Desindustrialização do Brasil; governo Bolsonaro; Manaus

País perdeu uma multinacional a cada três meses desde 2018. País perdeu em média 17 fábricas por dia nos últimos seis anos. Governo Bolsonaro ignorou alerta de caos em Manaus. Manaus respira com ajuda de rede solidária. 

Esses são destaques da grande mídia impressa, neste domingo, 17 de janeiro de 2021.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano IV, Nº 799, de 17.01.2021

📃 *Manchetes do dia*:

“País perdeu uma multinacional a cada três meses desde 2018. Crise e Custo Brasil afastam investimentos. Peso da indústria é o menor em sete décadas’”. *Manchete de capa do O Globo*.

“País perdeu em média 17 fábricas por dia nos últimos seis anos. Saída da Ford do País evidencia processo de desindustrialização e a necessidade de reformas: entre 2015 e 2020, foram fechadas 36.6 mil unidades industriais” *Manchete de capa do Estadão*.

“Governo Bolsonaro ignorou alerta de caos em Manaus. Ministro recebeu avisos do governo do AM, de fornecedora e até de cunhada” *Manchete de capa da Folha*.

“Manaus respira com ajuda de rede solidária. Estoque de oxigênio na cidade começa a aumentar, mas autoridades temem o agravamento da crise e um novo colapso nos hospitais públicos.” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Justiça tributária. Defensável, imposto sobre fortuna não deve se sobrepor a propostas mais maduras.” 

°”Vida pós-Trump. Dividido, Partido Republicano terá de lidar com a influência do ainda presidente.”

_*O GLOBO*_. 

“Mais armas não significam um país mais seguro. No segundo ano do governo Bolsonaro, novos registros cresceram mais de 90%.” 

°”Embriaguez ao volante ainda é um desafio para autoridades de trânsito. Apesar de ações bem-sucedidas como a Lei Seca, imprudência continua a produzir vítimas.” 

_*ESTADÃO*_

°”Segurança colhida no campo. Se nenhum tropeço político impedir, o agronegócio brasileiro tende a ganhar importância, ano a ano, como supridor da crescente demanda global de alimentos.”

°”O futuro ameaçado. O lento avanço da produtividade pode comprometer o futuro do País.” 

°”O clima e a necessidade de agir. 2020 foi recordista de temperaturas e de crescente impacto das mudanças climáticas.” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“O Legislativo precisa se rever. …o momento impõe ao Congresso rever suas práticas e estabelecer contribuições efetivas à redução dos gastos públicos, eliminando mordomias e benesses incompatíveis com a fome e o desemprego que o circundam.” 

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments