Febre amarela em Minas: 133 casos suspeitos

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais divulgou nessa sexta-feira (13) novo boletim epidemiológico sobre a febre amarela no estado. Já existem 133 casos suspeitos da doença, dos quais 20 são considerados prováveis, pois há exames laboratoriais positivos. A confirmação definitiva, porém, só acontecerá após investigação de outros fatores.

Os dados também apontam que há 38 óbitos suspeitos, sendo 10 deles prováveis. As mortes ocorreram nos municípios de Ladainha, Ubaporanga, Ipanema, Itambacuri, Malacacheta e Piedade de Caratinga.

O governador Fernando Pimentel decretou situação de emergência em saúde pública na área de abrangência das unidades regionais de Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Manhumirim e Teófilo Otoni. Essa região, que inclui 152 municípios, é a mais afetada pelas ocorrências da febre amarela no estado.

A situação de emergência autoriza a adoção de medidas administrativas para conter a doença e agiliza processos para a aquisição pública de insumos e materiais e a contratação de serviços necessários, dispensando licitação em alguns casos. Também fica permitida a contratação de funcionários temporários para ações exclusivas de combate à enfermidade.

FONTE: Agência Brasil

You may also like

Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments