Estados, internet, privatizações são os destaques das manchetes

🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 336- A 79 dias do fim do ano de 2019, hoje é domingo, 13 de outubro de 2019, 286º dia do ano.

*Sinopse da grande mídia impressa*: Nos destaques das manchetes, projetos parlamentares que agravam crises dos estados, crescente dependência dos jovens com relação à Internet, e a expectativa de arrecadação com a privatização das empresas de saneamento.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Parlamentares propõem projetos que agravam crise dos estados. Cofres vazios não inibem assembleias de criar despesas”. Manchete de capa do O Globo.

“Um em cada 4 jovens já tem dependência de internet. Pesquisa com alunos de 15 a 19 anos mostra como uso da web afeta relacionamentos, rotina e emoções”. Manchete de capa do Estadão.

“Empresas de saneamento podem render até R$ 140 bi. Projeção do Ministério da Economia vê privatizações como caminho para cumprir meta de universalização”. Manchete de capa da Folha.

📃 *Editoriais do dia*:

“Como o Estado distribui injustiças sociais. Reforma da Previdência é apenas parte de um amplo programa de combate à concentração de renda”. Editorial do O Globo.

“Santa Dulce dos Pobres. Incansável em sua dedicação, sua vida é exemplo do muito que se pode fazer. E poderoso estímulo para que não se ignore tanta gente desvalida e necessitada.” Editorial do Estadão.

“A liberdade e a lei. A discussão a respeito da validade do acordo coletivo refere-se à validade da própria legislação trabalhista”. Editorial do Estadão.

“Um gigante nanico. Crise no PSL é mais uma contundente exposição das mazelas do sistema partidário brasileiro”. Editorial do Estadão.

“Aprendizado político. Folha deixa defesa do parlamentarismo com voto distrital misto, pouco realista”. Editorial da Folha.

📃 *Outros destaques*:

“Espirituosa, Irmã Dulce fez piadas com presidentes”. Na capa da Folha.

“Arcebispo adapta discurso em Aparecida (SP)”. Pela manhã, dom Orlando Brandes havia criticado a direita, chamada de ‘violenta e injusta’; na presença de Jair Bolsonaro, condenou ideologias ‘tanto de direita quanto de esquerda’”. Na capa da Folha.

“Como um santo vira um santo. Após clamor popular, ato de canonização pode ser por martírio, milagres ou decreto

“Arcebispo critica direita em festa da Padroeira do Brasil. Depois de qualificar corrente ideológica como ‘violenta e injusta’, d. Orlando Brandes atenua discurso na presença de Jair Bolsonaro”. Na capa do Estadão.

“São Paulo promete festival com peças censuradas sob a gestão Bolsonaro”. Na capa da Folha.

“Roque Santeiro: livro investiga censura à obra de Dias Gomes em 20 anos de ditadura”. Na capa do O Globo.

“Turismo de imersão com índios. Projeto turístico busca resgatar cultura e gerar renda para indígenas”. Na capa do O Globo.

“Dará tão certo que vamos durar até 12 anos, diz Damares”. Na capa da Folha.

“Partidos têm menor número de jovens desde 2008. Em queda, participação de jovens em legendas é a menor desde 2008 e expõe dificuldade de renovação”. Na capa do O Globo.

“11% dos diplomados recebem até um salário mínimo. Mercado de trabalho. Taxa atinge o maior nível desde que a pesquisa começou a ser feita pelo IBGE, em 2012; no segundo trimestre, eram 2,77 milhões de brasileiros nesta situação – número corresponde quase à população de Salvador”. Na capa do Estadão.

“O decantado vazio de lideranças políticas no Rio, quase todas varridas pela Lava-Jato, levou à ascensão um articulador antigo nos bastidores do poder. Nos primeiros meses de governo Wilson Witzel (PSC), o pastor Everaldo Dias, que teve apenas 0,75% dos votos nas eleições presidenciais de 2014, tem dado as suas cartas.” Na capa do O Globo.

“Parceria travada. Estados. De sete projetos que dependem de parceria entre São Paulo e governo federal, em cinco deles Brasília pediu mais estudos ou mudou os planos, contrariando governador”. Na capa do Estadão.

“Das polêmicas no futebol à rivalidade com Bolsonaro. Ligado ao Sport Recife, dirigente do PSL {Bivar} encontrou em Bolsonaro uma forma de alavancar seu pequeno partido”. Na capa do O Globo.

“Energia barata de Itaipu atrai setor de criptomoedas”. Na capa da Folha.

“Economia é motor da instabilidade na América do Sul. Cris econômica e deterioração social desafiam estabilidade de governos na América do Sul”. Na capa do O Globo.

“Áreas atingidas no Rio ainda estão à espera de obras. Lugares atingidos por temporais sofrem com falta de obras e recursos”. Na capa do O Globo.

“Queniano corre maratona em menos de 2h. Campeão olímpico e recordista mundial da prova, queniano quebra uma das principais barreiras do esporte ao completar o percurso em menos de duas horas: 1h59min40s2; marca não é reconhecida por não ter sido em evento oficial”. Na capa do O Globo.

“Lenín Moreno decreta toque de recolher em Quito”. Na capa da Folha.

“Punks X Chavismo. Governo prende trabalhador com encartes publicitários e impede show em bar”. Na capa do Estadão.

“Argentina. Da esperança ao declínio. Após período de esperança no início da gestão do presidente de centro-direita, população empobrece; perspectiva é desanimadora”. Na capa do Estadão.

📃 *Colunas e artigos*:

“Governo ignora alertas e manipula debate sobre pacote de Moro. Ministro contaminou projeto de combate ao crime com lei mais frouxa para policiais”. Na coluna de Bruno Boghossian, na Folha.

“No mundo dos sonhos. Livro de Sidarta Ribeiro mostra que sono e sonho têm grande impacto para nossa saúde física e mental”. Na coluna de Hélio Schwartsman, na Folha.

“A tutela do Estado. Só resta à cultura se reinventar e voltar a contar consigo mesma”. Na coluna de Ruy Castro, na Folha.

“Balbúrdia. O que antes era discussão técnica nos gabinetes agora é debatido preliminarmente imprensa. O governo pode não ser verdadeiramente liberal, mas, não se pode negar, faz o possível para aumentar a vendagem dos jornais.” Na coluna de Marcos Lisboa, na Folha.

“Confiabilidade das delações premiadas. Deve-se observar as limitações cognitivas do delator”. Artigo de Jerson Kelman e José Renato Nalini, na Folha.

“Quando a ideologia cega. Comissão de Anistia nega provas sem analisá-las”. Na coluna de Victor Mendonça Neiva, na Folha.

“Defesa de Lula avalia usar decisão do STF para impedir ida ao semiaberto”. Na coluna Painel, da Folha.

“A banca viciou-se nos juros altos. Bancos lucram tanto com quem paga que isso compensa calotes que tomam”. Na coluna de Elio Gaspari, na Folha.

“A fraude eleita. Legitimidade da posse de Bolsonaro é no mínimo questionável”. Na coluna de Jânio de Freitas, na Folha.

“O seu celular é uma máquina velha. País precisa criar condições para adotar a tecnologia 5G, mas já se atrasa”. Na coluna de Vinícius Torres Freire, na Folha.

“Modernização do mercado de câmbio. Aumento da mobilidade de capitais contribuirá para reduzir o risco de crise”. Na coluna de Samuel Pessôa, na Folha.

“Educação é o maior déficit do Brasil, e técnicos sofrem desse mal. O exemplo de Portugal mostra como é possível unir o conhecimento empírico com a sabedoria dos livros”. Na coluna de PVC, na Folha.

“’Homem de esporte grosseiro pode tratar naturalmente um filho gay’, diz Popó. Em entrevista com o irmão Luis Claudio Freitas, os dois falam da relação que têm com os filhos homossexuais e da decepção do ex-boxeador com a política”. Na coluna de Mônica Bergamo, na Folha.

“Um retrocesso no horizonte do Supremo. E voltaremos ao tempo em que quase ninguém com dinheiro para contratar um bom advogado ia preso”. Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

“Um vespeiro chamado Hong Kong. Para o regime comunista de Pequim, quem mexe no vespeiro Hong Kong arca com as consequências”. Na coluna de Dorrit Harazim, no O Globo.

“Se o clã Bolsonaro abandonar o PSL, corre o risco de deixar o partido de mão beijada para um adversário declarado: Wilson Witzel. O governador do Rio de Janeiro não descarta sair do PSC para disputar a Presidência em 2022 e enxerga PSL, PP e Solidariedade como destinos viáveis.” Na coluna de Lauro Jardim, no O Globo.

“Bolsonaro vive de confrontos. Bolsonaro passou a ver inimigos em suas próprias bases. Aliados como Lobão e Alexandre Frota já haviam viraram seus desafetos. Agora o alvo é o PSL”. Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.

“Camarote na Sapucaí terá um cassino. O carnaval é que nem feijoada: sempre cabe um condimento novo. Veja só. O lobby pela legalização dos cassinos vai chegar à Sapucaí. Um camarote reproduzirá um cassino num espaço de 200 metros quadrados.” Na coluna de Ancelmo Gois, no O Globo.

“A censura é estéril e estúpida. A censura é terrível. Ela entrega um poder arbitrário ao burocrata que sempre toma decisões estúpidas.” Na coluna e Miriam Leitão, no O Globo.

“Avaliar desempenhos é reformar o Brasil. Melhorar serviços públicos equivale a gerar oportunidades para os que mais precisam. Sem isso não enfrentaremos a desigualdade social.” Artigo de Ana Carla Abrão, Armínio Fraga Neto, Carlos Ari Sandfeld, no Estadão.

“Direita bolsonarista é pastiche cafona da alt right americana, com dinheiro do Fundo Partidário e os métodos do PT.” Na coluna de Vera Magalhães, no Estadão.

📊 *Mercado*: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não abre nos finais de semana.

⏳ *Destaque histórico*: “Em 13 de outubro de 1307, centenas de Cavaleiros Templários na França são presos ao amanhecer pelo rei Filipe, o Belo, e depois confessam sob tortura serem hereges.” Na Wikipedia.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Inscreva-se  
newest oldest most voted
Notifique-me de
trackback

[…] 13/10/2019 Estados, internet, privatizações são os destaques das manchetes […]

trackback

[…] 13/10/2019 Estados, internet, privatizações são os destaques das manchetes […]

Fechar Menu