Eleição 2018 é o destaque maior das manchetes dos jornais

Primeira Hora – Anexo 6

_SINOPSE NACIONAL DE 05 DE AGOSTO DE 2018_

Edição: Sérgio Botêlho 

*_JORNAIS_*:

*Manchete e destaques do jornal O Globo*: Da prisão, Lula veta anúncio de chapa do PT. Em reunião com dirigentes petistas, que queriam decidir nome de vice, ex-presidente rechaça definição até o limite para registro da candidatura/

Merval Pereira: País corre o risco de uma falsa solução populista/

Tapas e beijos. Ciro: País não pode ter ‘outro poste’ do PT/

Entrevista. Geraldo Alckmin. ‘Se você não faz aliança, não decola, está abandonado’. “Centrão vai mudar porque terei rigor ético”/

Petrobras tem melhor resultado em sete anos/

Míriam Leitão: Diesel ajudou, mas ganho maior foi na exploração/

Sem dar detalhes, Bolsonaro admite privatizar Petrobras. Em entrevista, pré-candidato também se manifesta contra lei do feminicídio/

Ruralistas divergem sobre o efeito Ana Amélia/

Marta sai do MDB e desiste de eleição. Senadora, que era cotada para vice de Meirelles, criticou sistema político/

84% dos eleitores preferem conteúdo jornalístico. Pesquisa mostra que imprensa é a principal fonte de informação sobre as eleições para a maioria dos brasileiros. Entre os que priorizam as redes sociais para se informar, 25% admitem que raramente ou nunca verificam a veracidade do conteúdo/

Romário vence disputa com Paes e ganha apoio do PR. Companheiro de chapa do senador será o deputado Marcelo Delaroli, que estava cotado para ser vice do ex-prefeito; DEM fecha aliança com PSDB/

Zuenir Ventura: Só Freud explica condutas do eleitor/

Editorial1: Crise e Estado adoecem a população. A volta de doenças que estavam erradicadas ou sob controle se soma ao crescimento da mortalidade infantil/

Editorial2: Tempestades de fogo reforçam necessidade do Acordo de Paris. Catástrofes naturais se multiplicam devido à mudança climática causada pelo aquecimento global.

*Manchete e destaques do jornal Estado de São Paulo*: Petrobrás lucra R$ 10 bi, mas faz ajuste para abater dívida. Com débitos de R$ 284 bilhões, estatal manterá reajuste diário dos preços dos combustíveis e vai vender ativos/

Marta deixa o MDB e não concorrerá. Ex-prefeita de SP e ex-ministra recusa convite para compor chapa presidencial e diz que deixa a vida político-parlamentar; ex-petista, ela rejeita disputar novo mandato/

Vice provoca novo impasse dentro do PT. Sigla homologa hoje nome de Lula, que está preso, mas escolha para chapa opõe dirigentes e advogados; Manuela e Haddad são cotados/

PSB destitui diretório de Minas Gerais. Ex-prefeito de BH tenta resistir à decisão do partido de rifar sua candidatura ao governo/

Ibope aponta alta de Alckmin em SP. Segundo pesquisa Ibope, no cenário sem Lula, tucano oscila 4 pontos para cima; na disputa pelo Bandeirantes, Skaf tem 22% e Doria, 21%/

Coronel da PM deixa campanha de Doria. Coronel José Vicente da Silva Filho discordou de promessa para ampliar batalhões da tropa de elite da PM pelo Estado/

Estação agora é motivo de debate. Denominação é alterada em estação no centro. A antiga Estação Liberdade do Metrô paulistano agora é Japão-Liberdade. A homenagem, nos 110 anos da imigração japonesa, dividiu opiniões/

Coluna do Estadão: TSE prepara campanha para evitar abstenções. Preocupado com a projeção de altos índices de abstenção nas urnas em outubro, o TSE fará campanha convocando os eleitores a votar. O tema não está entre os que a lei obriga o tribunal a divulgar e será a primeira vez que receberá atenção. As eleições suplementares em 2018 acenderam o alerta. No 2.º turno para a escolha do governador do Tocantins, em junho, 51% votaram em branco, anularam ou nem sequer compareceram. As peças serão baseadas em frase do presidente da Corte, Luiz Fux: “Se você não escolher, alguém escolherá por você”/

Coluna do Estadão: Emedebistas desconfiam que a senadora Marta Suplicy vai declarar voto no presidenciável Ciro Gomes (PDT) agora que deixou o MDB. A pista está na sua carta de despedida que defende um projeto de desenvolvimento nacional. Procurada, não respondeu/

Coluna do Estadão: O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), prestigiou a convenção do PSD no Ceará ontem. Durante o evento, circulou com adesivo no qual se lia “Lula livre”/

Sérgio Augusto: Maquiavel previu os salvadores da pátria manipulando mentira e explorando o medo/

Editorial1: O eleitor desencantado. Os candidatos poderão superar o desencanto do eleitorado se, na campanha, demonstrarem que as eleições de fato podem mudar o País para melhor/

Editorial2: Idade escolar. Decisão do Supremo Tribunal Federal foi bem recebida nos meios educacionais/

Editorial3: Um cartel contra os pobres. Os pobres, as maiores vítimas da alta de preços causada pela crise do transporte, ainda serão, muito provavelmente, os mais afetados pelo cartel do frete, uma aberração proposta pelo Executivo e aceita pelo Congresso.

*Manchete e destaques do jornal Folha de São Paulo*: Da cadeia, Lula desafia TSE e veta indicação de vice. Contra determinação da Lei Eleitoral, ex-presidente petista impede partido de nomear já Manuela D’Ávila, do PCdoB/

Senadora Marta Suplicy rejeita ser vice de Meirelles e deixará o PMDB/

Petrobras tem lucro de R$ 10 bi no 2º trimestre/

Poder. À espera de Ciro, Lula desafia orientação do TSE e segura definição de vice/

Em 3ª tentativa de ser presidente, Marina Silva recorre a partido com o qual rompeu/

Alvaro Dias oficializa candidatura neste sábado e ainda busca ampliar apoio/

Alckmin se torna competitivo, mas carrega o peso do centrão/

Novo lança Amoêdo, que promete Estado enxuto e reformas/

José Simão: O Brasil quer saber quando Lula vai acender o poste/

Luiz Weber: A eleição de Neném Prancha. Com a escolha de Ana Amélia, Geraldo Alckmin fez política à moda antiga/

Marcos Jank: Brasil na guerra comercial EUA-China. Está oficialmente aberta a primeira guerra hegemônica do século 21/

Demétrio Magnoli: Joesley e Cancellier ilustram o desvio escuro da Lava Jato/

Mato Grosso propõe lei que desmataria área de três municípios de São Paulo/

Hélio Schwartsman: Identidade e ideologia. Esquerda tem abandonado seus discursos de caráter mais universalista/

Alvaro Costa e Silva: “Dicas para Bolsonaro”. Antes de falar bobagem sobre a África, que tal ler Alberto da Costa e Silva?/

Oscar Vilhena Vieira: A batalha dos estamentos. Eleições evidenciam conflito entre as classes jurídica e política/

Argentina chega a acordo para conseguir prova da Lava Jato/

Inócua para a crise, Constituinte cala oposição a Maduro/

Editorial1: Sem alarmismo. Falta de chuvas reacende sinal de alerta, mas, no pior cenário, nova crise só viria após 2019/

Editorial2: Eleição. O triunfo do Crocodilo. Redemocratização é o melhor caminho para o Zimbábue superar os traumas da ditadura.

*_PORTAIS DE NOTÍCIAS_*:

*Manchete e destaques da hora de O Globo online*: Da prisão, Lula veta definição de chapa do PT na disputa à Presidência. Decisão foi tomada em reunião de duas horas na tarde desta sexta-feira dentro de sua cela na PF do Paraná. A presidente do partido, Gleisi Hoffmann, informou, no entanto, que podem ocorrer mudanças neste final de semana/

Bernardo M. Franco: PCdoB diz ao PT que não aceita Manuela no ‘banco de reservas’/

Márcio Lacerda recorre ao TSE contra decisao da executiva nacional do PSB/

Marta Suplicy anuncia que vai se desfiliar do MDB e deixar a política. Em texto intitulado “Carta aos Paulistas”, senadora afirma que poderá contribuir mais para mudanças atuando na sociedade civil do que no parlamento. Ela era cogitada como vice na chapa do ex-ministro Henrique Meirelles/

Após sucessivos ataques ao PT, Ciro Gomes diz que partido não é seu ‘inimigo’/

Com pastor e indígena, convenção de Marina terá ‘pacto por governabilidade’/

Assessor de Jair Bolsonaro comanda página de ódio no Facebook/

Lauro Jardim: Romário provoca Paes após roubar vice/

Supremo faz audiência pública para discutir descriminalização do aborto/

Melhor infraestrutura depende de agências reguladoras fortes/

Salários consomem Orçamento da Educação e impactam bolsas/

Nos EUA, 395 pessoas passam mal ao consumirem saladas no McDonald’s/

Joias de ouro e rubi levaram a Lava-Jato a rastrear banqueiro preso no esquema Cabral/

Lava-Jato de SP denuncia ex-secretário de Alckmin, Paulo Preto, e mais 31.

*Manchete e destaques da hora do Estadão online*: Eleições 2018. PT lança Lula candidato neste sábado em meio a impasse na definição de vice. Compor chapa após segunda-feira representa risco na Justiça; Manuela é cotada/

Candidato do PSL; Bolsonaro diz que vice está entre Janaína Paschoal e príncipe Luiz Philippe/

Cenário sem Lula. Alckmin e Bolsonaro empatam em São Paulo, aponta pesquisa/

Eliane Cantanhêde: Marta Suplicy recusa ser vice de Meirelles, deixa o MDB e descarta reeleição/

Governo de SP. Ibope aponta Skaf e Doria tecnicamente empatados/

BR18. Destaques do dia: Ana Amélia entre gregos e troianos/

Pernambuco. Marília nega ter aceitado concorrer à Câmara e insiste no governo/

Ex-presidente preso. TSE analisará se registro de Lula segue para ministro que já foi contra ficha-suja/

Depoimento a Moro. Lula, Dirceu e PT dividiam propinas de plataformas do pré-sal, diz Renato Duque

Adiamento de reajuste para 2020 valerá só para servidores civis/

Temer diz que ‘não deixará faltar’ recursos para Capes. 

*Manchete e destaques da hora da Folha online*: Indignado, Lula vê cerco em mudança de posição do TSE sobre definição de vice. Entendimento de que candidatos precisam apresentar vices até segunda (6) revoltou o ex-presidente, o que considera um cerco para antecipar sua saída da cena eleitoral/

Lula desafia orientação do TSE e segura definição/

  1. Simão: Brasil quer saber quando Lula acenderá o Poste/

Mônica Bergamo: STF pode resistir a plano petista para evitar discussão de inelegibilidade de Lula/

André Singer: Ex-presidente marcou dois tentos na difícil partida que decidiu disputar/

Ambiente. MT propõe lei que desmataria área equivalente a três cidades de São Paulo  Governador do Estado, Pedro Taques (PSDB), diz que legislação permite uso sustentável da região.

Deixe uma resposta

Fechar Menu