Expectativa nas campanhas eleitorais

Sérgio Botêlho Esta quinta-feira, 30, que antecede o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, é dia de muita expectativa nos bunkers dos milhares de candidatos

Sérgio Botêlho

Esta quinta-feira, 30, que antecede o início do horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, é dia de muita expectativa nos bunkers dos milhares de candidatos a cargos eletivos no pleito de outubro próximo.

A partir de amanhã, estarão no ar as esperanças desses candidatos na forma de programas televisivos e de podcasts, nas tvs e nos rádios, visando convencer os eleitores de que suas propostas são as melhores.

Para candidatos à Presidência da República, aos governos estaduais e às vagas de senadores, a aposta é ainda mais alta, já que esses programas representam a possibilidade de manutenção de supostas vantagens nas pesquisas de opinião pública ou de reversão de também supostas desvantagens.

No campo do Partido dos Trabalhadores, especificamente, a expectativa é ainda maior, uma vez que a sigla não sabe, ainda, se vai ser possível levar imagem e áudio do ex-presidente Lula ao horário da TV e do rádio.

Segundo o noticiário, o Tribunal Superior Eleitoral deverá se reunir extraordinariamente, amanhã, dia do início do horário, para, em plenário, decidir se será permitido levar a imagem e a voz do presidente à propaganda gratuita.

Bolsa de Valores

Diante de todas essas expectativas eleitorais, em um pleito de resultado absolutamente incerto, a nível nacional, a Bolsa de Valores, diferentemente do que ocorreu na terça-feira, 28, fechou em alta, ontem, pondo em dúvida as avaliações genéricas de que o quadro eleitoral interfere permanentemente nos humores do Mercado. Nem tanto, ao que parece.

Pois bem. É o eleitor ficar de olho na televisão e no rádio, a partir de amanhã, para que tente compreender as reais diferenças entre as diversas propostas, para que, em 07 de outubro, possa fazer sua escolha com mais consciência.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.