Nações Unidas lança guia para jornalistas sobre direitos ambientais

Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente lançou publicação para orientar jornalistas em temas relacionadas ao direitos ambientais e humanos

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) lançou uma publicação para orientar jornalistas na cobertura sobre temáticas relacionadas ao meio ambiente e direitos humanos.

“Direitos Ambientais para Jornalistas – Guia de Boas Práticas” reúne informações sobre direitos ambientais e defensores ambientais. Além disso, oferece alguns conceitos-chave sobre o tema, exemplos de boas práticas e dicas para uma melhor cobertura midiática.

O Guia é direcionado a jornalistas, estudantes de comunicação, professores, educadores, comunicadores populares e outros profissionais de mídia. No entanto, pode ser um material de referência para qualquer pessoa interessada na relação indissociável entre meio ambiente e direitos humanos.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) lançou nessa terça-feira (15) uma publicação para orientar jornalistas na cobertura sobre temáticas relacionadas ao meio ambiente e direitos humanos.

“Direitos Ambientais para Jornalistas – Guia de Boas Práticas” reúne informações sobre direitos ambientais e defensores ambientais. Além disso, oferece alguns conceitos-chave sobre o tema, exemplos de boas práticas e dicas para uma melhor cobertura midiática.

O Guia é direcionado a jornalistas, estudantes de comunicação, professores, educadores, comunicadores populares e outros profissionais de mídia. No entanto, pode ser um material de referência para qualquer pessoa interessada na relação indissociável entre meio ambiente e direitos humanos.

O seu lançamento ocorreu durante um webinário, que contou com a participação da vice-presidente da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Katia Brembatti; o cofundador da Mídia Índia, Erisvan Guajajara; e a coordenadora do Programa da Direitos Indígenas da Operação Amazônia Nativa (OPAN), Andréia Fanzeres. A mediação ficou por conta da correspondente do DW no Brasil, Nádia Pontes.

Durante a abertura do evento, a representante adjunta do PNUMA, Regina Cavini, destacou que o Guia é um dos resultados da Iniciativa de Defensores Ambientais do Programa da ONU para o Meio Ambiente, que no Brasil busca colaborar com a mídia, inspirando mais e melhores coberturas sobre os direitos ambientais e as pessoas que erguem suas vozes para defendê-los.

“Dar visibilidade aos direitos ambientais, contar histórias que precisam ser contadas, é um dos caminhos mais importantes para unirmos nossa voz às vozes das defensoras e defensores ambientais, por um planeta ecologicamente equilibrado, pelo futuro das próximas gerações, por direitos humanos relacionados ao meio ambiente para todas e todos, especialmente para os mais vulneráveis”, afirma.

A gravação do Webinário está disponível no canal do YouTube do PNUMA. Clique aqui para acessar.

Direitos em risco

Os direitos humanos não podem ser plenamente desfrutados sem um meio ambiente limpo, ecologicamente equilibrado e seguro, conforme estabeleceu resolução da ONU em março de 2021. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 24% das mortes no mundo, cerca de 13.7 milhões de mortes por ano, estão ligadas ao meio ambiente, devido a riscos como a poluição do ar e a exposição a químicos.

Os dados também apontam que os eventos climáticos dobraram desde 1990. Só entre 2005 e 2015, mais de 70 mil pessoas morreram no mundo, quase 1,5 milhão foram feridas e 23 milhões perderam suas casas por causa de desastres climáticos.

Além disso, as pessoas na linha de frente pela defesa do meio ambiente enfrentam um enorme desafio em seu trabalho, tornando-se alvo de assassinatos, ameaças e outras formas de intimidação.

Apenas em 2020, mais de 200 mortes de defensores ambientais foram registradas em todo o mundo pela ONG internacional Global Witness, bem como milhares de casos de intimidação e ameaça. Mulheres e povos indígenas são especialmente impactados, situação que tem se agravado pela pandemia de COVID-19.

“Pego emprestadas as palavras da Diretora Executiva do PNUMA, Inger Andersen: ‘Não há razão e não há tempo para hesitações, a hora é agora’. Espero que o Guia de Boas Práticas sobre Direitos Ambientais para jornalistas seja uma ferramenta que os ajude (jornalistas) na jornada por uma comunicação e um jornalismo com o meio ambiente e os Direitos Humanos não apenas como pauta, mas no centro da conversa”, conclui Cavini.

Sobre a Iniciativa dos Direitos Ambientais

A Iniciativa de Defensores Ambientais do PNUMA inclui a implementação da Política para Promover Maior Proteção aos Defensores Ambientais, e representa a atual fase do trabalho da ONU em direitos humanos e meio ambiente. Está baseada nos resultados de projetos anteriores, bem como nas principais resoluções da Assembleia da ONU para o Meio Ambiente (UNEA) e do Conselho de Direitos Humanos.

A iniciativa busca aproximar a proteção ambiental das pessoas, auxiliando atores estatais e não estatais a promover, proteger e respeitar os direitos ambientais. Por meio dela, o PNUMA se propõe a: trabalhar com governos para fortalecer capacidades institucionais; auxiliar empresas a compreender melhor suas obrigações na esfera dos direitos ambientais; apoiar organizações da sociedade civil; e colaborar com a mídia na formação de jornalistas.

Sobre o PNUMA

O PNUMA é a principal voz global sobre o meio ambiente. Fornece liderança e incentiva parcerias com foco no cuidado com o meio ambiente, inspirando, informando e capacitando nações e povos a melhorarem sua qualidade de vida sem comprometer a das gerações futuras.

Edição do Anexo 6: Sérgio Botêlho, com informações das Nações Unidas

You may also like

Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments