Gastos com pessoal; startups; fundo eleitoral nas mãos de 1%; acionistas da Vale; retorno de aulas particulares

*Gastos com pessoal; startups; fundo eleitoral nas mãos de 1%; acionistas da Vale; retorno de aulas particulares*. Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta segunda-feira, 26 de outubro de 2020. Veja na *sinopse do noticiário*.

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano III, Nº 716, de 26.10.2020

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Gastos com pessoal deixam capitais sem investimento. Até 2030, Rio, SP e Porto Alegre estarão com as contas estranguladas’” *Manchete de capa do O Globo*.

“Startups ignoram crise e mostram força da inovação. Movimento de aquisições cresce e aportes nas novatas supera investimentos no setor nos últimos três anos” *Manchete de capa do Estadão*.

“Menos de 1% dos candidatos retém 80% do fundo eleitoral. De 549 mil postulantes no país, maioria da verba pública chegou a 4.600 cidades” *Manchete de capa da Folha*.

“Fim de acordo de acionistas pulveriza o controle da Vale. Novo desenho terá meios para inibir qualquer acionista que pretenda obter fatia igual ou maior que 25% do capital. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Escolas particulares preveem retorno de 32% no ensino médio. Esta é a terceira etapa do cronograma de retomada gradual das atividades na rede privada do DF. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Risco crescente. Inflação indica fragilidades na economia, que suscita desconfiança das empresas.” 

°”Retorno sensato. Prefeitura acerta ao reabrir escolas; protocolos de segurança são maior desafio.”

_*O GLOBO*_

°”O país das obras paradas. Passa de um terço o desperdício de dinheiro nos empreendimentos públicos que nunca ficam prontos.” 

°”A lei ultrajante que dá a Maduro poderes absolutos na Venezuela. A nova legislação autoriza o ditador a violar a Constituição, numa versão caricata de Luís XIV.” 

_*ESTADÃO*_

°”Brincando com fogo. Num momento de fuga de capitais e ameaças de estrangeiros alarmados com o desmatamento, a chantagem de Ricardo Salles é grave sinal de instabilidade e insegurança.”

°”Os números da Segurança Pública. União e Estados seguem repetindo os erros de sempre, e o crime organizado se reinventa.” 

°”Orgulho de ser pária. Que os formandos do Itamaraty se inspirem no passado para reconstruir a reputação do País.” 

°”Empresas têm liquidez, mas investir é difícil. Os números do Cemec mostram que a retomada econômica será decisiva para a preservação das empresas, mas não basta para assegurar a volta do investimento” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“Decisões do Congresso não podem esperar as eleições. O momento singular da pandemia exige grandeza dos tomadores de decisão” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“Inocência e castigo. A história de Lucas é vivenciada por muitos que hoje estão atrás das grades, devido à investigação mal feita… Os injustiçados são invisíveis ao sistema {prisional} Um outro caso chega à opinião pública

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments