EUA. OCDE, Brasil, Bolsonaro, Trump e PSL são os temas das manchetes

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 334- A 81 dias do fim do ano de 2019, hoje é sexta-feira, 11 de outubro de 2019, 284º dia do ano.

*Sinopse da grande mídia impressa*: EUA. OCDE, Brasil, Bolsonaro, Trump e PSL são os temas das manchetes. Maioria das manchetes dos grandes jornais trata do não endosso, pelos EUA, já, do ingresso do Brasil no clube dos países ricos, a OCDE; Bolsonaro pede auditoria no PSL; TST toma decisão que suspende mais da metade das ações trabalhistas.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

‘Clube dos países ricos. EUA frustram Brasil ao não endossar agora adesão à OCDE. Argentina e Romênia têm prioridade; Bolsonaro fala em entrar ‘em um ano’. Manchete de capa do O Globo.

“Na OCDE, Estados Unidos frustram promessa de Bolsonaro. Carta reitera apoio à entrada da Argentina no órgão e não cita candidatura nacional”. Manchete de capa da Folha.

“Bolsonaro vai pedir auditoria e acusa PSL de autoritarismo. Presidente quer investigação nas contas do partido e reage a ameaça contra o filho Eduardo Bolsonaro”. Manchete de capa do Estadão.

“Decisão do TST suspende até 60% das ações trabalhistas. Ficaram suspensos os processos que envolvam a discussão sobre a validade de norma coletiva que limita ou restringe direito trabalhista não assegurado constitucionalmente”. Manchete de capa do Valor Econômico.

📃 *Editoriais do dia*:

“Do plantio ao risco diplomático. Protecionismo comercial e meio ambiente são riscos para as exportações, mas Jair Bolsonaro e alguns ministros parecem dar pouca ou nenhuma importância a isso”. Manchete de capa do Estadão.

“Doações a partidos políticos. Em 2017, as 35 legendas registradas no TSE receberam R$ 89 milhões em contribuições de eleitores e simpatizantes. No ano passado, as doações saltaram para R$ 106 milhões. Editorial do Estadão.

“Vinculações orçamentárias. Governo terá menos margem para gerenciar as despesas no Orçamento de 2020”. Editorial do Estadão.

“Duelo de oligarcas. Relação de Jair Bolsonaro com o PSL é reiteração de velhos hábitos da política”. Editorial da Folha.

“A força da moeda. Projeto de liberalização do câmbio é correto, mas depende de solidez econômica”. Editorial da Folha.

“Entra em pauta a reforma do funcionalismo. Estudo retrata distorções, como o fato de o servidor receber o dobro do salário pago no setor privado”. Editorial do O Globo.

“O preocupante risco de incêndio nas instituições culturais do Rio. É inaceitável que patrimônios como o Teatro Municipal estejam vulneráveis ao fogo”. Editorial do O Globo.

“Formas para reduzir a folha de pagamentos da União. O congelamento dos salários não sujeitos à progressão por 3 anos permitiria uma economia de R$ 187,9 bilhões até 2030”. Editorial do Valor Econômico.

📃 *Outros destaques*:

“Trump ‘esquece’ apoio ao Brasil. Os EUA não estabeleceram prazo para o Brasil começar a negociar sua entrada na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)”. Na capa do Valor Econômico.

“Após atrito, o presidente do PSL, Luciano Bivar, deflagrou punição a aliados do presidente Jair Bolsonaro. Quatro deputados do bloco bolsonarista perderam cargos de liderança e postos em comissões da Câmara. Em entrevista, Bivar disse que o presidente está sendo mal aconselhado.” Na capa do O Globo.

“Saída do presidente ninaria PSL e pode dar força ao Centrão”. Na capa da Folha.

“Com ágio recorde, leilão de petróleo rende R$ 8,9 bi.” Na capa do Estadão.

“Leilão de petróleo arrecada R$8,9 bi; Abrolhos fica fora”. Na capa da Folha.

Óleo se espalha e ameaça turismo e pesca no Nordeste”. Na capa da Folha.

“Governo vai dobrar limite no free shop para US$ 1 mil. Indulgência no aeroporto. A pedido do presidente Bolsonaro, valor máximo para aquisições de produtos sem impostos em aeroportos passará de US$ 500 para US$ 1 mil; em fronteiras terrestres, como a de Foz do Iguaçu, limite será reajustado de US$ 300 para US500”. Na capa do Estadão.

“Há um Bolsonaro com o qual se pode dialogar, diz Renan”. Na capa da Folha.

“GO e RS não vão esperar a ‘PEC paralela’. Os governos de Goiás e Rio Grande do Sul decidiram não esperar pela “PEC paralela” que incluirá Estados e municípios na reforma da Previdência”. Na capa do Valor Econômico.

“Governo quer aumentar limite de compras no ‘free shop’ para US$ 1 mil. Governo quer dobrar o valor permitido para aquisição de produtos nos aeroportos. Mudança não afetaria a cota de compras no exterior, que hoje é de US$ 500”. Na capa do O Globo.

“Leilão de petróleo tem recorde de R$ 8,9 bilhões. Leilão tem arrecadação recorde de R$ 8,9 bi”. Na capa do O Globo.

“Uma arma anticâncer no próprio corpo. Com expectativa de vida de menos de um ano, aposentado de Minas se tornou 1º na América Latina a se submeter a tratamento criado no Hemocentro do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto; outros dez pacientes devem ser testados nos próximos meses”. Na capa do Estadão.

“Governo cria base de dados integrada dos brasileiros”. Na capa da Folha.

“Quase metade das empresas não resiste à recuperação judicial”. Na capa da Folha.

“Canonização de Irmã Dulce terá caravana de congressistas a Roma”. Na capa da Folha.

“Português para estrangeiros e turismo por SP. Projeto dá aulas de Língua Portuguesa para estrangeiros em quatro roteiros históricos de SP”. Na capa do Estadão.

“Rio. Taxistas tentam invadir Câmara. Votação de projeto que endurece regras para aplicativos de transporte é adiada. Taxistas reagem”. Na capa do O Globo.

“Jovem fotógrafo negro é perseguido como suspeito em Jundiaí”. Na capa da Folha.

“Relatório faz nova acusação de tortura. Relatório do Mecanismo de Combate à Tortura, ligado à pasta de Direitos Humanos, descreve ‘modus operandi’ de agressões da intervenção federal em presídios do Ceará”. Na capa do O Globo.

“Apple e Google retiram apps associados aos atos em Hong Kong”. Na capa da Folha.

“Indígenas fazem reféns no Equador por dez horas”. Na capa da Folha.

“Após ofensiva, Erdogan ameaça liberar refugiados”. Na capa da Folha.

“Até a Fox vira alvo de Trump. Trump insulta rede conservadora, cuja pesquisa indicou crescimento do apoio ao impeachment”. Na capa do Estadão.

“Venezuela nega ser origem de óleo. Estatal PDVSA disse que suspeitas são ‘infundadas’; ministro rebateu, afirmando que origem foi atestada por análise laboratorial”. Na capa do Estadão.

“Argentina é indicada pelos EUA para OCDE. País fala em ‘critério cronológico’ para endossar entrada de outras nações; Bolsonaro disse que nunca houve cronograma estabelecido”. Na capa do Estadão.

“Iranianas voltam a estádio após 38 anos. Só depois de uma tragédia e de pressão da Fifa elas puderam ir ao estádio para ver a seleção, mas ainda enfrentaram restrições”. Na capa do O Globo.

📃 *Colunas e artigos*:

“Após Lula cair como patinho na “aliança estratégica” com a França, Bolsonaro não pode fazer o mesmo com Trump.” Na coluna de Eliane Catanhêde, no Estadão.

“Estudar e pensar é fundamental para mulher romper quadro de dependência que pode afetar sua vida de várias maneiras.” Na coluna de Elena Landau, no Estadão.

“A um ano das eleições, o ministro Paulo Guedes assinou portaria para desburocratizar repasses a obras em municípios. O texto atende os parlamentares e os prefeitos insatisfeitos com custos e com a dificuldade de receber verbas de emendas.” Na Coluna do Estadão, no Estadão.

“No diário de FH, críticas a Ciro, Garotinho, Temer e Dilma”. Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.

“Dia de vitória, mas também de decepção para o governo”. Rodada de petróleo foi um sucesso, falta de propostas em Abrolhos foi um alerta, e não indicação para OCDE foi uma decepção”. Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

“EUA desmistificam amizade de Trump com os Bolsonaro”. Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

“A hipótese da estultice. Permanece a questão de saber se Bolsonaro é um sujeito inteligente ou só um valentão”. Na coluna de Hélio Schwartsman, na Folha.

“Lula preso. Petista está amarrado a polarização antidemocrática”. Na coluna de Joel Pinheiro da Fonseca, na Folha.

“Equipe econômica estuda proibir filiação partidária de funcionário público”. Na coluna Painel, da Folha.

“Real people X fake news em 2022. O encanto do discurso da direita disruptiva já se quebrou”. Na coluna de Reinaldo Azevedo, na Folha.

“Na barganha entre EUA e Brasil, por enquanto, só promessas vazias e ‘jogo jogado’. Não é segredo que EUA têm sérias restrições a uma ampla expansão da OCDE”. Na coluna de Raquel Landim, na Folha.

“Governo Bolsonaro pede explicação aos EUA sobre ausência do Brasil na OCDE. Brasil soube há um mês que não teria apoio americano para entrar na organização”. Na coluna de Mônica Bergamo, na Folha.

📊 *Mercado*: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quinta-feira, 10, em alta de 0,56%, a 101.817 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,49%, a R$4,12 .

⏳ *Destaque histórico*:

“Em 11 de outubro de 1890, o decreto nº 848 cria o Supremo Tribunal Federal”. Na Barsa

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu