite e suco de uva”. Destaque de capa do Valor Econômico.

Política internacional

“Nacionalismo toma espaço do liberalismo. Guerras tecnológicas, políticas nacionalistas e pouca coordenação global devem marcar próximas décadas”. Destaque de capa do Valor Econômico.

Cultura

“Cultura perde mais espaço e cai a 0,21% dos gastos públicos em 2018. Em 2011, setor representava 0,28% do orçamento de governos federal, estaduais e municipais, diz IBGE”. Destaque de capa do Valor Econômico.

Inflação

“Com carne em alta, inflação dos mais pobres acelera. Preço da energia elétrica também contribuiu para disparada do índice em novembro”. Destaque de capa do Valor Econômico.

“No bufê, o quilo da carne tem agora o status de sushi”. Destaque de capa do O Globo.

Política

“Dividido, PSDB faz seu congresso. Partido está rachado para a escolha do novo líder na Câmara”. Destaque de capa do Valor Econômico.

“STF veta suspensão automática de registro a diretórios partidários. Siglas que não prestaram contas estão livres da sanção”. Destaque do Valor Econômico.

“Lula articula chapa de Haddad e Marta em SP. PT espera que ex-presidente convença ex-prefeito, que reluta em se lançar candidato; cortejada, ex-ministra tem participado de eventos”. Destaque de capa do Estadão.

Chile

“Chile faz corte grande na previsão de crescimento. Segundo informe do Banco Central do Chile, o PIB deve crescer cerca de 1% neste ano e até 1,5% em 2020”. Destaque do Valor Econômico.

Trump

“Impeachment de Trump deve ser votado logo na Câmara. No centro do inquérito de impeachment da Câmara, aberto em setembro, está o pedido do presidente Donald Trump de que a Ucrânia iniciasse uma investigação contra o pré-candidato democrata Joe Biden”. Destaque do Valor Econômico.

Venezuela

“Crianças venezuelanas chegam sós ao Brasil”. Destaque de capa do Estadão.

Esporte

“Atleta flagrado após uso de cocaína e maconha só receberá advertência. A partir de 2021, atleta que comprovar o uso de entorpecentes com fins sociais não será mais suspenso pela Wada”. Destaque de capa do Estadão.

Mercosul

“Compra de até US$ 1 mil fora do País será isenta. Acordo foi aprovado pelo Mercosul; valor se soma à cota de mais US$ 1 mil que brasileiros poderão comprar nos free shops do País”. Destaque de capa do Estadão.

França

“França tem ato contra reforma previdenciária”. Destaque de capa do Estadão.

“Greve contra nova Previdência para serviços na França”. Destaque de capa da Folha.

Irã

“O Irã está se aproveitando do caos político do Iraque para montar no país vizinho um arsenal oculto de mísseis balísticos de curto alcance. O objetivo seria afirmar o poder iraniano no Oriente Médio, de acordo com relatórios secretos de oficiais de inteligência americanos.” Destaque de capa do Estadão.

Denúncia eleitoral

“Comitê pró-Bolsonaro não foi declarado à Justiça Eleitoral. Advogada de campanha de Bolsonaro diz desconhecer instalação”. Hkljshlkfhsaldfs.

“Congresso manobra para ter fundo eleitoral sem desgaste”. Destaque de capa da Folha.

Argentina

“Conflito comercial. Fernández planeja atos protecionistas e acena a Bolsonaro. Presidente eleito da Argentina encontra-se com Maia e propõe ‘trabalhar junto’ com o colega brasileiro”. Manchete de capa do O Globo.

📃 Editoriais do dia:

STF

“Decisão sensata. Plenário do STF acaba com incerteza criada por Toffoli para conter investigações”. Editorial da Folha.

Cannabis

“Cannabis tardia. Norma facilita venda de remédios à base de maconha, mas falha ao vetar cultivo”. Editorial da Folha.

Segunda instância

“Volta da prisão na 2ª instância ganha fôlego no Senado. Perspectiva para retorno à jurisprudência melhora com tramitação do projeto na Casa”. Editorial do O Globo.

Mercosul

Mudança do mapa político coloca em risco o Mercosul. É impossível prever seu futuro, mas, em uma atmosfera propensa a conflitos, tudo o que puder dar errado, dará”. Editorial do Valor Econômico.

“Mercosul é desafio à competência política de Bolsonaro e Fernández. É inconcebível que disputas personalistas entre líderes resultem em ameaças de ruptura no bloco”. Editorial do O Globo.

Economia

“Quem paga a fatura maior. Como seu orçamento é muito apertado, os pobres pagam a conta mais pesada pelo repique dos preços da alimentação e da habitação em novembro.” Editorial do Estadão.

Otan

“Os desafios da Otan. Reunião da Cúpula da Otan consolidou e ampliou abordagem de segurança, mas expôs conflitos internos.” Editorial do Estadão.

Previdência

“As corporações reagem. Associações de funcionários públicos recorrem ao Judiciário para tentar reaver benefícios e privilégios”. Editorial do Estadão.

📊 Mercado:

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quinta-feira, 05, em alta de 0,29%, a 110.622 pontos. O dólar fechou em baixa de -0,33%, a R$ 4,19.

(Anexo 6 publica diariamente a sinopse da grande mídia impressa, com foco nas manchetes, nos editoriais e nos destaques de capa)

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu