Economia e governança são os temas que dominam as manchetes dos jornais

SINOPSE NACIONAL DE 13 DE AGOSTO DE 2018

Edição: Sérgio Botêlho

JORNAIS    :

Manchete e destaques do jornal O Globo  : Rombo na Previdência dos estados quadruplica. Déficit ultrapassa despesa com saúde e é desafio para próximos governadores/

Orçamento para futuro presidente será apertado. Futuro presidente só terá 0,5% do PIB para investimentos/

Inativos e pensionistas do Rio vivem angústia com incerteza sobre pagamentos/

VIDA SEVERINA. FAVELA À MARGEM DO ESTADO PREOCUPA A JUSTIÇA. População miserável vive esquecida pelo estado em favela nascida nas Olimpíadas/

Fernando Gabeira: Alguém para eleger, não para derrubar. Em plena campanha, não sei se estamos realmente escolhendo um presidente ou cavando uma crise para que ele se afunde, como afundaram seus antecessores/

Fernanda Young: São só esses os candidatos à Presidência?/

Eduardo Oinegue: O parlamento Jekyll e Hyde de Marina. Candidata da Rede à Presidência critica centrão, mas não governaria sem os votos dos deputados dessas legendas

Nelson Lima Neto. População miserável vive esquecida pelo estado em favela nascida nas Olimpíadas/

Antônio Góis: País tem 29% de analfabetos funcionais. O Brasil tem 29% de jovens e adultos analfabetos funcionais. Foi o que mostrou uma nova rodada do Inaf (Indicador de Alfabetismo Funcional), divulgada na semana passada. Mesmo não sendo um dado oficial, é um indicador importantíssimo, que preenche uma lacuna não investigada pelas avaliações do MEC/

Crianças fora da escola e pobreza extrema são a grande preocupação da Defensoria Pública, que pediu perícia sobre as condições de vida no Brejo/

Vera Lúcia (PSTU) quer expropriar empresas. Presidenciável defende expropriar 100 maiores empresas. Sobre eventual caos, diz que banqueiros e empresários podem ir embora/

Editorial1: Candidatos devem propostas sobre os gastos pessoais. O tamanho proporcional da folha de servidores do Brasil supera o de países ricos e em desenvolvimento.

Editorial2: Faltam incentivos para que o ofício de professor se torne mais atraente. Salários mais altos não bastam, é necessário que se criem políticas específicas para o magistério.

Manchete e destaques do jornal Estado de São Paulo  : Conta de luz sobe quatro vezes mais do que a inflação. Subsídios, impostos e falta de chuvas elevaram a tarifa em 13,79% no ano e perspectiva é de novos aumentos/

Candidaturas de militares crescem 92% em 4 anos. Forças Armadas. ‘Estado’ identificou 25 postulantes a cargos no Executivo, alta de 92% em relação a 2014; rejeição a políticos tradicionais e violência explicam trajetória/

ONU corta alimentos de refugiados. Crise e falta de verba fazem agências diminuírem serviços e demitirem funcionários; secretário-geral diz que dinheiro acabou em junho/

NASA CHEGARÁ PERTO DO SOL. A agência espacial dos Estados Unidos lançou ontem uma sonda desenvolvida para a missão de entrar, pela primeira vez, na atmosfera do Sol/

Leilões sob contestação. São Paulo. Há 122 leiloeiros considerados aptos a atuar no Estado, mas só 3 deles foram responsáveis por 155 dos 328 leilões deste ano. Detran nega irregularidades, mas afirma estudar mudança em regras; vencedores alegam faltar capacidade à concorrência/

Ato de supremacistas brancos fracassa. Washington. Grupo que organizou marcha em Charlottesville no ano passado convoca nova concentração na capital americana, mas é ofuscado por milhares de manifestantes de grupos pelos direitos civis que pediram resistência e ocupação contra extremistas/

Trump apoia boicote à Harley-Davidson. Presidente disse no Twitter que acha ‘ótimo’ que donos de motocicletas da marca planejem boicotar a empresa se a produção mudar para o exterior/

Cida Damasco: Há um descompasso entre os anseios dos eleitores e os compromissos dos candidatos. No desemprego, nos juros/

Caso Marielle Franco. Jungmann oferece a PF para assumir investigação da morte de Marielle. Ministro da Segurança disse que ainda não houve resposta das autoridades do Rio/

Eleições 2018. Bolsonaro se reúne com empresários e sugere Flávio Rocha para ministério/

PT diz que declarações de Galloro representam abuso de autoridade/

Morre Claudio Weber Abramo, ex-diretor da Transparência Brasil/

Lúcia Guimarães: O gênio do racismo entre parte do eleitorado de Trump saiu da lâmpada e não depende da reeleição para dividir o país. Quase trinta anos depois de Faça a Coisa Certa, Spike Lee volta para sacudir a complacência de um verão americano. O novo filme do cineasta do Brooklyn, Infiltrado na Klan (Blackkklansman) estreou no primeiro aniversário do episódio de terrorismo racial em Charlottesville, uma ferida aberta que o nativista instalado no Salão Oval não se interessa em cicatrizar/

Editorial1: A trégua das agências de risco. Num lance muito oportuno para o País, grandes agências de classificação de risco resolveram reafirmar as notas de crédito do Brasil, apesar da incerteza/

Editorial2: A crise financeira dos Estados. É até surpreendente que 60% dos governadores pretendam renovar seus mandatos/

Editorial3: Novo plano de ciclovias. Com o novo plano de ciclovias do prefeito Bruno Covas, que será discutido em audiências públicas, mais um passo está sendo dado – o primeiro foi a sanção pelo seu antecessor, João Doria, da Lei 16.738/17, que criou as condições para colocar essa questão nos termos corretos – para evitar a repetição dos graves erros cometidos pelo exprefeito Fernando Haddad. Ele utilizou as ciclovias não para promover efetivamente o transporte por bicicleta, mas para delas tirar proveito político, com muita pirotecnia e pouca substância.

Manchete e destaques do jornal Folha de São Paulo  : Em retração, classes A e B ganham 464 mil negros. Avanço de pretos e pardos é único recorte positivo em levantamento sobre 2017, na comparação com dados de 2016/

Cotidiano. Sobe mortalidade materna, e país revê meta para 2030. Dados do Ministério da Saúde mostram que o Brasil, além de não cumprir meta de redução de 75%, ainda teve alta dos casos/

Gestão Skaf no Sesi e no Senai ignorou suspeitas em obras. Órgãos não levaram em conta alertas internos sobre problemas em construções/

Energia. PPP da luz, de Haddad e Doria, traz prejuízo a SP, diz auditoria. Relatório da controladoria municipal indica que prefeitura não adotou o melhor contrato/

Bolsonaro acena para empresários e Flávio Rocha/

Crítica do PT, socióloga diz que inventou Ursal como ironia. Professora afirmou que ficou surpresa ao ver o Cabo Daciolo citar no debate eleitoral/

Vinicius Mota: Fala de general sobre raças reflete atraso de formação/

Leandro Colon: Há razões de sobra para Congresso vetar aumento salarial do STF. Não há dinheiro nem ambiente político em período eleitoral para aprovar reajuste/

Marcus André Melo: A improvável morte das democracias. O iliberalismo à esquerda e à direita é o perigo real/

Sobe mortalidade materna e país revê meta para 2030/

Pioneiro no jornalismo de dados, Cláudio Weber Abramo morre aos 72, em São Paulo/

País tem recorde de partidos, mas fragmentação deve refluir/

Depois de vencer ditadura e inflação, Brasil ‘merdalhou’ geral, diz Ciro Gomes/

Apesar de disputa entre Ciro e Temer, MDB e PDT são aliados em 7 estados/

Leandro Colon. Há razões para Congresso vetar o aumento salarial do STF/

‘Nunca acreditei que iria falar de aborto 45 anos após conquista’. Sarah Weddington, que defendeu direito de interromper gravidez nos EUA, teme revés/

Não há dinheiro nem ambiente político em período eleitoral para aprovar reajuste/

Às vésperas da eleição, Temer vai facilitar renovação da CNH. Motoristas deverão fazer apenas exames médicos a cada cinco anos para reposição.

Manchete e destaques do jornal Valor Econômico  : Confirmada a operação com Itaú, XP lança banco. Após 15 meses, Itaú recebe aval do Banco Central para comprar 49,9% da corretora XP. Mesmo com planos represados, a plataforma continuou crescendo. Saiu de R$ 100 bilhões de ativos sob custódia e 500 mil clientes, em junho de 2017, para R$ 170 bilhões de ativos e 700 mil clientes agora/

CNI articula aliviar pena para fraude em licitação. Para evitar que o Congresso Nacional inclua, como agravantes do crime de fraude em licitações, as práticas de superfaturamento e sobrepreço na nova Lei de Licitações, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) tem pressionado parlamentares a excluírem essas circunstâncias/

Termelétrica perde espaço para eólica. O leilão de geração marcado para dia 31, que vai negociar projetos com início de fornecimento de energia em 2024, deve ter grande contratação de fonte eólica. As termelétricas devem perder espaço/

UE propõe a reforma da OMC para conter guerra comercial. A União Europeia (UE) preparou um pacote de propostas para reformar a Organização Mundial do Comércio (OMC) e atenuar a escalada da guerra comercial deflagrada a partir de medidas unilaterais do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump/

Contas públicas. Previdência já paga 30 milhões de benefícios. Crescimento dos pagamentos na área urbana reforça necessidade de reforma, diz governo. Desde 2015, combate a fraudes economiza R$ 1 bi/

A hora é de Lula ou é o PT que volta ao jogo? Registro de candidatos no TSE gera expectativas e se sobrepõe à preocupação com crise externa

Ações contra remuneração extra de magistrados empacam no Supremo. Corte abriga pelo menos 16 processos, alguns deles em tramitação há sete anos/

Crise turca traz alerta para mercado brasileiro. Turbulências na Turquia podem deixar investidores cautelosos quanto a ativos de países emergentes, e decisões serão avaliadas caso a caso/

Crise turca fará emergentes sentirem turbulência no início da semana/

Ministro Jungmann sugere PF à frente do caso Marielle, mas enfrenta barreiras/

Gasômetro explode e Usiminas fecha altos-fornos/

Agronegócios. Monsanto é condenada a pagar US$ 289 milhões em ação sobre causa de câncer nos EUA/

Agronegócios. Prejuízo da BRF no 2º trimestre sobe para R$ 1,57 bilhão/

Empresas. Heineken ameaça fechar fábricas no Brasil.

Eólicas terão destaque em leilão de energia. Especialistas acreditam que incertezas da economia e novas regras de contratação sejam responsáveis pelo baixo interesse dos investidores/

Entrevista. Congresso deve opinar sobre acordo de Boeing e Embraer, diz Maia. Dirigente do DEM, Rodrigo Maia diz que direita comete erro “gravíssimo” ao não vincular a crise ao governo Dilma e afirma que PT é forte sempre/

Editorial. Uma decisão que pode ter inviabilizado o teto de gastos. O “efeito cascata” da decisão do STF atingirá também as despesas do Executivo e do Legislativo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu