Eduardo Jorge (PV) defende Jereissati (PSDB) candidato presidencial de Frente Ampla em 2022

Para o ex-presidenciável, vice de Jereissati sairia das esquerdas, após formulação de um programa social popular, ambiental e econômico “responsável”

O ex-deputado federal, pelo PT, e ex-presidenciável do PV (2014), Eduardo Jorge, em postagem feita no seu perfil no Twitter, há poucos minutos, defendeu o lançamento do senador Tasso Jereissati, do PSDB, à Presidência da República, na disputa presidencial do próximo ano de 2022, tendo como seu vice alguém indicado pela esquerda. 

Segundo pensa, a proposta incluiria a não reeleição em 2006 e a formulação de um programa social popular, ambiental e econômico “responsável”. O resultado de tudo isso seria a formação de uma frente ampla democrática em 2022. 

Em 2014, após sua não ida ao segundo turno da eleição presidencial, Eduardo Jorge apoiou a candidatura de Aécio Neves, do mesmo PSDB de Jereissati, contra a candidatura à reeleição de Dilma Roussef (PT). 

Já em 2018, tendo sido candidato a vice-presidente na chapa encabeçada por Marina Silva (Rede), preferiu anunciar neutralidade no segundo turno disputado entre o petista Fernando Haddad e Jair Bolsonaro, do PSC.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments